Bélgica

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Belgasecxistem.jpg

Ceci n'est pas Desciclopédia!!

Este artigo é belga e contém altas doses de lavagem cerebral e teorias da conspiração que farão com que você acredite que Bélgica existe!

Cuidado: a qualquer momento um agente da NWO pode sequestrá-lo!

Belgiumcoatofarms.jpg
Alien.gif
T O P | S E C R E T !
Alien.gif

Atenção! Este artigo é sobre uma teoria conspiratória, então tome cuidado com o conteúdo que estiver lendo.

Enquanto isso, o exército americano está se comunicando com ETs.


●Belgique, België ou Belgien (depende pra quem você pergunta)
●Reino Imaginário nem francês, nem holandês, nem mesmo alemão da Bélgica
●Reino Alcolico da Bélgica

Bandeira da Belgica.png Brasao da Belgica.png
Bandeira Brasão
Lema: Ceci n'est pas la France, ceci n'est pas les Pays-bas et ceci n'est pas la Allemagne. (Essa não é a França, não é a Holanda e não é a Alemanha)
Hino: La Brabançonne/
Belgiummaplogo.png
Capital Pros que falam holandês: Antuérpia (Chamada de Anvers pelos que falam francês). Pros que falam francês : Namur (Chamada de Namen pelos que falam holandês). Pros que falam alemão: Vielsalm (não existente para os outros "belgas"). Pros moradores de Bruxelas: Bruxelas.
Maior cidade Pros que falam holandês: Antuérpia. Pros que falam francês : Liège (Chamada de Luik pelos que falam holandês). Pros que falam alemão: Eupen (não existente para os outros "belgas"). Pros moradores de Bruxelas: Bruxelas.
Língua Alemão, Holandês e Francês.
Tipo de Governo Guerra Civil
Ditador O Fantasma de Adam Smith
Heróis nacionais Enzo Scifo, Michel Preud'Homme, Jacky Ickx, Jean Claude Van Damme e Tintin
Independência Nu!("Agora" em holandês). Jamais! ("Nunca" em francês). Zurück nach Deutschland! ("De volta para a Alemanha" em alemão).
Moeda Batatas fritas com chocolate.
Religião Igreja Católica Apostólica Romana (40%), Luteranismo (50%), David Hasselhoff (10%)
População De acordo com os que falam holandês e com os que falam alemão, não existem belgas. De acordo com os que falam francês, existem em torno de 10 milhões de belgas, sendo que aproximadamente 4 milhões deles são superiores aos outros 6 milhões.
Área 30528 km² (6,4% de água)
Analfabetismo 0%
PIB per Capita Isto non ecxiste! USD/hab.
IDH 0.1,0
Fuso Horário BZT (Belgium's Zone Time)
Clima Bom para comer batas fritas
Site do Governo Isto non ecziste!
Cquote1.png Você quis dizer: Suíça do Pântano? Cquote2.png
Google sobre Google

Cquote1.png Nós inventamos a Batata-Frita e nossa capital foi mencionada numa música do Men At Work Cquote2.png
Guia Turístico
Cquote1.png Bem-vindo à sede da UE Cquote2.png
Placa de Trânsito indicando ponto turístico inútil
Cquote1.png Esse prédio tem formato de Seta. Parece pedir para irmos embora. Cquote2.png
Turista sobre Bruxelas
Cquote1.png Na União Soviética, a Bélgica engana é enganada por VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russsa sobre a Bélgica
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Napoleão sobre a Bélgica
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Hitler sobre a Bélgica
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Imperador Júlio César sobre a Bélgica
Cquote1.png Ah! Vem, então gostoso...enraba a sua putinha...enraba Cquote2.png
Belga gostosa pedindo pra ser invadida
Cquote1.png No Imperivm Nazistvm, Hitler invade a Bélgica e extermina VOCÊ! Cquote2.png
Exterminio Nazista sobre Bélgica
Cquote1.png Na Bélgica,a Bélgica é criada pela NWO e quem acredita é VOCÊ! Cquote2.png
Conspiração Belga sobre Bélgica

Bélgica é um país-tampão entre a Holanda e França. Trata-se de uma nação imaginária criado como instrumento para difundir políticas ao redor do mundo que beneficiem a Europa (leia-se, a Alemanha) e para forçar sua adoção.

A existência do suposto país europeu por anos foi dada como certa por liberais. Durante muito tempo tem sido um exemplo brilhante das filosofias liberais em ação. Entretanto, agora é hora da verdade ser dita: Bélgica não existe. Pense no Acre: Ele é um mísero estado que não existe,mas muitas pessoas acreditam no Acre mesmo sem ter nada importante no Acre; Agora pense na Bélgica,um país rico e famoso da Europa que 12 a cada 9 pessoas conhecem,e já "realizou" muitas coisas importantes além de ter participado de muitos fatos conhecidos,como alguém não iria acreditar em uma mentira tão bem forjada como essa?

História[editar]

Observando a suposta história fabricada da Bélgica, notamos que os belgas na realidade não possuem história própria. Durante milênios, você só vê atuando na história da Bélgica apenas romanos, holandeses, alemães, franceses, espanhóis, austríacos, luxemburgueses e nunca um belga. O motivo disso é simples: Os belgas não existem.

Celtas e germânicos[editar]

O complexo da NWO embaixo da EuroDisney de onde surgiram os primeiros belgas

Primordialmente a Bélgica teoricamente era habitada por celtas,troxas e germânicos, embora os dois povos se envergonhem disso e neguem isso. O fato é que era um pântano habitado apenas por bruxas e era evitado por todos vizinhos (como é evitado até hoje).

Romanos[editar]

Júlio César chega lá no ano de 50 a.C. e declara a Bélgica território romano, no que foi a primeira e mais arcaica tentativa da criação da União Europeia, mas como a sede era nos puteiros de Calígula no Vaticano, a ideia não deu tãoc erto.

Francos[editar]

No século V, na falta de alguém para ficar com o território belga depois que os romanos foram extintos, a Bélgica passou a ser governada pelos francos, mas eles logo fizeram o Tratado de Verdun (843) e deram uma semi-independência à Bélgica que até então era habitada apenas por ratos de laboratório disfarçados de pessoas prepotentes.

Domínio dos Habsburgo espanhóis[editar]

A Espanha também teve sua participação na história belga, quando abriu algumas franquias do Habib's da Casa Habsburgo nas principais cidades belgas, influência da presença árabe na Península Ibérica.

Tratado de Utrecht[editar]

Mas em 1713 a Espanha vende a Bélgica para nada menos que a Áustria (que é outro país imaginário) e a partir dali os líderes da NOM que vivem todos na Antuérpia, começam a maquinar o início da Primeira Guerra Mundial.

Independência[editar]

Herói da independência belga. Idealizado, assexuado, correto e infalível.

Em 1830 os holandesas criam oficialmente a Bélgica, o que originalmente deveria ser apenas um grande armazém de estoque de seus carregamentos de maconha advindos da Colômbia, acabou virando um buraco negro político sugando e extinguindo todas ideias políticas que não fossem neoliberais em toda Europa.

Expansão colonial[editar]

O único belga que aparece na história como belga é o pitoresco Leopoldo II, e mesmo assim a única coisa que ele fez de bom foi criar o Congo como quintal prolongado da Bélgica. A Bélgica aliás foi o colonizador mais foleiro dentre todos colonizadores europeus, exatamente por ser um país imaginário, não havia muito o que fazer com suas colônias que foram largadas às traças.

Guerras Mundiais[editar]

Durante as guerras mundiais, a Bélgica teoricamente foi neutra (por não existir), mas isso não impediu que a Alemanha os invadisse do mesmo jeito e fizesse Leopoldo III se borrar de medo. Na verdade, a invasão da Bélgica era apenas um recurso para tornar a guerra um pouco mais emocionante. A Batalha de Passchendaele e a Batalha das Ardenas foram filmadas num estúdio de Hollywood com direito a todos efeitos especiais cinematográficos possíveis para a época.

Federalização[editar]

A guerra acabou, e a Bélgica foi criada oficialmente pela ONU em 1970 pela união dos flamenguistas (flamengos) e vascaínos (valãos).

Fatos recentes[editar]

Em 1996, o principal inimigo do Tintin, o vilão Marc Dutroux é preso e condenado à prisão perpétua por sequestrar criancinhas e comê-las. Mas como Dutroux era da NOM, ele é libertado misteriosamente e hoje vive secretamente em Tuvalu Ulterior.

Em 1999 o governo brasileiro denunciam que a carne belga está contaminada com a doença da vaca louca, mas como lá é a bela Europa, ninguém acredita nisso, e posteriormente o planeta é assolado por uma pandemia de gripe suína que leva a humanidade à extinção.

No ano 2000, 20 mil imigrantes ilegais são anistiados em troca de trabalhar lavando privadas.

Geografia[editar]

Um típico prédio da Bélgica... ou assim foi nos falado.

Entenda: A Bélgica não existe!

A Bélgica é, e sempre foi, uma estratagema neoliberal, um dispositivo usado para propagar o famigerado neoliberalismo ao redor do mundo. Usar um país para isso seria muito difícil, as pessoas morando lá não conseguiriam suportar tal peso, quando os Estados Unidos tentaram isso uma vez, acabaram criando a Crise de 1929. Daí a ideia de criar um país imaginário, inserido na consciência global, e usar isso como uma ferramenta de manipulação.

Usando a voz de uma nação, a elite maçônica intromete-se em discussões globais, quietamente mudando o tópico das conversas com um adendo aqui, um sussurro ali. Precisa de provas? O país fictício foi um fundador da União Européia, do Euro, da OTAN e da Eurocopa com todas suas sedes em Bruxelas. Assim como outras instituições internacionais, desimportantes e aparentemente sem perigo agora, que terá um indescritível poder de aprovar regulamentos e leis econômicas a serem aplicadas em qualquer futuro cidadão do mundo.

A elite neoliberal trabalhou muito para dissimular nossa realidade. Eles foram capazes de introduzir a Bélgica na história e geografia sem ninguém perceber. A história da Bélgica foi projetada com guerras, lutas políticas e colonialismo suficientes para misturar-se com o resto da europa. Isso, combinado com a adição de figuras históricas francesas e alemãs, cria uma história alternativa que substitui a real. Onde o imaginário acaba e a realidade começa? E pior: sob a vista dos Liberais sobre o Ministério da Educação, nossas crianças são forçadas a acreditar nessa mentira!

Os neoliberais não só nos deixaram crer na existência da Bélgica, como fizeram-nos acreditar que a nação ilusória é Shangri-La. Tipicamente da Media Liberal, temos sido inundados com propaganda pró-Bélgica: alegação de superioridade belga na arte da fabricação de chocolates; o bem reputado valor nutritivo da Couve de Bruxelas; como a batata frita (french fries) é na verdade uma invenção belga; e a arte marcial "superior" de Jean Claude Van Damme, os "Músculos de Bruxelas".

Quando eles aprenderão que não podem esconder a verdade de nós?

Eu até posso ouvi-los falando: "Mas como pode a existência de um país inteiro ser um boato?". Professores diriam que se não fosse pela Bélgica, existiria uma lacuna entre a França e a Holanda nos mapas, esquecendo-se que todos os dados de nossos mapas vêm de satélites controlados pela NASA e KGB.

A razão de como o boato da existência da Bélgica pode ser taxado de verdade é simples: nós não fomos vigilantes o suficiente. Nós deixamos eles ganharem sobre nós o poder necessário para distorcer a realidade para caber seus planos inescrupulosos. Mas não é tarde: a verdade está lá fora!

Subdivisões[editar]


População[editar]

Como os "belgas" são programados para se verem (esquerda) e como eles realmente são (direita, tirada recentemente por uma expedição francesa e, apesar da pessoa ficar extremamente chocada com a VERDADE, foi desprogramada e hoje tem uma vida normal como barista em Seattle).

