Battles of Prince of Persia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Battles of Prince of Persia é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Yuyuko Saigyouji está insaciávelmente faminta em Touhou 7


Batalhas do Príncipe do Irã
Battles of Prince of Persia Cover.png

Não se engane por esta trambicagem na capa, o jogo não é o Warrior Within

Informações
Desenvolvedor Ubisoft
Publicador Ubisoft
Ano 2005
Gênero Caça-níquel
Plataformas Nintendo DS
Avaliação 0,5%
Idade para jogar Até 12 anos

Battles of Prince of Persia é mais um dentre as centenas de jogos semi-inúteis e que ninguém conhece pertencentes ao Nintendo DS. Quando uma franquia faz sucesso num console da Sony ou Microsoft, já é de praxe o que acontece em seguida, que é o lançamento de um caça-níquel podre para o Nintendo DS, sendo este console portátil o recordista em número de títulos caça-níqueis, e para Prince of Persia não seria diferente.

Obviamente o jogo foi um fracasso de vendas, mas como a Ubisoft gastou apenas o equivalente a 2000 cruzeiros conforme a inflação do seriado Chaves e lucrou 2 bilhões de cruzeiros do Chaves com a venda das 7 unidades vendidas, o lucro foi de 2400% e o jogo pode ter sido considerado um sucesso.

História[editar]

Os gráficos são propositalmente mal feitos, para remeter os fãs mais puristas ao clássico Prince of Persia de 1889.

A história é totalmente aleatória e absolutamente dispensável, servindo apenas para estragar ainda mais a aclamada história de Prince of Persia: Sands of Time com alguma coisa genérica e feita de última hora. O jogo conta uma suposta aventura do príncipe da Pérsia durante uma guerra entre Pérsia e Índia.

Jogabilidade[editar]

O jogo foi desenvolvido pelos estagiários da Ubisoft em Montreal, e sabendo que não poderiam lançar múltiplos caça-níqueis de Prince of Persia, eles decidiram reunir todo tipo de estilo de joguinho bobo numa única jogabilidade só, sendo assim surgiu essa mistura cretina entre Avanced Wras, Fire Emblem e Magic.

A falta de criatividade é perceptível até na capa do jogo, um Ctrl+C e Ctrl+V da capa do Warrior Within.