Aylar Lie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
180314 10150093294026158 8104797 n.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Ele gosta de mulher coberta e não gosta de ser confundido com turcos nem judeus.


Aylar Lie
Aylar va toma no....jpg
Aylar Lie, quando perguntada sobre o Irã
Origem Iransymbolique.jpgIrã
Data 22 de fevereiro de 1984
Onde trabalha Harem do sheik Mohamed
Talento(s) Não usa burca
Dados
Cabelos negro
Olhos cor de mel
Altura 1,57
Peso 47
Busto 93
Cintura 60
Quadril 80
Coxa 40
Perfil
Hobby(ies) xingar
Característica marcante peito que parece ser siliconado
Frase Cquote1.png Quero mais é que o Irã se exploda! Cquote2.png
Prêmios Árabe mais gostosa da Escandinávia de 2002
Website
Aylar Lie (não é árabe)

Cquote1.png Leva jeito a garota Cquote2.png
Sylvia Saint sobre Aylar Lie
Cquote1.png SEM VERGONHAMMMMM!!!!! SEM VERGONHAMMMMM!!!!! Cquote2.png
Silvio Santos sobre Aylar Lie

Aylar Dianati Lie (آیلار دیانتی لی, traduzido como Sharareh ou Xereca - Chamá-la por esse nome hoje é considerado pecado no islamismo) é conhecida como única muçulmana da história a estrelar filmes pornôs e pecar ferrenhamente sua religião e estar viva para contar.

Biografia[editar]

Aylar quando esqueceu de vestir a burca para ir ao mercado.

Aylar nasceu no dia 12 de fevereiro de 1984 em Terra no Irã, quando iraquianos explodiram a casa da sua mãe matando-a e parindo Aylar Lie prematuramente arremessando-a longe.

Com toda a família morta, Aylar cresceu nas ruas da cidade comendo lixo e bebendo esgoto e rezando para não pisar em minas-terrestres ou que bombas caíssem sobre sua cabeça.

Cansada de ser estuprada por árabes vagabundos, soldados estrangeiros e seu tio, Aylar resolveu tentar sair daquele país miserável. Descobriu que na Islândia havia tráfego de escravas, mulheres para pornografia infantil por altíssimos preços. Aylar negociou com o tio e foi vendida para cafetões escandinavos e o tio de Aylar se tornou um sheik com a grana que ganhou.

Aylar passou a adolescência satisfazendo o fetiche dos branquelos do norte com sua pele e cabelos morenos, além do mórbido prazer sexual pedófilo presente no local. Aylar se tornou conhecida em toda a Escandinávia.

Quando completou dezoito anos estrelou filmes do estilo Ninfetas em Ação e Interracial e entrou de vez para o estrelato pornô.

Aylar conseguiu sucesso e fama mundiais depois que teve um filho com Robbie Williams (ele nega até hoje), participou do Big Brother Noruega e perdeu, mas naturalmente apareceu pelada em monte lugares depois e ganhou muito dinheiro e finalmente Aylar concorreu a miss Noruega, mas foi desqualificada pois os jurados descobriram que Aylar tinha um clítoris do tamanho de um pênis de japonês (apesar disso ser normal).

Recentemente Aylar pecou mais ainda a se tornar juíza em jogos de azar de baralhos como poker.

Desde então árabes caçam a infiel para enforca-la por ter pecado ao islamismo (nem hijab ela usa).

Aylar atualmente é professora de prostitutas renomada no assunto e nas horas vagas instrui como escravas sexuais de harém devem se comportar.

Filmes de Sucesso[editar]

Aylar Lie e seu traje tipicamente das regiões quentes e conservadoras árabes do Irã.
  • Throat Gaggers 3 (Garganta Engole Tudo 3)(2002)
  • Pink Pussycats (Bocetas Rosas)(2002)
  • Breakin' Em In 3 (Rasgue-me em três!) (2002)
  • Brand New! (Brad Wow!!) (2002)
  • 18 And Nasty Interracial 2 (18 anos e negões me fodendo) (2002)
  • Just Over 18 5 (18 anos e cinco caras) (2002)
  • Little White Chicks... Big Black Monster Dicks 17 (Baixinhas e Negões)(2002)
  • Cum Dumpsters 3 (3 Gozadas) (2003)