Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Banco Nacional Da Exploração Sexual
OGX-BNDESPAR S.A.
Bndes logo.jpg
O bolsa família dos milionários brasileiros
Slogan O banco do subdesenvolvimento
Tipo Empresa pública
Gênero Instituição financeira
Ramo Bancário
Fundado em 20 de junho de 1952
Sede Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro (estado), Bandeira do Brasil Brasil
Proprietário Governo federal (8%)
JBS (96%)
Acionista(s) Governo federal (8%)
JBS (83%)
Eike Batista (9%)
Cotação Abaixou -999,99%
Valor Abaixou estatal ué...
Sítio
www.bndes.gov.br
® Desciclopédia

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma instituição filantrópica brasileira criada para emprestar grana de forma deliberada para grandes empresários, empreiteiras, estados e municípios, sem a exigência de qualquer garantia ou contrapartida por parte dos beneficiados.

No caso das empreiteiras em especial, o BNDES concede doações como forma de retribuição de todo apoio político recebido durante a campanha eleitoral. Segundo o próprio BNDES, a empresa pratica o ato caridoso para que estas empreiteiras ganhem todas as licitações públicas (claro, se revezando entre elas mesmas) sem que nunca precisem terminar as obras. Daí vem o nome do banco, já que com o dinheiro emprestado por ele, as grandes construtores fodem o povo e o dinheiro público.

Histórico[editar]

Desde que o Brasil teve o azar de ser escolhida como sede da Copa de 2014, o BNDES tem mostrado ser bastante caridosa com Eike Batista, Corinthians e outros caloteiros de menor porte. A lista dos agraciados pelos polpudos empréstimos concedidos pela instituição de caridade só tem aumentado de lá pra cá, mesmo com o país vivendo nessa pindaíba desgraçada, sem dinheiro até pra bancar alguns circos como o carnaval de 2016.

Copa do Mundo de 2014[editar]

Como "preparação" para sediar o campeonato mundial de pelada gourmetizada, o banco criou uma linha de crédito para cidades que serão sede da Copa do Mundo de 2014, reafirmando mais uma vez o porque do seu nome, já que esse mundial ajudou (e muito!) os políticos a encher o rabo de dinheiro e ferrar com a população. Foram bilhões de reais emprestados a juros aos governos que construíram vários elefantes brancos que jamais darão retorno e que foram bancados integralmente pelo brasileiro médio. O pior é que o principal explorado é quem mais achou que a Copa sempre foi uma grande conquista do povo brasileiro.

Linhas de crédito para o povo[editar]

A nova cartada do banco para terminar de foder o povo com mais eficiência, foi criar uma linha de crédito para micros e pequenas empresas. Se antes o banco usava as grandes empresas para estuprar a população, com isso pôde enfiar o nabo diretamente e sem vaselina. Com essa medida, o objetivo do BNDES foi sugar um grande valor de taxa e cobrar cada vez mais caro do pequeno e médio empreendedor, também conhecido neste país como pequenos burros de carga.

Fundos[editar]

Cquote1.png Você quis dizer: Bunda Cquote2.png
Google sobre Fundos

A estatal também é responsável pela ingestão de vários fundos governamentais brasileiros como o Fundo Garantidor para Investimento (FGI), o Fundo Garantia à Exportação (FGE), o Fundo para o sub-Desenvolvimento dos Telégrafos (FUNTTEL), o Fundo Norma Bengell (do Fundo da Lei Rouanet) e mais alguns mais conhecidos, como o Fundo de Amparo ao Trabalhador (o GORDO) e o fundo do PIS/PASEP.

Ligações externas[editar]

Ver também[editar]