Barão do Rio Branco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Para outros resultados consulte Rio Branco
Rio Bairros em inglês 6.jpg Ordem para os pobres, progresso para os ricos.

Aê, meu, este artigo é verde-amarelo, mano! Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela corrupção da sociedade.


Cquote1.png Você quis dizer: Grande diplomata fícticio do Acre. Cquote2.png
Google sobre Barão do Rio Branco
Cquote1.png Experimente também: Duas Caras no dinheiro Cquote2.png
Sugestão do Google para Barão do Rio Branco
Cquote1.png Povo Brasileiro! Cquote2.png
Barão do Rio Branco começando seu brilhante discurso.
Cquote1.png Iczto non écxiste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Barão do Rio Branco

Barão do Rio Branco enfeitiçado e colocado numa moeda de Duas Caras.

Barão do Rio Branco (mais conhecido como gordinho da sapucaia para os íntimos) foi um político, embaixador, chanceler, imperador e diplomata brasileiro dono do Acre e de estratégia impressionante que venceu a Balaiada, Sabinada, Acre e tomou todo o território do Acre de Plácido de Castro.

Carreira[editar]

Barão do Rio Branco foi um diplomata brilhante que fixou o Acre para o Brasil e deu 12 dias para os bolivianos se afastarem do Acre e expulsou Plácido de Castro do Brasil, além de ter sido Ministro das Relações Exteriores no Governo de Hermes da Fonseca e ser um grande e vitorioso chanceler africano.

Homenagens[editar]

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Barão do Rio Branco.

O Barão do Rio Branco tem como homenagem milhares (mais que as cirugias que o Michael Jackson fez no nariz) de avenidas com seu nome (Em Sananduva, Rio de Janeiro, São Paulo, Acre e Plácido de Castro), e teve seu rosto estampado na nota de 1.000 Cruzeiros e seu rosto na moeda de 50 Centavos.

Morte[editar]

Barão do Rio Branco morreu em 10 de Fevereiro de 1912, no Rio.

Hino[editar]

Salve, Rio Branco!

Salve a República Fictícia do Acre

Salve Sananduva

Salve as coisas que não existem

ReaperlogoDare.gif Barão do Rio Branco já morreu!

Ninguém mandou brincar com a morte...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno