Avelinópolis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Avelinópolis é uma fazendinha minúscula escondida lá perto de onde fica a Casa da Mãe Joana, mais ou menos onde Judas perdeu as meias, porque as botas ele já havia perdido há muito tempo. Esse cidade esquecida por Deus e o mundo parece que foi lembrada pelo diabo, pois é um calor que só.

História[editar]

Centro de Avelinópolis num dia movimentado.

Fundada em 1939 com o nome Mata da Desaparecida, foi um local onde alguns pais de santo de todo Brasil criaram fazendas para beberem sangue de boi. Nessa época remota, Avelinópolis era um mito do folclore do Reino de Anicuns, acreditava-se ser o lar de gnomos e do saci pererê.

Em 1946 Mata da Desaparecida é descoberta e passa a se chamar Tabocas porque a pequena população da aldeia que estava se formando queria um nome bem idiota e feio mesmo, para ninguém ter dúvidas do nível de idiotice daquele povo.

Em 1962, o atual nome "Avelinópolis" é adotado em homenagem a João Avelino Gomes, o baiano que fundou essa miserável cidade. Esse pobre diabo queria ir procurar ouro na Serra Pelada mas acabou se perdendo, após 7 meses perdido, com fome, sede, calor e cheio de mosquitos ao redor, João Avelino foi resgatado pelos hobbits de Anicuns, e tudo isso deu início à formação da atual Avelinópolis.

Atualmente é só mais uma cidade miserável qualquer, sem qualquer estrutura, sem gente decente e sem perspectiva de dias melhores.

População[editar]

A população é formada por gente que em geral não conhece o mundo exterior, devido a ausência total e completa de escolaridade.

Com uns 2500 caipiras de habitantes, a cidade inteira contêm 0,3 CEPs diferentes.

Economia[editar]

A economia local é baseada quase que totalmente na produção e exportação de cadarços, apesar de haver uma tímida atividade no setor agrícola, na produção de cereais e cana-de-açúcar, tudo para uma boa cachaça e pinga, os motores de Avelinópolis. Recentemente também vem se destacando na produção de café, ideal para a ressaca.