Barbapapa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Os transformados do projeto Barbapapa

Barbapapa foi um experimento nazista cujo objetivo era transformar pessoas em super soldados, que seriam imbatíveis. Por algum motivo desconhecido, o projeto Barbapapa não teve êxito, e as pessoas submetidas a este processo foram transformadas em criaturas mutantes. 13 pessoas foram usadas como cobaias mas apenas 9 sobreviveram, porém foram transformadas em seres cujos corpos entraram em atividade mutagênica. As pessoas transformadas continuam vivas, e não morrerão tão cedo. Esta comovente história inspirou Stan Lee a criar os personagens X-Men.

O projeto[editar]

Em 1939, Joseph Goebbels, ministro de Hitler, trabalhou às encondidas em um projeto para a criação de soldados superiores. Estes soldados teriam poderes sobre-humanos, vitalidade e resistência, além de serem invulneráveis a quaisquer doenças.

Goebbels utilizou cobaias humanas (prisioneiros franceses e comunistas) para este experimento. Felizmente, este projeto não teve o sucesso esperado, mas infortunadamente, as cobaias sofreram danos irreversíveis. 4 destes prisioneiros são resistiram aos ferimentos e mutações, falecendo dias depois. Os demais sobreviveram a esta tortura, mas foram transformados em monstros.

Estes prisioneiros transformados tiveram força de vontade, e continuaram suas vidas, mesmo com a intolerância das pessoas. Apesar da aparência assustadora, estas pessoas transformadas não estão procurando causar conflito com as demais pessoas. Elas querem apenas viver.

As cobaias[editar]

Dos 13 humanos utilizados, 9 eram franceses e os demais eram comunistas russos. Um dos franceses também era comunista. No experimento, todos os comunistas morreram e todos os franceses sobreviveram, pois já estavam acostumados a apanhar. Dos 9 sobreviventes, 2 eram mulheres e os demais eram... franceses.

Os sobreviventes e as transformações[editar]

Eis o líder da equipe, André Barba, que foi transformado em bolha gigante, e o olhar de desprezo das pessoas
  • André Barba - Um prisioneiro político, mandado para o campo de extermínio por Pierre Laval. O principal dos X-Men Barbapapa, André Barba foi transformado em uma grande geleia cor-de-rosa.
  • Emanuelle Papa - Uma ex-namorada do general Pétain. Ela colocou no mínimo 6 pares de chifres na cabeça de Pétain, que descobriu e a mandou para a prisão, onde seria capturada e submetida ao experimento. A personagem feminina principal deste acontecimento. Emanuelle foi transformada em uma grande pino de boliche preto com flores na cabeça.
  • Jules Miferret - Um cientista que trabalhava para o governo da França em pesquisas de crescimento de cabelo. Foi transformado em um monstro amarelo, de óculos, com florzinhas na cabeça.
  • Antoine Siferrou - Antoine era professor de matemática e sabia quanto era , e até , ou seja, ele sabia demais, e era considerado perigoso. Foi transformado em um ser azulado, tendo participado inclusive da Mansão Foster para Amigos Imaginários, mas foi considerado assustador demais para ser amigo imaginário e foi substituído por Bloo.
  • Margot Amargot - Levou uma vida fácil, mas cobrava caro. Foi presa e experimentada. Transformou-se em uma criatura verde e engravidou na prisão. Teve um filho com André Barba (veja a foto no início da página) e outros filhos espalhados por aí. 4 deles fizeram revolução e criaram um programa chamado Teletubbies.
  • Jean Claude Andaimme - Ele era francês, mas comunista. Um sujeito gordo e vermelho, que aparentemente, não teve grandes mudanças na transformação.
  • Marie Jean - Não se sabe ao certo o que ela fazia, mas sabe-se que ela era bem tímida. Na transformação, ela ficou roxa de vergonha.
  • François Peludón - François era um quase-ator, que tentava aparecer. Foi enganado e colocado na câmara de transformação. Se transformou em Tony Ramos e conseguiu aparecer.
  • Michel Pon-Pon - Era um soldado sem muita coragem. Foi transformado em Pac-Man e começou a caçar os mafagafos ao redor do mundo.

Ver também[editar]