Batom

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Batom
Rastro de batom.

Batom é uma potente arma de sedução feminina (apesar de ser usado por seres do sexo masculino - que buscam sexo com um masculino). Ao contrário da crença popular, mulheres não usam batom 24 horas por dia.

O batom é reconhecido nas revistas femininas do mundo inteiro como "bastão mágico". É roliço, comprido, tem ponta vermelha, serve para passar na boca, tem duas bolas e não é o que você está pensando (as duas bolas são apenas dois estojos de maquiagem).

O batom tem ilimitadas utilidades, porém, serve primordialmente para ressaltar as qualidade bucais que certas mulheres não podem fazer com algum belo sorriso devido à ausência de dentes brancos. O batom é também um eficiente produto para despistar ausências de qualidades corporais contribuindo com a maquiagem do rosto.

O batom é considerado um dos objetos indispensáveis a qualquer mulher que se considere mulher, sendo o batom uma das primeiras dicas para se identificar uma sapatão sem margem de erros. Considerado também um dos integrantes primordiais da maquiagem, 50% da indústria da beleza lucra com o batom o outro restante é a cabeleireira.

Tabela de conteúdo

[editar] Arma de sedução

Batom pode ser outro tipo de arma também.

Sabe aquele pavão que abre aquela frondosa cauda para atrair fêmeas? O batom tem mais ou menos essa mesma utilidade, a diferença é que mulheres de família não podem ficar por aí exibindo o rabo assim (ou não). Compensam colorindo as suas bocas, é claro que o batom faz parte apenas de apenas 10% de um intrincado e mirabolante esquema de produção estético, por isso nada de bater na porta do banheiro enquanto uma mulher se arruma, a não ser que queira levar uma porrada de um secador de cabelo.

O batom é uma eficaz forma de identificar mulheres solteiras, uma vez que o batom das garotas comprometidas são seus próprios namorados, além que ficar se maquiando todo dia para o mesmo cara é uma chatice, ninguém faz isso. Tanto que um homem que vê sua namorada sair de casa usando batom e nada faz é em 95% dos casos um corno ruim de cama, os outros 5% não se importam e querem é utilizar a chance sozinhos em casa para ir usar o batom das esposas.

Tem que saber usar também, senão não seduz nem o Marquito.

As empresas fazem propositalmente batons que duram no máximo 15 minutos, só para te obrigar a ficar retocando constantemente até o batom acabar e você ter que comprar um novo, e isso vicia mais que maconha, é só reparar a grande quantidade de marcas de batons em pontas de cigarros. Mas essas despesas são nada que um cartão de crédito não resolva, você que deixa o cara beijar a sua boca com batom, o mínimo que ele pode fazer em troca é dar a grana.

De acordo com alguns antropólogos da Malásia, o batom exibe uma relação direta entre o formato e coloração da boca e da vagina, sendo utilizado por mulheres para manter sincronia entre essas partes, que são o começo e fim respectivamente de uma relação carnal.

[editar] Qualidades

Cquote1.png Why so serious? Cquote2.png

Vantagens

  • Sensação de poder.
  • Sensação de imortalidade.
  • Aumento da auto-confiança.
  • Aumenta a produção de hormônios masculinos (alheios).

Desvantagens

  • Capacidade de deixar suas usuárias ligeiramente mais burras a cada novo retoque.
  • O batom contêm algumas micropartículas de veneno tóxico.
  • Um bastão de batom tradicional não pode ser comido como se fosse um chocolate.

[editar] Composição e fabricação

Um tipo de batom comestível.

A fabricação do estoque de batons mundial é feito por um cartel da L'oreal, Avon, Herbalife, Natura, O Boticário e Coca Cola, em um conjunto de fábricas localizada no Triângulo das Bermudas.

Ninguém sabe muito bem ou tem a curiosidade do que exatamente é composto os batons, mas todos são compostos dos mais diversos ingredientes, entre eles o mais puro óleo de mamona, parafina para dar a textura de vela, vaselina para dar a lisura, lanolina que dá a maciez, tudo isso misturado e assado num caldeirão de aço endurecido e misturado com giz de cera de diversas colorações. A presença de chumbo na composição dos batons que causou algumas mortes por câncer nos consultórios do Dr. House, tornou o batom proibido em muitas partes do mundo, a não ser que seja trocada parte de seus ingredientes por escamas de peixe, cérebro de vaca e silicone.

Os pigmentos variados são criados de diversas formas, os tons de vermelho são produzido a partir de sangue de cabrito, os tons de rosa vem do presunto de porco, os tons de marrom são perigosos porque são confundidos as vezes com chocolate, os tons de roxo são produzidos a partir dos restos de uvas nas fábricas de vinho, os tons cor-de-pele são produzidos a partir dos lábios de outras mulheres cobaias e os tons de verde vem da clorofila.

A cintilação característica dos batons vem de compostos minerais, que podem variar de diamante, ouro e mica para Césio-137 e pó de mico.

[editar] História

Kate Bush ensinou muita gente a como não usar batom.

A primeira a usar o batom foi Eva, que comprou esse produto de uma cobra. Desde então o batom é um dos motivos das mulheres conseguirem manipular as mentes masculinas.

O hábito de colorir a boca ficou conhecido pela primeira vez no Antigo Egito, quando o batom era utilizado por algumas sacerdotisas como instrumento de manipulação mental. Cleópatra foi a primeira mulher do mundo a usar batom para disfarçar a feiúra. Os antigos batons egípcios eram carmin retirada de besouros batidos no liquidificador.

O batom torna-se um objeto de grande apelo feminino, lábios avermelhados simbolizam a excitação sexual feminina que nenhum homem consegue alcançar. Bem como a coloração do sangue, que representa para eles o seu destino após o divórcio.

Sabe-se que os astecas, maias e outros índios também usavam batom, retirado do urucum. Foi popularizado pela Amazonas, em especial a Mulher Maravilha e Xena. Ambas sempre levaram seu pequeno estoque de urucum nas suas bolsas, por isso estão sempre de batom, pode reparar.

Na Grécia do século II as mulheres solteiras eram proibidas de usarem batons, pois lábios descoloridos era costume de mulher mau comida.

Já na Espanha do século IV, as árabes que foram tirar umas férias por ali, introduziram o batom na Europa, e então era só uma questão de tempo para a novidade chegar na França.

Lésbicas não precisam de batons por exibirem outras incríveis qualidade bucais natas.

Durante toda a Idade Média os batons foram banidos pela Inquisição Espanhola por serem considerados obra do satã, capazes de tirar a sanidade de homens. Todavia, o cosmético era na época reservado para identificar prostitutas.

Só no século XVI, quando a Rainha Elizabeth I da Inglaterra, que apesar de não ser prostituta (ela não cobrava pelo serviço) começou a usar batom, pó de arroz e espartilho, lançando a moda que dura até hoje, aquele era o fim das gordas e desdentadas.

A França torna-se uma potência mundial dos batons, porque lá não importa o sexo, todos usam batom. O batom é um símbolo francês marcando o copo de vinho. A partir de então outras coisas começaram a usar batom, como sereias, drag queens, bruxas, travestis e seu namorado broxa.

Batman dialogo coringa.jpg

No século XX o batom finalmente se popularizou universalmente graças à indústria cinematográfica de Hollywood. O sonho de todo soldado na lama da merda da Segunda Guerra Mundial era voltar para casa e ser recebido por sua esposa em um lindo vestido brancos, cabelos ruivos e batom na boca, mas claro que isso ficou apenas no imaginário, na realidade essas "esposas" estavam é se saciando com algum Ricardão, mas usando batom.

Em 1921 o batom é patenteado em Paris com o seu característico formato de bastão, que não é insinuante por acaso, certo dia um francês teve a ideia de criar um estojo de maquiagem em formato de pênis de borracha e havia inventado o batom de bastão sem perceber. Desde então o formato em bastão é utilizado para aumentar a sexualidade no ato de passar o objeto roliço na boca, despertando atenções.

Pena que inventaram os palhaços que se vestem como drag queens. O Coringa é o exemplo mais clássico de como utilizar o batom.

O tipo de cor utilizada do batom representa o status da mulher. Existe uma linha muito tênue dos tons de vermelho que podem determinar se a mulher que a usa é baranga ou sexy. Um exemplo bem evidente disso é que uma coisa é a Kate Bush ou o Coringa usando batom vermelho o que os fazem parecer psicopatas, outra coisa é a Nicole Kidman usando batom.

Nos tempos modernos, vem se observando um número cada vez mais crescente de usuários do "sexo masculino"[1] que usam batom, esses seres são muito fáceis de identificar, basta ver um "homem" que esteja comprando batom para sua namorada... Homens na verdade nunca fazem isso, é óbvio que ele compra para si próprio se produzir para a noite (comprar os rolos de meia para colocar no sutiã não causam constrangimento).

[editar] Como usar

O batom é recomendável apenas para uso adulto devido ao ph de sua composição, mas batom é igual cerveja, ninguém espera até os 18 para usar... E ninguém morre usando, no máximo 1 de cada 1 trilhão de mulheres desenvolve algum tipo de ziquezira nos lábios.

O batom deve ser usado como delineador de lábios e portanto não deve ser usado para colorir outras partes do corpo e não deve ser usado como giz de cera também (questão de higiene, você vai passar aquilo na boca, e aí vai ficar esfregando por mil lugares para fazer desenhos?).

De acordo com o manual da Revista Nova, o correto uso do batom segue os seguintes passos:

  1. Abrir o tubinho (batons vagabundos tem esse tubo quebrado em menos de 24 horas).
  2. Desenrolar o batom magicamente para fora.
  3. Passar o batom nos lábios.
  4. Fazer movimentos sexys nesse processo.
  5. Fingir que está mascando um caroço de pequi.
  6. Tampar o batom.
  7. Guardar na bolsa.
  8. Cuidado para não bater o carro.
Batom incriminando.

O batom vermelho também é utilizado para colorir links de artigos que não existem.

É necessário tomar muito cuidado ao usar o batom, manchar copos, colarinhos e cuecas podem causar inúmeros problemas.

[editar] Notas

  1. Masculino só na identidade mesmo...


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas