Baixo Guandu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

{{Cidadezinha também conhecida como: "Lá na casa do caralho", "Cu da Pomba do Espirito Santo Amém", "Catinga de Curtume da Porra"

Wikisplode.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Baixo Guandu.
Está comprovado que a cidade de Baixo Guandu é quase totalmente deserta, o sol é tão quente que não se vê ninguém nas ruas. Mas ainda moram alguns camelos pela área nessa terra quase desabitada


Baixo Guandu foi cagada fortemente por Deus no norte do Estado do Espírito Santo. Orgulhosamente é possuidora de 3 semáforos, geralmente quebrados e que não fazem diferença nenhuma, é só para copiar Colatina.


O povo é uma mistura de pomeranos que não tomam banho, italianos idem e mais uma gentalha mixegenada.


De tudo um pouco e outras Futilidades[editar]

Tem o Centro, que só tem lojas falidas de gente metida à besta que acha chique ter loja, mesmo não lucrando bosta nenhuma, tem um milhão de farmácias dos filhinhos filho da puta metido à riquinhos que commpram diploma de farmácia na UNESC de Colatina, depois de fumarem maconha à rodo por 4 anos.

No centro tem algumas poucas residências de uns velhos que não morrem nunca, parecem filhotes de highlanders, são teimosos, moram nessas casas antigas enfeiando a cidade e se perguntar se querem vender pedem sempre um milhão de reais, qualquer barraco no centro sempre cagam o mesmo valor pela boca: "Um milhão de reais".

Tem os morros dos Rosários, onde fica a bandidagem e a maior parte dos traficantes, a polícia só sobe o morro para buscar o "arrego". Tem o Alto Guandu, onde de vez em sempre alguém desce para a BR e morre atropelado pelos caminhões de pedra de granito que contrabandeiam essas cargas à noite com suporte da polícia rodoviária.


Sapucaia é o bairro que fica mais próximo ao centro, mas que se acha centro, mas não é o centro Oh caralho! Do outro lado do "mergulhão" que passa debaixo da linha do trem, tem o bairro Mauá, meio antigão, sem comércio, sem porra nenhuma, não tem nem praça. Lá só moram uns velhos que também não morrem nunca e olha que cemitério que era para ser bem longe, fica bem ali, de frente para a cidade, num lugar panorâmico que daria um excelente condomínio, mas quem mora ali já morreu.

No bairro Mauá também tem a ponte que liga Baixo Guandu à um pedaço de Aimorés que é outro cu de mundo, mas o outro lado da ponte que é MG é bem pior ainda, lá é só as trevas.


Depois tem os bairros santos: São José, Santa Mônica e São Pedro que se juntar tudo dá um pinicão arrumado, pois só tem merda. Tem a Vila Kennedy toda cheia de casas feias e algumas até bonitinhas, mas é um bairro com as ruas todas esburacadas e tortas, no fim tem o Multirão que nem vou chamar de bairro pois tá mais para invasão, um povo feio e metido à bravo, um monte de marginais e cachaceiros. No meio dessa merda da Vila Kennedy com Multirão fica um restaurante que vende caldos de água suja, onde fica lotado de babacas que não tem onde ir e vão lá beber água suja de batata e boi ralado ensopado, parece comida de índio, o lugar é feio e a maioria das pessoas que frequentam lá são gordas que não tem outra opção. Também tem um restaurante com nome de Porco, tipo Porquinho, que se acha chique, outra bela bosta que serve carne de Javali com angú e outras iguarias nojentas, é barulhento, apertado e caro pra burro, é frequentado pelos pseudos "ricos" da cidade, uma cambada de idiotas que pagam caro para comer mal e cagar fedendo depois.