Você deve estar se perguntando: "Se a Bélgica não existe, então quem são essas pessoas alegando serem Belgas?" Ou, talvez a questão seja mais pessoal: "Se a Bélgica não existe, significa que eu e meus pais não somos belgas? O que nós somos?" A resposta para essas questões é inquietante e pode ser difícil ouvir para aqueles que foram doutrinados na mentira Belga, mas a verdade deve ser dita.

Cidadãos "Belgas" são na verdade inocentes (a maioria) pessoas (a maioria) que foram sequestradas pela divisão Conspiração Belga da New World Order e submetidos a uma lavagem cerebral utilizando controle de mente psicotrônico, cerveja psicotronicamente modificada, e programação neurolinguística, para acreditarem que eles são belgas. Todas as suas memórias são reprimidas - trocadas por memórias falsas de uma vida superior belga. Alguns desses Belgas-Nascidos-De-Novo sofrem cirurgias cosméticas e mandados de novo a outros países para espalharem a mentira da existência da Bélgica. O resto é levado a um complexo subterrâneo enorme, debaixo da EuroDisney, onde são ligados a uma rede de computadores de realidade virtual (conhecidos amavelmente pela NWO como "Bestas de Bruxelas") que interage diretamente com os centro sensoriais de seus cérebros para que acreditem que estão vivendo na Bélgica (ou a Simulação Belga, como é chamada pela NWO).

Nem todos que são sequestrados pela Conspiração Belga acaba re-educado ou escravizado. Turistas são deixados "entrar" no "país" para "testemunharem" a "existência". Na verdade, essas pessoas são deixadas na fronteira da Alemanha, França, Holanda ou Luxemburgo e levadas à sede da NWO onde falsas memórias de campos vastos de couve de bruxelas e de chocolates são implantadas em suas mentes. Todos os voos aparentemente destinados à Bélgica na verdade pousa no campo aéreo secreto da NWO em Luxemburgo após os passageiros dormirem sobre efeito de um gás. E as janelas dos aviões voando sobre a "Bélgica" são substituídas com telas de plasma de ultradefinição para continuar com a ilusão.

Cidadãos "Belgas" são tristes, vítimas iludidas de uma vasta conspiração. Eles ajudam forças maléficas a perpetuar a crença que a Bélgica existe (e escrevendo irritantes emails pró-Bélgica para todos os mensageiros da VERDADE, assim como eu) mas não o fazem por sua própria vontade. Eles necessitam de nossa ajuda! E mesmo que a programação deles faça com que reajam violentamente a essas verdades desconfortáveis, eles podem ser ajudados.

Flag-map Bélgica.png Bélgica
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Eu!naz1.gif
Europa
v d e h

Países: Albânia | Alemanha | Andorra | Armênia | Áustria | Azerbaijão | Bélgica | Bielorrússia | Bósnia e Herzegovina | Bulgária | Cazaquistão | Chipre | Croácia | Dinamarca | Eslováquia | Eslovênia | Espanha | Estônia | Finlândia | França | Geórgia | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Letônia | Liechtenstein | Lituânia | Luxemburgo | Macedônia | Malta | Moldávia | Mônaco | Montenegro | Noruega | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido (Escócia - Inglaterra - Irlanda do Norte - País de Gales) | República Tcheca | Romênia | Rússia | San Marino | Sérvia | Suécia | Suíça | Turquia | Ucrânia | Vaticano

Territórios: Abecásia | Açores | Akrotiri e Dhekelia | Åland | Chipre do Norte | Crimeia | Ilha da Madeira | Ilha de Man | Ilhas Canárias | Ilhas do Canal | Ilhas Faroé | Jan Mayen | Kosovo | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | País Basco | Svalbard | Transnístria

Flag of OCDE.jpg
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico
v d e h

Países membros: Alemanha | Austrália | Áustria | Bélgica | Canadá | Chile | Coreia do Sul | Dinamarca | Eslováquia | Espanha | Estados Unidos | Finlândia | França | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Japão | Luxemburgo | México | Noruega | Nova Zelândia | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido | República Tcheca | Suécia | Suíça | Turquia