Autódromo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Autódromo é um lugar criado para motoristas ricos disputarem rachas, foi inventado porque os governos diziam que as corridas em rua eram muito perigosas e que os pilotos deveriam criar um lugar específico para se matarem. Hoje em dia, autódromo é aquele lugar onde você vai no domingo para ver as paddock girls, encher a cara e ver uns caras correndo.

Tipos de autódromo[editar]

Os Europeus dificultam os pilotos nos autódromos, já para os americanos é moleza
  • Autódromos de terra - São os preferidos dos caipiras, geralmente um fazendeiro rico usa seus próprios tratores para fazer a pista, também é um lugar onde a dona morte adora fazer uma visita, tanto para os pilotos quanto para os espectadores.
  • Autódromos de asfalto - São uma evolução pokémon dos de terra, a dona morte costuma aparecer também, mas com menos frequência.
  • Autódromos curtos - Geralmente são autódromos escondidos, a pista tem menos de 3km de comprimento, na maioria das vezes são surpreendentemente legais de se pilotar (por isso são desconhecidos)
  • Autódromos grandes - São aqueles com mais de 5km que são usados em corridas de endurance, costumam ficar escondidos no meio do mato, são legais para matarem pilotos.
  • Autódromos planos - São aqueles em que o único trabalho que você terá será o de virar a direção para a esquerda e para a direita.
  • Autódromos ondulados - Autódromos criados pelo capeta que só servem para entortar a sua coluna. Os espectadores pularão de alegria se conseguirem encontrar um lugar que dê pra ver 5m de pista.
  • Kartódromos - Lugar para se correr de kart, se dividem em 2 grupos, kartódromos em si, e kartódromos de shopping, a diferença é que nos kartódromos de shopping não se consegue pilotar a mais de 20 km/h.
  • Tilkódromos - São os nomes dados para os autódromos caros, chatos, cheios de chicanes, com asfalto pintado, prédios que mudam de cor e arquibancadas de costas para a pista.
  • Ovais - São autódromos projetados para aqueles que só sabem fazer curva para a esquerda (ou direita nos países com mão inglesa), foram criados nos EUA, quando os carros começaram a ficar mais rápidos que os cavalos nos hipódromos, ao contrário do que você imagina, eles não são todos iguais, por incrível que pareça existem diferentes formas de se fazer a curva para a esquerda, conheça.
Uma Pista Oval
    • Ovais de terra - São os ovais onde correm aqueles carros feitos de canos de bicicleta e com aerofólios enormes, assim como os mistos, são sempre patrocinados por alguma funerária.
    • D-ovais - São os ovais da moda, geralmente com curvas de 70° de inclinação, geralmente são patrocinados por fábricas de armas.
    • Superspeedways - São os ovais gigantes com mais de 3,2 km, esses ovais são construídos unicamente para matar pilotos, como exemplo temos Indianápolis, Daytona, Talladega, e por incrível que pareça, existe um na Argentina caindo aos pedaços.
    • Ovais curtos - São os ovais com menos de 1,6 km, ao contrário dos superspeedways, dificilmente você vai ver morte, mas vai ver muita batida, é praticamente um Destruction Derby, ganha quem terminar com o carro inteiro, aqui vale tudo, jogar o carro contra o outro, jogar cascas de banana na pista, usar metralhadoras, etc.
      • Ovais supercurtos - Pistas com 800 ou menos metros. Também conhecidos pelo nome de vomitódromo. Ganha quem ficar menos tonto ao final de centenas de voltas.
    • Ovais de baixa inclinação - São os ovais construídos na época em que Dercy Gonçalves era criança, são feitos para darem torcicolo nos pilotos.
    • Ovais de alta inclinação - Construídos para se entrar numa curva a 350km/h e ir parar no céu.
    • Ovais bizarros - São os ovais italianos, menção honrosa para o oval de Monza (sim, tem um oval lá!) e a centrífuga do Nardo Ring (projeto embrionário do LHC). Existem algumas cópias malfeitas no Brasil como o finado de Jacarepaguá e o oval ondulado de Interlagos.
    • Ovais da Stock Car Brasil - São ovais somente na cabeça dos fãs de automobilismo de Rede Globo, destaque para as chicanes e para as curvas íngremes de 0° de inclinação.

Ver também[editar]