Do outro lado da BR ficam o Residencial Ricardo Holz, vulgo catinga do caralho, lugar mais fedido do ES e Val Paraíso, que contem alguns marginais também, fede também e é feio também, nesse meio fica o Posto Pinho que não vende gasolina no cartão de crédito porque o dono é burro demais para entender de modernidade, igualmente os outros postos do Godoy Pai de burro e Godoy Filho de uma puta do caralho, que também não aceitam cartão de crédito por causa da lavagem de dinheiro e gasolina adulterada. O posto BR no centro tem a gasolina mais cara, mas não abre de noite com medo dos trombadinhas da meia noite.


Tem a igreja Matriz católica que toca um sino filho de uma puta que perturba a cidade toda, isso é coisa do Brasil Colônia, mas tem uns velhos que não morrem nunca que acham bonito perturbar o sono dos outros e fica essa bosta tocando de 15 em 15 minutos. Eu queria tocar esse sino dentro da bunda do padre com areia e tudo.


Na praça São Pedro toda Quinta-feira tem feira dos pomeranos que não tomam banho e descem os morros para venderem as "verduras", e mais uma monte de gente vendendo comidas, pão com liguiça, cachaça, maconha, estrume, etc. Tudo o que você quiser tem lá! Até prostituta, porque a feira começa de tarde e só termina bem tarde da noite. Tem o povo feio do rosário que descem, os moleques com o boné estufado pra cima, havaianas brancas, celular tocando funk na mão e barbante amarrado no tornozelo, cada um mais feio que o outro. Tem os Emos filhos de uma puta que ficam vestidos de preto e cabelo na cara debaixo da marquize ouvindo Raul Seixas e tocando violão, fumando maconha, pedra de crack, mas como a maioria é filho de papaizinho, a polícia faz vista grossa. Nessa praça ainda tem o ponto de taxi principal da cidade com 300 vagas para taxi, com uma casinha com TV, fogão, geladeira e cama para os taxistas pegarem as putas na madrugada tudo patrocinado pela prefeitura, ou seja, com o dinheiro do cidadão que paga imposto.


Tem as pontes sobre o Rio Guandu que agora serve água suja de bosta para a cidade, se você for mais pra cima no rio Guandu vai encontrar um monte de animais mortos, urubu e tudo o que há de nojeira, além de ser um local de desova de ossos e nojeiras do Curtume e é com essa água que o povo está lavando o rabo na hora de tomar banho. Umas dessas pontes passou por uma reforma muito boa, fizeram uma passagem dos dois lados para ciclistas e pedestres, mas deixaram só uma via para os carros, a obra ficou oh!!!.... uma BOSTA!


Na cidade ainda tem um hospital falido que mais mata gente no Estado do ES, muito feio, precisando de uma pintura e de bons médicos e equipamentos, se você ficar doente, não tem médico e se sofrer algum acidente ou estiver nas últimas, te mandam para Colatina ou te matam ali mesmo.


Tem também a fábrica de picolé quibosta, a fábrica é cheia de ratos, baratas e outras nojeiras, se você passar qualquer dia por volta das 6 da manhã vai ver um monte de urubus ao redor da fábrica. POR QUE SERÁ???? Tem urubu andando até a pé na frente da fábrica. O dono que também é um velho que já é velho tem muito tempo e não morre nunca, fica jogando carniça e pelancas para cachorros de rua com a mão, imagina onde ele passa essa mão depois dentro da fábrica de picolé que os otários chupam até o palito? Tem a sorveteria desse mesmo velho que vende os picolés e salgadinhos que o povo mais sem condição, os pobretões, comem a quilo, vai saber a origem dessa carne do recheio. ECAAA!!!


Qualquer loja de roupas ou calçados mais ou menos metida a botique tudo custa os olhos da cara, a mesma coisa para as lojas de móveis, mas também tem as lojas que vendem roupas de quinta categoria e móveis ridículos e descartáveis. O atendimento é uma maravilha de ruim, oh povo mal educado das lojas e do comércio geral!


Tem o puteiro chamado Ibiza na BR onde os casados vão escondidos pegar as novinhas que não querem estudar e partem para ganhar a vida fácil, também tem outro de mais baixo nível perto da rodoviária. Tem o motel no morro do Banestes, putas nos carros, filhinhas de papai, viado comendo viado, uma maravilha que o capeta iria adorar. Ninguém vai no motel da cidade pois parece um presídio abandonado e dizem que é mal assombrado pelo fantasma do negão arrombador de cu.


Do bairro do centro para o bairro Mauá fizeram um ponte sobre a linha do trem que tem uma curva fechada no meio, quase não dá para virar o carro, nunca vi um projeto tão mal feito, cadeirante lá se ferra, porque até a pé é difícil atravessar, só serve para a turminha da maconha e crack de noitão dá uma bolada na cuca.


Do outro lado da linha depois da olaria fica um casarão onde se faz eventos, forró, velório, qualquer disgrama por dinheiro. Bem na beira do FINADO Rio Doce, regado a mosquitos da Zika e da Dengue.


A Rodoviária é tão pequena que parece um caixote e ainda tem os taxistas que cobram uma fortuna para te levar na esquina. Só tem ônibus carroça e cachorros desfilando dentro da rodoviária, além dos doidos da cidade.


O aeroporto só pousa avião teco-teco de dono de comércio que se acha rico ou então trazendo drogas de Vitória. Do lado moram os ciganos que não trabalham, não fazem nada da vida, mas todos tem Hillux, mas ganharam a área da prefeitura de mão beijada, pois usam alguns ciganos pistoleiros para fazerem cobranças e acertos de conta políticos.


Em Baixo Guandu que rima com cu, chove uma vez por ano, o sol é egoísta e gosta de aparecer todo dia queimando a cara desse povo idiota que mora num lugar que não tem porra nenhuma, nenhum ponto turístico, nem faculdade importante, nem cinema, nem teatro, nem parque, nem Shopping, nem McDonalds, nem caralho do caralho nenhum. Então morar nessa cidade pra quê MEU DEUS DO CÉU????



AGORA O MAIOR ABSURDO: Qualquer barraco ou casinha na cidade custa os olhos da cara, no centro todo mundo pede de 500 mil reais a um milhão de reais e ao redor tudo gira em torno de 300 mil reais. QUEM É BURRO O SUFICIENTE PARA PAGAR UM ABSURDO DESSES??? A cidade não tem nada para oferecer!!!! Até o rio encheu de lama!!!


Se em Vitória, Vila Velha, Guarapari, ou qualquer outra cidade DIGNA de se morar, se você tiver 150 mil reais a 200 mil reais você compra um imóvel perto da praia, shopping e tudo mais do bom, por que PELO AMOR DE DEUS numa roça chamada Baixo Guandu lá nos infernos afora, com trem da VALE barulhento passando toda hora poluindo tudo com minério, com curtume fedendo solto boa parte da cidade, rio morto cheio de lama, lugar quente igual o inferno, um lugar que não tem nenhum tipo de turismo e nem nada para se fazer, NAO TEM LAZER NEM PARA CEGO!!! Por que em Baixo Guandu os imóveis/casas são bem mais caros??


A boa notícia é que o comércio está falindo rápido, o rio morreu, as pessoas velhas começaram a morrer. A CIDADE VAI ACABAR!!! E segundo os estudiosos e cientistas a região em poucas décadas irá se tornar um deserto, pois está em processo de desertificação (CONSULTE NO GOOGLE PARA VOCÊ VER!!!), Questão de lógica, se você verificar o planeta terra vai ver que Baixo Guandu está na mesma faixa do deserto do Atacama no Chile, na África fica o deserto da Namíbia, na Autrália o deserto Outback... A natureza está cobrando caro, na "cintura do planeta" onde ficam os desertos fica também Baixo Guandu bem na região que vai virar deserto e isso é um fato ecológico! Fuja quem puder!