Bailey Jay

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Vanessao.jpg IT'S A TRAP!!!

Este artigo pode levar-lhe para muitos lados da Força. Se você não está feliz com seu corpo ou já mandou cortar o pirulito, leia o artigo até o fim, caso contrário, cuidado com as armadilhas e não vandalize!

Bailey Jay
Baileyjay.jpg
Se mulher já é bom, com bônus é melhor ainda
Nascimento 5 de novembro de 1988
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Trap
Altura 1,65
Signo Escorpião, pois também ataca com o rabo
Cabelo Preto

Bailey Jay (5 de Novembro de 1988) é uma trap americana que você usa como inspiração pras punhetas da madrugada, não pense que não sei de seus fetiches exóticos.

Apesar da cara de novinha, o pinto dela é maior do que o seu, assim como o pinto de qualquer traveco de respeito. Talvez dar o cu faça o pau crescer, faça o teste, talvez assim você se livre de seu pequeno problema.

História[editar]

Sabemos que você homenageia esta pessoa, o detetive do Chrome nos avisou.

Nasceu na Virginia, cujo nome do estado é em homenagem aos machos virgens, o que Jay era em sua infância.

Em sua adolescência, é um moleque catarrento que entra na piscina pela escadinha, que deixa o Ken pelado e que assiste os filmes educativos da Ícaro Studios em segredo e idolatra o James Matarazzo. Seu sonho é fazer um intercâmbio em Cu Pequeno e formar uma dupla de três com o Polaco de Família e o Aluno Come Já na Escolinha do Professor Demacol.

Porém, a vida não é uma delícia pra ninguém, e nem sempre as coisas acontecem da maneira como queremos. Assim, ao invés de ser como James, Jay acabou sendo como Demacol, adquirindo o fetiche de vestir-se de mulher e dar pra caralho pros seus homens, dar muito, pois só macho faz isso. Até por isso ela não envelhece, como diz Britney Bitch, dar o cu pra caralho é o segredo para a juventude prolongada.

Após alguns anos sendo ridícula como Demacol, Jay decidiu fazer o que deve ser feito, hormonizando o corpo e botando silicone para pelo menos ser algo próximo de uma mulher, só que uma mulher com bônus game.

Após sua pequena transformação, ela passou a gravar suas aventuras eróticas, e a lançar estes vídeos na Deep Web, os quais logo foram localizados por produtoras pornográficas parceiras da Ícaro, que queriam contar com os trabalhos desta pessoa em sua empresa.

Carreira[editar]

Em seus vídeos, Jay não fala nada, para que os espectadores não desconfiem de sua real identidade, montando assim um bom bait.

Em um primeiro momento, um leigo acreditaria que veria um pornô heterossexual, até aparecer outra mulher e o leigo começar a se empolgar, apenas descobrindo que Jay possui um bônus no momento em que mostra tamanho pirocão e se diz pronta... pra comer a mulher, que tem um pau maior que o dela!

Assim, os espectadores ficam enojados, porém curiosos, e continuam vendo o vídeo apenas para saber como funcionam as traps na hora de dar o cu, com interesse apenas de pesquisa.

Por suas performances, Jay até ganhou dois AVN Awards na carreira, de melhor trap para bater punheta, nos anos de 2011 e 2012.

Atualmente, ela continua na ativa, levando seu pau aos cus alheios para satisfazer os fetiches exóticos dos leitores da Desciclopédia.