Bandeira da Jordânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jordânia
Bandeira da Jordania.png

Bandeira da Jordânia é uma versão da Bandeira da Revolta Árabe que não deve ser confundida com a bandeira da Palestina, aliás, confunda a vontade, é tudo a mesma coisa mesmo.

História[editar]

A primeira bandeira que se tem notícia na Jordânia é de 1920 e foi a bandeira colonial do Mandato Britânico da Palestina que originalmente era para ser como a bandeira da Austrália mas o fundo azul foi trocado por um vermelho pois não existe água e muito menos mar na Jordânia para justificar aquela cor azul, enquanto o fundo todo vermelho representava muito bem o calor escaldante da colônia.

Bandeira atual[editar]

Após a Revolta Árabe, o fim do Império Otomano, os Estados Unidos terem comprado uma fazendinha chamada Israel, Osama Bin Laden ter nascido e o primeiro prédio de Dubai começar a ser construído, surgia também a Transjordânia que viria a adotar a atual bandeira inspirada nos seus amigos palestinos. As cores da bandeiras simbolizam a união dos Babacas, Hominídeos e Seguidos do Fatah.

O triângulo vermelho foi colocado apenas para demonstrar que os jordanianos tem noções de trigonometria. No centro do triângulo há uma silhueta de um camelo cujas duas corcovas simbolizam respectivamente minha bola direita e minha bola esquerda.

Significados[editar]

  • Preto - Simboliza o petróleo que falta na Jordânia.
  • Branco - Simboliza o homus.
  • Verde - Simboliza aquela pequena folha sempre servida em cima do homus.
  • Vermelho - Simboliza o calor do Inferno, as explosões, o sangue... esse aqui tem vários significados.

Evolução da bandeira[editar]