Bahrein

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
'ن سورية وايران وحزب الله يحضرون'
●HAALLA ALL' UNITED BAHREIN
●Reino Unido do Bahrein

Bandeira do Bahrein.png Brasao Bahrein.png
Bandeira Brasão
Lema: Comam no All' Tio Jhavier
Hino: Odalisca Nos 7 Ventos, com amo o Bahrein
Persian Empire.gif
Capital Manamana (Tchu tchuru tchu)
Maior cidade Bahrain International Circuit
Língua Árabe
Tipo de Governo Califado Constitucionalista
Califa Hamad bin Isa Al Khalifa
Heróis nacionais Khomeini
Independência Arábia Saudita
Moeda Ireal do Bahrein (IR$)
Religião Islamismo
População 1000
Área Cheia de petróleo (0% de água)
Analfabetismo 77%
PIB per Capita 200000 USD/hab.
IDH 0.009
Fuso Horário 1+1=3
Clima Desértico quente
Site do Governo Não tem Internet


O Bahrein é um império xiita que domina toda a Península Arábica e o Golfo Pérsico.

História[editar]

Primeiras habitações[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Montinheses do Bahrein

Na antiguidade as ilhas do Bahrein eram apenas um posto de passagem dos sumérios nas rotas de suas muambadas. Devido a seu ponto estratégico ocorreu uma sangrenta guerra, conhecida como a Guerra do Montinho. O povo nativo do Bahrein saiu vitorioso e começou a cobrar pedágio de quem passasse por ali. Militarmente forte por causa da lendária técnica do montinho, dominou todos os povos do Oriente Médio e estabeleceu um glorioso império, que sucumbiu dois dias depois devido a uma guerra civil causada por um desentendimento de torcidas durante uma partida de palitinho.

No ano de 685 os Kharijitas dominaram a ilha e estabeleceram o regime da burca (islamismo).

Domínio português[editar]

Mas devido a desatenção dos árabes, em 1521 os portugueses conquistam o Bahrein que estava deserta (todos tinham ido para Meca) e só em 1602 que os portugueses falidos venderam a ilha para a Pérsia pelo preço de 14 mulas.

Domínio persa[editar]

O único edifício do mundo com formato de nave de Gradius fica no Bahrein.

A partir de então o Bahrein passou a ser um gigante, esquecido e desconhecido armazém de tapetes persas que ninguém se importava além dos persas.

Indepedência[editar]

Tudo parecia bem até 1960, com a morte de Salman ibn Hamad Al Khalifa, o trono do pequeno sultanato ficou vago, pois seu filho Ali Mohamed Mohamed tinha apenas dois anos na época. Seu irmão Tio Ali Mohamed Khalifa tomou posse do governo e governou o país até 1997, ano em que Ali Mohamed Mohamed casou-se com a diretora da Universidade de Dança do Ventre do Bahrein, a odalisca Thalina Samira Ali. Depois disso Mohamed Mohamed reivindicou o trono, o que provocou uma revolução, a chamada Revolução da Inovação, e que dividiu o reino em dois países, o Bahrein Novo, governado por Ali Mohamed Mohamed, e o Estado Velho do Bahrein, Governado por Tio Ali Mohamed Khalifa. Após cinco anos de negociação houve um acordo entre os dois sultões e se formou o então atual Reino Unido do Bahrein, que tem como Sultão Tio Ali Mohamed Khalifa e como primeiro-ministro Ali Mohamed Mohamed.

Enjoados com essa palhaçad de Mohamed pra lá e Ali pra cá, o Bahrein conseguiu a independência do Império Persa sem nem mesmo ter sabido.

Bahrein sunita[editar]

Assistir camelos copularem é uma das práticas culturais enraigadas nos costumes do povo barenita.

Com a criação do Reino Unido do Bahrein, a unificação do corpo de odaliscas funcionou como uma grande distração para o povo de maioria xiita, uma vez que os sultões governantes são sunitas.

Infelizmente com as revoluções em 2010-11 no Egito e Tunísia o povo do Bahrein descobriu algo mais divertido que assistir dança do ventre, fazer protestos na capital e ser massacrado pelo exército de seu próprio país por isso.

O resultado dos protestos foi insignificante, pois Egito e Líbia ocuparam todas páginas dos jornais.

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

A economia do Reino Unido do Bahrein é baseada em alta tecnologia. Exportação de CDs de MP3 com tranqueiras baixadas pela internet usando o LimeWire. Do jeito que a coisa está difícil, ultimamente não estão ganhando nem para pagar o sorvete de um real a bola, que é vendido onde atualmente trabalha Sy-Belih Mohamed, irmão do sultão Mohamed.

O Bahrein tem como principal atividade a venda de CDs piratas de PlayStation 2 nas barraquinhas brasileiras, o governo também é dono de uma rede de comidas árabes Chamada All' Tio Mohamed, que está presente em 123 países do mundo.

A Indústria Petrolífera chegou no Bahrein apenas em 2005 com a descoberta de um campo de petróleo bem debaixo do centro da Capital Manama, o petróleo também agora é uma grande fonte de renda e emprega cerca de 45% da população economicamente ativa, o restante são camelos ou funcionários da rede All' Tio Mohamed.

Política[editar]

Se você olhar bem, não parece uma coisa boa...

O Reino Unido do Bahrein é um sultanato constitucionalista que tem como Sultão Ali Mohamed Mohamed, que com a morte de seu tio, passou a exercer sozinho a função do sultão, rei e executivo do império.

O poder executivo é exercido por Ali Mohamed Mohamed.

O poder legislativo fica por conta da Assembléia Constitucional que tem como componentes 100 deputados corruptos importados do Brasil pelo Presidente Lula Molusco, os deputados são eleitos pelas cidades que enviam um deputado cada uma, o mandato de cada deputado é de 12 anos, atualmente só houve uma eleição, 90% da Bancada são de parentes das Famílias de Ali Mohamed Mohamed.

O poder judiciário é representado pela Suprema Corte Islâmica do Bahrein que tem como Juízes Ali Mohamed Mohamed, Tia Ali Ro-sanah Mohamed (primeira mulher a exercer um cargo no governo, escolhida por seu sobrinho Ali Mohamed Mohamed após a morte de seu tio) e Mohamed Kallin Brass representante da Liga Árabe e da comunidade islâmica no país.

População[editar]

A população absoluta do Império do Bahrein é de 666.666 habitantes, e densidade demográfica é 666 habitantes por km².

Religião[editar]

As principais religiões do Bahrein são o Tio-mohamedísmo, culto no qual o fantasma de tio Ali Mohamed é o maior sacerdote e acima dele só está Maomé, e o islamismo sunita (??% da População).

Há, entretanto, um movimento recém criado que busca voltar as raízes do Bahrein, a prática pública do montinho, a religião e tática militar do mesmo nome.

Flag-map Bahrein.png Bahrein
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo
Jackiechan.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico do Iraque e do Levante | Goa | Hong Kong | Macau | Manchúria | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete