Bakufu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Típico shogun comandante de um bakufu. Vale ressaltar que todos eles eram absurdamente obesos.

Bakufu, apesar de parecer o nome de mais um dos personagens de Dragonball, na verdade não tem nada á ver com animes, muito menos com fuder alguém. Na verdade, o que ele é realmente, nada mais é do que um sinônimo da palavra shogunato que também é feia pra caralho era o nomezinho escroto dado aos governos dos shoguns, que durante toda a história do Japão, foram os verdadeiros chefões do pedaço, enquanto o Imperador não passava de um bostinha pau-mandado, que precisava prestar favores ao shogun todos os dias de sua vida, caso quisesse permanecer em seu cargo (que apesar de ser só simbólico, não deixava de render uma boa graninha)

O termo Bakufu em si significa literalmente o "governo da tenda", já que naquela época, o Japão era um paisinho fracassado e capenga, e mesmo os seus mais ricos governantes eram obrigados a viverem e governarem em tendas vagabundas feitas de papelão e sucata. Por algum motivo, outro significado possível para o bakufu era de "governo desde a maku". Uns dizem que é porque maku era o nome das cadeirinhas com penico embutido que os shoguns usavam para suas necessidades, outros dizem que é porque havia uma velhinha pervertida chamada maku, que gostava de sodomizar suas vítimas mas foi morta quando o primeiro shogun surgiu.

Períodos[editar]

Como toda boa praga, essa chamada de bakufu infestou o Japão em três diferentess períodos (embora no Japão, todos os períodos históricos sejam extremamente confusos e aconteçam ao mesmo tempo, então não dá pra saber se foram mesmo três períodos, um só ou um milhão).

  • O primeiro foi o Período Kama Sutra Kamakura (1192-1333), ocorrido há muito tempo, antes de inventarem a televisão, a privada ou o Brasil.
  • O segundo foi o Período Muromachi (1338-1573), ocorrido somente alguns aninhos depois, provando que os japoneses eram tão buros que podiam fazer a mesma cagada duas vezes no mesmo lugar.
  • O terceiro foi o Período Edo (1600-1868), que começou após uma gigantesca guerra civil, onde, de tantas orgias que participaram, os caras da época ficaram loucos e começaram a achar que seria uma boa ideia re-inventar essa joça.

Quanto ás particularidades de cada período em relação à seus shogunatos, não há necessidade de citá-las, já que afinal de contas, todos os malditos bakufus eram identicos em tudo, só mudava a fuça do shogun.

Clãs[editar]

Claro que para haver um bakufu, precisava antes alguém que quisesse fazer um bakufu, e para isso havia os clãs (não, não haverá ninjas nessa história seu imbecil!). Cada clã tinha seu próprio exército, seus próprios costumes, sua própria bandeira, seus próprios jutsus, seu próprio cachorro de estimação........ enfim, por mais diferentes que esses clãs fossem, todos eles almejavam uma coisa em comum: Dominar o Mundo! E como nenhum desses clãs era competente para fazer uma coisa dessas, bastava apenas dominar essa ilhazinha em que viviam que já tava mais do que bom.

O primeiro clã que virou bakufu fo o clã Minha moto Minamoto, que assasinou e retalhou sem dó as outras famílias concorrentes e dominou geral até a Restauração Kenmu, quando o Imperador Go-Daigo se uniu aos jogadores de Mu e deu cabo de todos os Minamotos.

Depois disso veio o clã Assimcaga Ashikaga, cujo líder traiu seu ex-miguxinho e amante Go-Daigo para dominar as terras japorongas e comer quem ele quisesse pelo resto da vida. Ese bakufu enfrentou certos problemas quando Go-Daigo, nervosinho e com raivinha de terem ferrado com ele, decidiu criar seu próprio império na esquina ao lad, e fingir que seus vizinhos governantes não existiam.

O terceiro e último clã que virou bakufu foi o clã Tokugawa, talvés o mais fodão dos três. No entanto, originalmente eles não deveriam ter assumido sua homossexualidade, foi tudo obra de seu patriarca, Tokugawa Ieyasu, preguiçoso de carteirinha, que deixou seus dois amigos guerreiros morrerem para unificar o país então assumiu.

Atualmente[editar]

A prova de que sujeitinhos estranhos e exêntricos também podem governar.

Atualmente, para felicidade geral da nação, do mundo, da galáxia e do Multiverso, os bakufus não existem mais e nem devem voltar mais, pois os japoneses virariam alvos de gozação de todo mundo caso voltassem a serem regidos por pseudo-senhores feudais.

Na verdade, a única forma de voltarem a existir bakufus por lá é se todos os shoguns mortos retornassem como zumbis malignos e instaurassem um novo bakufu, onde todo mundo teria que dar o próprio cérebro como tributo. E é óbvio que isso nunca vai acontecer. (ou não)


v d e h
日本史

Nomi no sukune small.jpg