Barra do Jacaré

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Barra do Jacaré, pode acreditar, é outra cidade do meu Paranã (escrevi com til mesmo, não corrige, seu bosta), que nasceu quando as águas pangerianas desceram, mas incrivelmente, continuou com o mesmo nome até hoje, sobrevivendo bravamente a ser trocado por alguma homenagem inútil. Ela já tem esse nome, mesmo antes do Paraná existir, mesmo antes do Brasil existir, ou seja, se chama Barra do Jacaré desde que os primeiros seres humanos pisaram por lá e assim a chamaram.

Não acredita?

Moedor de café, mas esse não é mais usado.

Não acredita? Pois só escute leia: Nos tempos das águas abissais, em que nem existiam jacarés tal qual conhecemos, duas águas vivas conversavam (claro que se comunicam, mas acham as linguagens humanas muito sem graça), elas falavam sobre como alguns bichos eram territorialistas, elas não costumavam (nem costumam) tomar conta, mas se encostarem com intensões estranhas, elas queimam, mas não a rosca porque isso elas sequer têm. Voltando ao papo mega intelectual das águas-vivas, elas falavam que aqueles bichos novos que surgiam estavam cada vez mais territorialistas, mas elas viam muitos deles sumirem e nem aparecerem, alguns outros mudavam e começavam a se desenvolver em terra, indo molhar a bunda na água às vezes, ou cagar na água, o que as deixava meio pensativas: Se mudaram pra terra e vão cagar na água, que eles mesmo tomam? Felizmente nem todos desse tipo vingaram, apenas algumas espécies que você pode imaginar.

Águas-vivas discutindo sobre o nome do senhor Jesus da cidade.

Inclusive notaram que muitos desses territorialistas, defecavam (agora foi em modo chique), em certos locais, exatamente para marcar território. Em meio a essa bosta toda, elas tiveram um ataque de premeditação, uma delas sugeriu que, alguns bichos começariam a nomear lugares por ser a única forma de conseguirem se localizar. Já que nunca haviam feito nada territorialista, nem mesmo com as demais águas vivas, e respeitando-as já que não queriam formar casais, assim como elas faziam (era um lindo casalzinho de água vivas), resolveram se antecipar, sabendo que nenhuma água viva(esqueci o nome científico delas, porra), jamais faria isso e sim, qualquer outra espécie. Nomearam o local e colocaram uma tal mandinga braba, que toda e qualquer criatura não se sabe porque chamaria o lugar sempre assim, e nunca mudaria o nome. Como pode ver deu certo até hoje, e você nem sabe fazer uma garrafada, seu macumbeiro fajutex.

O que se faz em Barra do Jacaré

Não se caça água viva, que eu saiba, isso só faz que mora no abacaxi, ou no Bacacheri, as águas vivas que nomearam a cidade o fizeram quando até nesse território era mar, depois é . Apesar de se chamar barra, não é uma cidade litoranea, acha que barra é só de mar, depois é que as águas baixaram e só ficou o rio, elas não têm nada contra água doce, mas preferm o oceano, onde há mais espaço e as brigas por território ocorem menos. Saiba que é de rio também... Não que eu não já não soubesse disso, claro... Bom, ém Barra do Jacaré se planta café... e o resto me interessa, mas não por hora, vou tomar um café, que passado adequadamente não faz mal, apesar da minha mãe mormon insistir que faz... Ora, Todynho, Nescau e essa veadagens, já chega meu pai e meus irmãos tomando, mais a sua família que toma Chocopinho e Ovomaltine.