Baku

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Bakugan é a capital, maior cidade, maior porto e única coisa que ainda não é ruínas no Azerbaijão, sua principal utilidade é de rimar com "cu".

História[editar]

Presidente do Azerbaijão, mora em Baku.

Ninguém sabe até hoje quem ou quando fundou essa cidade, sendo o registro mais antigo sobre Baku um manuscrito encontrado na casa do Borat no século VI, mas sabe-se que o povo antigo já tinha consciência do cu que era aquela região, não é por menos batizaram o povoado de Baku

Cidade de história um pouco conturbada, foi conquistada pelos persas, depois destruída pelos turcos, retomada pelos persas, invadida pelos turcos, invadida pelos espartanos, explodida pelos persas, ocupada pelos otomanos, vandalizada pelos vândalos, conquistada pelos armênios, destruída pelos árabes, ocupada pelos otomanos, conquistada pelos bizantinos, invadida pelos russos, dizimada pelos nazistas, retomada pelos soviéticos e após uma Guerra Civil de 300 anos que dura até hoje, Baku conquistou o direito de ser capital do Azerbaijão independente.

Economia[editar]

Cidade podre de rica em petróleo, não é a toa que é um chamariz de confusão, corrupção e treta. Apesar da população não ver nem a sombra desse dinheiro todo.

Geografia[editar]

De acordo com o mapa do War, Baku é azul, localiza-se ao sul de Moscou e norte do Oriente Médio. Tem litoral voltado para o Mar Cáspio, que na verdade não é um mar, mas apenas uma lagoa grande.

Esportes[editar]

Atualmente a cidade lucra rios de dinheiro com o grande prêmio de Baku de Formula 1. Com um circuito foda pra caralho, a cidade vem agradando os organizadores do evento, que estão pagando cada vez mais para os pilotos irem a Baku tomar no cu.

Turismo[editar]

Na verdade, quem visita Baku é porque quer tomar no cu apreciar as diversas opções de lazer sexual que a cidade oferece, todavia, os mais pudicos vão visitar a Cidade Fortificada de Baku, que é a favela mais antiga do mundo, onde estão monumentos para visitação:

Palácio dos Shirvanshahs[editar]

Um belo e imponente palácio de pedra onde eu acho que uns tais de Shirvanshahs se reuniam para jogar truco durante as tréguas das guerras do Cáucaso. Com bela arquitetura talhada em pedra maciça é um dos símbolos da cidade.

Torre da Donzela[editar]

Uma torre velha originalmente construída às margens do Mar Cáspio, mas depois que a Rússia desviou o curso de mais de 8000 rios para abastecer Moscou e São Petersburgo, e o nível do Mar Cáspio só cai, a Torre da Donzela já está no centro de Baku, é um obelisco velho no meio de uma praça cheia de modernos prédios.

O nome dessa torre é porque foi construído por umas prostitutas ciganas (donzelas) que viram nas antigas caravanas que cruzavam o Azerbaijão um lucrativo negócio.