Bandeira do Egito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Egito
Bandeira do Egito.png

Bandeira do Egito é mais uma versão das cores pan-terroristas vermelho, branco e preto, imitadas também pelo Iêmen, Iraque, Síria e República de Weimar.

Tabela de conteúdo

[editar] História

Em sua história milenar, o Egito teve mil bandeiras desde Ramsés II, mas a primeira realmente marcante foi a bandeira do Egito Otomano adotada em 1793 que nada mais foi que uma bandeira da Turquia com um mano desenhado no centro, formato que durou até 1844 quando o mano foi trocado por um hieróglifo que decodificado significava "Hora do duelo!" uma famosa frase yu-gi-ohniana utilizada para resolver quaisquer pendências na base de um jogo de cartas egípcio satânico.

Com a criação do Quedivato do Egito uma nova bandeira foi adotada entre 1867 e 1914 nada que fosse diferente da bandeira da Turquia que se mantinha sendo copiada, um crescente e três olhos de horus num fundo vermelho tipicamente comunista.

O fundo vermelho todo socialista soviético foi mantido durante todo Sultanato do Egito (19141922), mas agora haviam três luas porque o planeta-anão de onde vieram os aliens que construíram as pirâmides tinha três luas (Plutão).

Já a bandeira do Reino do Egito quebrou-se aquele paradigma de ficar usando a bandeira da Turquia e uma cena furry foi adotada como homenagem aos antepassados e a criação de um sentimento mais patriótico. Mas só em 1953 com a República do Egito que a bandeira assume pela primeira vez uma formato similar ao atual, trazendo ao centro o grande símbolo egípcio da bissexualidade, a esfinge.

Porém, em 1958 alguém teve a absurda ideia de criar a República Árabe Unida que juntou Egito e Síria meio que aleatoriamente, a bandeira continuou no mesmo formato da anterior, mas a esfinge foi trocada por dois enigmas do milênio que simbolizavam a união dos países.

[editar] Bandeira atual

Quando o faraó Hosni Mubarak criou a República Árabe do Egito regida pela Dinastia Mubarak, a atual bandeira foi instituída com as cores pan-terroristas com a gravura de sua pirâmide no centro. Em 2011 houve revoltas populares na tentativa de mudar a bandeira egípcia pela milésima vez, mas estavam todos de saco cheio em criar algo novo.

[editar] Significados

  • Vermelho - Simboliza o Mar Vermelho.
  • Branco - Simboliza as Revoluções Egípcias que ocorrem três vezes a cada século.
  • Preto - Simboliza a Maldição do Tutankamon.

[editar] Evolução da bandeira

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas