Bauru

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Galinhacaipira.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Cidade-Sanduíche de Bauru
Bauru-brasao.jpg
Brasão da "cidade"
Velocidade Controlada por Buracos e ppelas corresntes das bricicletas.
Localização Estrada de Ferro Noroeste, s/nº.
Clima De manhã: Cinquenta graus à sombra. De noite: -32K.
Governo "
Equipe de Governo O cunhado de confiança do Jade Zogheib, Bambis da Nações Unidas, Empresários da arrecadação para o Carnaval 2008
Heróis Locais Alexandre Alvarez, Casimiro Pinto Neto, Édson Cellulari, Marcos Pontes, Eny Cezarino, Sr. Sampieri, Maníaco do Parque, João Loko,Fernando Sbrabow, Rick Stones, Adula, Tiozão da latinha, japoneis loco, Adnan, Richarlyson, Olavo de Carvalho Pinto grande e ereto, ticao negao
População 3000 Unespianos, 4000 alunas da USC (Universidade do Sutiã e Calcinha), 800 alunos da USP, 50 da Unip, 10 caras que estudam na ITE, 09 bolsitas do PROUNI divididos entre FIB, INHESB e FENIX, oito putas, sete cachorros, três carroças e dois emos. Bauruenses, na verdade, não existem.

Cquote1.png Você quis dizer: Cidade dos Buracos Cquote2.png
Google sobre Bauru
Cquote1.png Você quis dizer: Bauruzinho? Cquote2.png
Google sobre Bauru
Cquote1.png Você quis dizer: Sanduíche Cquote2.png
Google sobre Bauru
Cquote1.png Você quis dizer Cquote2.png
Bauruzinho?
Cquote1.png Cidade dos Buracos? Já comi.. Cquote2.png
Frota sobre sobre Bauru.
Cquote1.png O lanche? Cquote2.png
não bauruense sobre Bauru.
Cquote1.png "Mano olha aquela roda!! é aro 19!" Cquote2.png
Criança Bauruense em conversa com amigos.
Cquote1.png Essa cidade é maravilhosa! Cquote2.png
Pinóquio sobre Bauru.
Cquote1.png "Todo Bauruense de verdade já teve cabelo cumprido" Cquote2.png
Conversa entre moderninhos na antiga Under.
Cquote1.png "EI, BAURU. VAI TOMAR NO CÚ" Cquote2.png
Todos os unespianos que não são do Campus de Bauru.
Cquote1.png É rico?? Então me apresenta! Cquote2.png
Conversa tipíca de Mulheres Bauruenses.
Cquote1.png "Vamos dar um rolê na Getúlio? Cquote2.png
Adolescentes baladeiros.
Cquote1.png Até mesmo esta cidade-dade pode ter algum valor nutri-tri-trivo adequa-quado. Cquote2.png
Ruth Lemos sobre Bauru
Cquote1.png Sim, já comi. Mas Prefiro baguete com salame. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Bauru
Cquote1.png Isso é plágio, é plágio!!! Cquote2.png
Stonehenge sobre Viaduto em Bauru
Cquote1.png Em Bauru tem fruta da boa, comi uma e quase viciei. Odara! Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Bauru
Cquote1.png A cidade do vatapá... vatapá buraco. Cquote2.png
Eu fazendo piada sobre Bauru
Cquote1.png Aqui nosso negócio é 100% lucro! Cquote2.png
Borracheiros e fabricantes de pneus sobre Buracos em Bauru
Cquote1.png Sou de Bauru! Vou comer seu cu! Cquote2.png
Alguém sobre Bauru
Cquote1.png Eu já caí num buraco em Bauru! Cquote2.png
Todos sobre Bauru
Cquote1.png Bauru...Vai à merda, essa cidade! Cquote2.png
Alguém de Jaú
Cquote1.png Bauru...Vai à merda, essa cidade! Cquote2.png
Alguém de Pederneiras
Cquote1.png Bauru...Vai à merda, essa cidade! Cquote2.png
Alguém de Marília
Cquote1.png Bauru...Vai à merda, essa cidade! Cquote2.png
Alguém de qualquer lugar
Cquote1.png Nós temos cinema em 3D e vocês não! Cquote2.png
Bauruense sobre comentários acima
Cquote1.png Bauru sem tomate é misto Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Bauru
Cquote1.png Misto sem presunto é queijo Cquote2.png
Idiota sobre comentário acima
Cquote1.png Capital nacional dos buracos! Cquote2.png
Qualquer um que já foi a Bauru
Cquote1.png Eu vou no Shopping esse FDS. Cquote2.png
Pederneirense sobre Bauru
Cquote1.png Essa cidade é do Nenoooonho. Cquote2.png
Tubinho sobre Bauru
Cquote1.png Ic... buraccco? Teim ninhum não xinhor ic... Cquote2.png
Bebados sobre Bauru
Cquote1.png Aqui na minha terra Bauru é pão, lombo de porco, queijo e tomate!. Cquote2.png
Um "quase mineiro" sobre Bauru.
Cquote1.png Voce cai no buraco e ponto! Cquote2.png
Jornal Bom Dia sobre Bauru
Cquote1.png O recheio deste sanduiche caiu no chão por culpa de alguns buracos Cquote2.png
Carinha da lanchonete sobre Bauru
Cquote1.png Bom, nas lanchonetes é tipo um salgado, assado, quadradao assim, com queijo e presunto Cquote2.png
Um Capixaba explicando como é sobre Bauru
Cquote1.png Haha ontem robei um maluco hoje noes rouba de novo. Cquote2.png
Marginal planejando próximo roubo.

Bauru é uma vila cidade que é considerada a Springfield brasileira. Muito mais que uma cidade, um sanduíche estado de espírito.

Província[editar]

Bauru é uma cidade provinciana, que distribui amor e ódio por todas as cidadezinhas adjacentes. Em 1969 um político da cidade disse que Bauru não era tão bom quanto Marília e Jaú. Por tal fato, respondeu a processo por difamação grau turbo e acabou tendo de indenizar o município de Bauru com vários sanduíches.


Fundação[editar]

Um belo dia no século XVII, o imigrante turco Jad Zogheib, participando de uma expedição bandeirante pelo interior de São Paulo, acabou se perdendo pelo cerrado.

Caminhou por vários dias quando no meio do nada encontrou com o senhor Alcides Franciscato que lhe deu uma carona em sua jardineira prata até uma aldeia de índios caigangues. Lá, como boas vindas, lhe ofereceram uma grande cesta de frutas típicas da região.

Porém infelizmente, as frutinhas fizeram um grande mal ao sistema digestório de Jad, que até então só comia esfihas e pão sírio. Como seu médico particular Pedro Tobias não estava por ali para lhe indicar um bom remédio para seu intestino, discretamente dirigiu-se às margens do Rio Batalha, onde aliviou-se. A cena, entretanto, foi presenciada por Arariboia, pajé da tribo na época, que bradou: "Bahá-Urú! Bahá-Urú!" (do Tupi-Guaraní: Bahá, merda; Urú, monte). Jad, sem saber, havia defecado no rio sagrado da tribo! Evo, então, lançou uma maldição: o turco teria que viver eternamente e presenciar a bosta que tinha feito.

Nascia, então, como que por cagada do Jad, a cidade de Bauru que posteriormente teria grande "Confiança" em seus serviços de mercearia, tornando-se assim o maior explorador de empacotadores e operadores de caixa de toda região.

Entre 1600 e 1880[editar]

Nada aconteceu. Sim, já naquela época não acontecia porra nenhuma em Bauru. Bauru foi fundada no século XP.

Mas, é importante, analisar o período para entender a história da cidade.

Uma garotinha que vivia na Pousada Alegre dos Dois Córregos, onde sofria bullying em um colégio interno, aprendeu com o xamã da tribo dos Tapuia a fazer papel com o amido de mandioca, para poder anotar suas angústias.

Nascia assim a TILIBRA.

Século XIX[editar]

No século XIX, com a cultura do café no interior paulista, as ferrovias começaram a cortar o Estado. Entretanto, como acontece hoje com os ônibus, o trem só chegou em Bauru bem atrasado, lá por 1940. Antes disso, entretanto, algo maravilhoso aconteceu.

Em 1932, durante a Revolução Constitucionalista, um jovem Baurulino chamado Casimiro Pinto Neto alistou-se para lutar ao lado dos Paulistas contra as forças de Getúlio Vargas. Ele e seu amigo Zé do Skinão embarcaram numa pequena aeronave para fazer uma missão de reconhecimento. Logo que decolaram, entretanto, foram atingidos pela artilharia antiaérea inimiga, e caíram numa plantação de cogumelos perto do Bela Vista. Casimiro foi jogado para fora da aeronave e bateu a cabeça numa pedra.

Zé, entretanto, nada sofrera e, para tentar socorrer o amigo, preparou um chá com os cogumelos mágicos do local. Não deu muito certo, entretanto, e as únicas palavras que Casimiro balbuciou antes de morrer foram "pão francês sem miolo, rosbife, pickles, tomate e queijo derretido na água quente". "Mas e o cogumelo?", pergunto Zé, ao que o amigo respondeu: "Não, o cogumelo não entra na receita.". Casimiro não sobreviveu para constatar os benefícios da sua descoberta. Por sua vez, Zé do Skinão (que mudara seu nome para Roberto Marinho) fez fama e fortuna com a receita, criando o sanduíche Bauru.

Vale a pena notar, entretanto, que este sanduíche não tem nada a ver com a Ruth Lemos.

Em 1940, uma pura e casta moça chamada Eny Cezarino chegou a Bauru. No começo, trabalhando para Zé do Skinão, montava em uma moto e entregava Baurus por toda a Bauru. O trabalho de entregadora, entretanto, não dava um bom salário. Eny, assim, demitiu-se da lanchonete do Zé e passou a ser uma trabalhadora da noite.

Ao longo da década de 40, Eny subiu na vida, deixando de ser uma simples puta de rua e passando, aos poucos, a ser dona do próprio puteiro. Abandonou seu ponto na Avenida Duque de Caxias e montou um grande casa de moças de fino trato nas margens da Rodovia Marechal Rondon. Entre estas moças de fino trato destacavam-se Suzana Vieira e Hebe Camargo, na época uma Graceeeeeenha!

Eny, moça de visão, simplesmente montou uma casa de prostituição no maior entroncamento ferroviário da América Latina. Com isso, tornou-se a maior e mais famosa cafetina do Brasil. Fazendo lançamento de varias celebridades pelo mundo a fora como Hebe Camargo e outras !

(Não, não é uma piada. É sério. Menos a parte do Skinão.)

Em uma noite de solidão, Zé do Skinão visitou a Casa da Eny e surpreendeu-se ao encontrar sua ex-entregadora dirigindo o local. Os dois foram à suíte presidencial, onde Zé revelou os ingredientes secretos da receita do Bauru. Eny, assim, constatou que o famoso sanduíche era capaz de torna-la virgem novamente. Eny, a prostituta virgem, assim era chamada pelos quatro cantos.

Fora isso, o Pelé morou em Bauru nessa época. Especula-se que o rei perdeu sua virgindade com uma das pupilas da Eny, embora a própria Eny tenha reivindicado para si o feito. De qualquer forma, desde então ele passou a curtir a coisa e fez muitos filhos: um deles seguiu os passos do pai e hoje faz sucesso no clube espanhol Real Madrid. Seu nome é Robson, mas ele jamais foi reconhecido pelo ídolo bauruense. Pelé é, até o momento, um dos seis moradores de Bauru que já comeram a Xuxa.

Entre 1950 e 1978[editar]

A década de 1950 foi bastante agitada, tempos loucos aqueles. Em 1952 foi comemorado o terceiro cinquentenário da Casa de Couros Sampieri (Ceberla), mas o barril de chope prometido pelo proprietário nunca chegou. Comenta-se que um dos descendentes do fundador do estabelecimento inventou o boliche e o futevôlei.

Em 1953 o Sr. Joseph Almeida II acordou de mau humor e assassinou o prefeito em praça pública. Após o ocorrido, Joseph comeu em seu café da manhã ovos mexidos e soltou gases que vieram a causar um apagão anos depois.

O presidente Ernesto Geisel, em 13 de agosto de 1977, sofre um atentado quando em visita a Bauru. Na ocasião, o MR8, mais conhecido entre os guerrilheiros como MR24, planejava explodir a Avenida Nações Unidas quando o comboio presidencial passasse. Apesar da explosão da Avenida, o plano falhou, o exército desmantelou o grupo, e o guerrilheiro Fernando Gabeira com seu traje feio de canabis sativa, foi exilado na Líbia. Este episódio é retratado no filme O Que é Isso, Companheiro?, de 1997.

Em 1978, ou mesmo antes, nasce então Rodrigo Agostinho (ou Rodricha), grande herói/heroína ambiental e defensor (a) das matas ciliares conhecido por ser um tremendo cagão, pois esse perobo nunca aparece nos eventos que é chamado para ir , enquento prefeito (ou seria prefeita?)municipal, juntamente com Darlene Tendolo,mais conhecida pela alcunha de Sapatendolo, uma assistente social sapatona que até agora ainda não teve coragem de sair do armário. Com apenas um ano de idade foi deflorado/a por uma lebre selvagem, a qual lhe ensinou o valor erótico da natureza. Sua atuação em defesa do verde pode ser vista em toda e qualquer festa/balada da high society bauruense. Muitos se questionam se Agostinho não seria a identidade secreta do Capitão Planeta,ou até mesmo da Fada Sininho, seu arquétipo gay. Outros rumores dizem que este poderia ser a famosa lenda do interior Paulista, o Curupira, devido à sua vasta cabeleira. Também é famoso por limpar avenidas que já estão limpas.

Tempos Atuais[editar]

Com o fim da Casa da Eny, o caos se instaura na cidade. O antigo templo da patifaria (fatiparia) vira sede de churrascos da ITE e abriga outros eventos do gênero. Enquanto isso, na cidade baixa, caminhões tapa-buraco são engolidos por buracos gigantes, até cavalos já foram engolidos por um buraco em 2006, sorte que o corpo de bombeiros salvaram o animal..

Deus, muito enraivecido com decadência da cidade que já nasceu decadente, escolhe Bauru como o alvo de um raio poderoso, que faz com que metade do Brasil perca o seriado brasileiro Chiquinha Gonzaga, da Rede Globo. Enquanto isso, casas noturnas do mesmo dono abrem e fecham, apenas mudando o nome. No entanto, o frequentadores são os mesmos, as casas são as mesmas, a música é a mesma e até os garçons são os mesmos.

A decadência não bate à porta de Jade, que em uma cerimonia oculta em um templo Maçon escondido, invoca os poderes do bode preto baphomet e consegue inaugurar um novo Palácio próximo à Rodoviária, após um moderno palacete à beira da rodovia. Durante a década de 90, a cidade fica famosa ao aparecer diariamente no Jornal Nacional devido às enchentes. Note que após o palácio de Jade às margens do Rio Bauru, as enchentes cessaram.

No aspecto demográfico, há uma queda no número de Emos (que subiu extremamente a pouco tempo atrás), devido a um contra-ataque dos Manos, que em breve cairão... Os metaleiros estão se levantando... Marinas assumem os pontos de controle da Nações Unidas, incluindo o Aeroporto da Nações.

Bauru também tem sua festa popular, a "Grand Expo", realizada todo ano. O nome elegante combina perfeitamente com os frequentadores. Lá você tem o prazer de circular entre animais de raça devidamente cercados (já que o rodeio na cidade é proibido, acreditem). Eles dão um cheirinho excelente ao ambiente em que você vai comer um churrasquinho com cerveja servido a preço de zona. As barraquinhas, além de lanches, vendem roupas de ponta-de-estoque que foram produzidas pela gloriosa e extinta grife bauruína "Mixage", que até há pouco tempo se situava na zona nobre da cidade. A organização é perfeita, já que a feira é montada e desmontada ano após ano e o parque, os estandes e as barracas estão sempre nos mesmos lugares, com os mesmos fregueses e, talvez, com os mesmos produtos. Tudo isso ao som de duplas sertanejas totalmente excelentes, muitas inéditas, e do conjunto "Manos Country", orgulho musical local, que se apresenta sempre no horário em que os bois do leilão vão dormir. A concentração de chifrudos, quadrúpedes ou não, é tão grande, que a área VIP é chamada de Fazendinha.

Pena que esta festa só dure quinze dias. Após este período, o local em que ela é feita - o Recinto Mello O Rego Do Moraes - tem que ser liberado para sediar grandes espetáculos musicais. O recinto é o verdadeiro Madison Square Garden de Bauru, oferecendo aos frequentadores que pagam caro para assistirem shows um ambiente arejado, cheiroso e ecologicamente correto.

No setor universitário, uma suposta descendente do reitor de uma faculdade e uma puta guria retardada posa nua pra um namorado, as fotos são divulgadas pra alegria da moçada e ela desaparece misteriosamente. Um professor da Faac Unesp e diretor da Rádio Unesp é demitido a bem do serviço público.

Um ponto positivo é Bauru ter a maior concentração de salas de cinema com o sistema THX (criado pelo ta-ta-ta-tara neto de Luke Skywalker que utilizou-se a tecnologia dos sabres de luz e funciona utilizando a "Força" ao invés de energia elétrica) da América Latina, onde DEUS em pessoa mostra sua onipresença em todos os alto-falantes das salas antes dos filmes.

No aspecto econômico, Bauru se destaca por sua intensa atividade comercial. Tem mais estabelecimentos comerciais que habitantes. A abundancia de comércio pode ser uma das explicações para o alto nível dos salários da cidade (+- R$ 400,00).

No mercado de trabalho, como opções aos empregos no comércio, existem as bem remuneradas funções de frentista de posto e garçon (só aos finais de semana), onde você pode ganhar R$ 380,00 (com adicional de trabalho noturno).Alem destas opções você tem de ser filho do dono de alguma loja ou outra coisa, pois mesmo capacitado, é praticamente impossível arrumar um emprego que preste na nossa querida "Cidade sem limites".

Não podemos esquecer, claro, de que Bauru possui o maior e mais tesudo campus da UNESP onde as minas são fáceis e eventualmente gostosas. Quase melhor que o sanduíche.

B. B. King Arantes do Nascimento, pai de Pelé, já tocou duas vezes em Bauru. A primeira vez por ocasião da visita da Rainha Elisabeth à cidade, em 1946, quando o músico e a Monarca copularam no banheiro feminino do Armazém Bar. A alcunha "Rei" foi atribuída ao jogador Pelé, portanto, em virtude da sua origem monárquica, reconhecida oficialmente pela família real inglesa em 1970.

Atualmente, a população de Bauru é composta por 60% de paranaenses de Londrina (sendo que metade são putas de londrina do site diabinhas), 20% de chineses donos de lanchonetes na Batista, 10% de árabes descendentes do lendário Jad Zogheib e 10% de aposentados oriundos de São Paulo.

Recentemente a cidade é bem dividida pelo grande número de adolescentes crianças e até adultos se passando por adolescentes nos roles da cidade, Bauru é conhecida pela cidade do cabelo cumprido. Pra você ser do role você precisa ter ou ja ter tido cabelo cumprido, é assim que funciona. Ainda é bastante comum encontrar emos 2006 ultrapassados vagando pelos mais agitados polos da cidade, o ponto mais frequente desses emos 2006 que na maior parte pertence a população do Mari Dota (uma vila bastante conhecida por abrigar um grande número de traficantes, nóias, pedreiros etc. Muito comum você avistar em cada esquina um menor vendendo entorpecentes, você que gosta de uma aventura não deixe de visitar essa vila) é o Habib's a partir das 22h horário que fecha o shopping, e a população imigra-se em peso. Outra realidade da cidade é os moderninhos, onde só os que tem um papai rico pra bancar e claro Um Cabelo Cumprido se adere ao role. Um fato Quase 97% dos adolescentes do role preferem entorpecentes vindo da região (Jaú, Barra-Bonita, Agudos, e principalmente Lençois Paulista, essa ultima, bastante conhecida pela sua famosa farinha Dona Benta)

Era Espacial[editar]

Marcos Pontes, o Astronauta Bauruense. Depois que ele subiu ao espaço, sumiu um planeta: Plutão.

Pontes agora é patrocinado por fabricantes de macacões e não pode usar mais roupas normais. Montou uma barraquinha no mundialmente famoso e minimamente visitado Calçadão de Bauru. Vende suas roupas que não usa mais, souvenirs para fãs (poeira cósmica ensacada, lascas de tinta de seu capacete, pêlos que precisou raspar antes de embarcar na missão espacial, etc) e bilhetinhos de correio elegante nos meses de junho e julho

Por ser um bauruense da gema e ter uma vasta experiência com crateras durante toda a sua vida, a Nasa estuda a possibilidade de convocar novamente Marcos Pontes para a sua próxima viagem ao ambiente lunar. Por ocasião do boato, Pontes declarou à imprensa local que "além de ter experiência com cratera, seu vasto conhecimento de viver no vazio, onde nada acontece, pode ajudar nos dias solitários na Lua". Renato Zaiden já planeja um video, um especial do JC Lua e o famoso jornalista, escritor e produtor do Prêmio Atenção (troféu em promoção este ano, Cordeiro, quer criar o Prêmio Marcos Pontes ao prefeito que mais buracos deu de presente à cidade. Bauru também é conhecia por ter em sua zona rural um vórtice temporal que leva a quem entrou seu interior a época paleolítica. Outra de suas características atais é sua gigantesca falha tectônica que a cada dia toma mais a cidade e é o lugar que as ciganas e o cafetão regional(botucatu), acreditam que ira originar o fim do mundo em 2012. O cafetão regional citado a cima tem 15 anos e comanda um cartéu de prostitutas ou melhor dizendo uma franquia chamada "La Meretriz" que em português significa: a prostituta localizada entre a Rua Amando de Barros e a Rua João Passos em um prédio de 16 andares com campo de mini golfe em sua cobertura.Pau no cu de Bauru

Geografia[editar]

Bauru está localizada no coração da putaria de São Paulo, onde todas as putas dão o cú e dando grande inutilidade à cidade.

Diversos estudiosos tentaram dividir a cidade em bairros, mas a discussão ainda não foi dada por encerrada. Segundo a classificação dos especialistas da Unesp, os mais importantes são: Paulistão, Vitória, Shopping, Camélias e USC. Com o crescimento recente da Grande Bauru, o plano diretor foi modificado para atender as necessidades previstas para 2008.

Vários habitantes de Bauru, dentre eles a maioria Unespiana, entraram com um pedido junto ao fundador Jade Zogheib pedindo que o Bar da Rosa também seja reconhecido como bairro da cidade.

Mapa de Bauru, retirado da lista telefônica.
Bauru em 2009. No centro, a Torre da ITE.

Devido ao crescimento da cidade, os Jardins Bauruenses hoje incluem o Samambaia , o Paineiras (só nome de planta), o sangri-lá e todos aquele condomínios lá onde o vento faz a curva e dao o cu.

Pontos Turísticos[editar]

Tendo em vista que além do Parque Vitória Régia, Praça da Paz (onde a malandragem não deixa os outros em paz), Avenida Nações Unidas, Shopping, Alameda Quality Center, Shopping Nações, Bauru não tem mais nenhum ponto turístico.

Bauru cidades sem limites

Vitória Régia[editar]

Trata-se de um parque, anfiteatro, cartão postal, que passa parte do ano iluminado, parte depredado. No período de depredação, é possível observar a vasta fauna local como acarás, lambaris e girinos todos em reprodução contínua, o que causa muitas mortes e um mau-cheiro terrível.


Nesta época também é possível ver a chegada dos bacuris, pequenos meninos da periferia que fazem acrobacias na ponte e dão pulos no lago, atraindo a atenção dos que por ali passam e, em especial, da Polícia Militar.

No período iluminado, normalmente próximo do fim do ano, há uma ou outra apresentação musical no gramado, uma feira de artesanato, um coral cantando musiquinhas natalinas e depois, rapidamente, o espaço cultural, artístico e social volta ao seu período de depredação e abandono. Vale a pena conferir. Inclusive um flamboiant roxo que, pelo jeito, viverá no máximo mais um ou dois anos. Aproveitem!

Vídeo: Estudantes roubando o Verdadeiro e Único Bauruzinho do Vitória Régia e tomando B.O.

Aeroclube de Bauru[editar]

Nunca desce nenhum teco-teco avião, mas tem um bando de baurulinos olhando pro céu. O mais interessante é que a luz do aeroporto fica a noite toda iluminando as janelas dos apartamentos de um bando de caipira que achou chique morar do lado do aeroporto.

Essa luz forte passa a cada 20 segundos, cegando os idiotas. Há quem diga que essa luz é usada por alienígenas para se localizarem, ou para transmissão de raios gama até a janela dos apartamentos próximos.

Houve um tempo que pousava sim um avião, apenas quando havia show grátis do Lulu Santos no Centro de Extermínio "Mello de Moraes".

Calçadão da Batista[editar]

Conhecida como a "25 de Março" Bauruína.

Localizada no centro da cidade, liga a Praça Rui Barbosa (a da Igreja) com a Praça Machado de Mello (a da Ferroviária). Na verdade liga o nada ao lugar nenhum. Decorada com lindos arcos cuja utilidade é questionada desde a sua implantação, o mais importante corredor de comércio da cidade é repleto de lojas importantes, como a Loja do Macaco, Fórmula 1, a Jô Calçados, Drikka's & Dorff's e Poliana Bolsas.

Muitos moradores da parte rica da cidade disfarçam-se e descem até o Calçadão da Batista para comprar roupas fubangas a baixo preço e desfilá-las nos lugares da high society como se tivessem comprado na 5ª Avenida. É comum que essas pessoas se encontrem por lá, mas por vergonha que têm, abaixam ou viram a cabeça e não se cumprimentam.

A Via Batista é também palco de propaganda política em época eleitoral, um bom lugar para ser atropelado por gente mal-educada e albergue para mendigos durante à noite. Andar pela Batista sem compromisso é o ato de "batistar".

Esta rua também abrange a maior quantidade de lojas de 1,99 por metro quadrado do planeta. Quer comprar paçoca ou um barde de prastico, o calçadão é o lugar.

Ah, se você estiver com a ALTO-ESTIMA REBAIXADA, DEPRIMIDO, se achando FEIO, vá dar uma voltinha no Calçadão... Você vai SE ACHAR A PESSOA MAIS BONITA DA FACE DA TERRA!

Fran's Café[editar]

Iniciando suas atividades em 1972 A.C, O fran's café ultrapassa hoje o Starbucks em valor de ações valor do café por ml. A cafeteria só aceitam clientes que cheguem em veículos da montadora Mercedes-benz, seja na unidade da Rodoviária(Onibus Mercedes) ou Unidade Getúlio Vargas(Veículos). Conta ainda com um cardápio histórico tendo as mesmas opções desde 430 D.C. Somente reajustando os valores, cujo se embasa em 10x o valor da inflação.

O fran's café conta com estacionamento ao ar livre em frente ao café com espaço para quatro mercedes-benz.

99.9,9% de seus consumidores gastam menos de R$10,00. Consumindo tão somente um café e uma agua com gás, enquanto passam o dia inteiro no café fechando negócios ou lendo jornal, fazendo cruzadinha entre diversos outros afazeres interessantes.

Bauru Shopping Center[editar]

Apesar de ser odiado por toda a população, continua sendo muito frequentado por falta de opção. Os frequentadores do "moderno" shopping se dividem em playboys (que moram nas redondezas, as vezes do lado, mas a mamãe tem de trazer na porta pois teme que o filhinho seja assaltado, mas tem de deixar o pimpolho longe da porta para a galera não ver que veio de carona com a mamãe), pré-adolescentes (se você tem mais de treze anos, e não é pedófilo, não adinta ir la para azarar), e outros tipos de pessoas, que geralmente não consomem nada e ficam só perambulando. Anteriormente contava com a participação de Manos, mas entraram em extinção, dando espaço para fãs de Restart com suas lindas e ofuscantes calças coloridas.

O shopping de bauru também é dividido para as pessoas nos dias da semana:

Segunda- Sanduiches

Terça - Manos

Quarta - Toda a população bauruense/região (pra pagar meia no cinema)

Quinta - Adolescentes fãs de Restart (Lê-se Emo pokevoluídos).

Sexta - Manos no shopps

Sabado - Todos vao para o shopping porque não há mais o que fazer na cidade.

Domingo- Dia favorito das Tias-Velhas darem um rolê por lá com a SUV do Marido e com a bolsa lotada de cupom da promoção do Tauste.

O Shopping tem se evoluído de um tempo pra cá, com cinemas, lojas, praça de alimentação e até fliperamas. O estacionamento é uma obra faraônica de causar inveja à qualquer múmia. O shopping é ampliado anualmente a partir da construção dos famosos "puxadinhos" e existe uma velha lenda urbana que diz que a ideia e que ele chegue ao WalMart ou que o Walmart se mude para o Shopping e fique mais um local abandonado ali.

O Bauru Shopping é um dos únicos empreendimentos patrocinados pela empresa Loctite fabricante do Super Bonder, pois nunca usou-se tanta supercola para fazer os remendos em uma construção como nesse Shopping.

O Shopping ainda é um dos únicos shoppings ecológicos do mundo, inibindo o uso de ar condicionado em prol do meio ambiente.

Quer trazer uma franquia nova para Bauru? Existe uma Lei aonde torna obrigatória abrir no Bauru Shopping. A intenção é que até 2341 não exista mais bairros, e todo mundo more dentro do shopping.

O piso do Bauru Shopping foi considerado relíquia pela revista Tititi, contendo chicletes plenamente conservado desde 1973.

O Bauru Shopping é um shopping de causar inveja à qualquer 21 Center.

Após a fantástica obra de expansão que construiu novas salas de cinema, todo mundo passou a achar chique ir ver filmes no shopping pois, segundo a população local, as poltronas são "fofas" mas não recomendamos você colocar a mão abaixo do assento pois é possível que você encoste em um chiclete deixado por algum Emo pokevoluído.

Existe um outro shopping sendo construído desde 1986 por um grupo de hoteleiros de São Paulo. As obras foram suspensas assim que perceberam o quanto o futuro da cidade era promissor.

Torre Eiffel[editar]

Todo o glamour da capital francesa foi transportado para a Vila Falcão, na linda praça em frente à ITE.

De utilidade e gosto duvidosos, a torre é um marco referencial da cidade. Marcos Pontes certa vez disse que foi a sua inspiração: "Quando eu era criança, meu sonho era ir mais alto que a Torre da Ite". Acho que ele conseguiu.

A Torre da ITE. Imagem meramente ilustrativa aumentada em 4 vezes do tamanho original.

Avenida Nações Unidas[editar]

Logo quando o sol se põe, a Nações começa a ficar movimentada, carros indo e voltando, barzinhos e restaurantes começam a lotar e as moças de família recatadas e tipicamente Baurulentas vão às esquinas fazer o ponto e conseguir o dinheiro para a família, ótimo para os solteiros, e para os emos, visto que a grande maioria das "moças" são tripé, perfeito para os emos que simplesmente A-D-O-R-A-M uma "mulher" com uma pegada forte que os envolva com todo o amor que necessitam.Sem contar que no dia 7 de Setembro de 2008 aconteceu em Baurucu a grandiosa parada gay versão do interior,onde se encontraram vários Jecas-Gays desfilando a vontade. Atualmente, a parada gay de Bauru é a segunda maior do estado, não é à toa que Bauru significa "Cesto de Frutas" em tupi.

Provavelmente esta foi uma das causas para a crescente onda de EMOS em Bauru

Bobódromo (Idiotódromo ou Babacódromo)[editar]

Autódromo bauruense com largada na Avenida Getúlio Vargas, tem em seu percurso um longo trajeto em linha reta por essa Avenida até a esquina do BB Batatas, parte do percurso mais congestionada por haver várias pessoas no meio da rua cumprimentando os pilotos. Após essa curva, há mais um pequeno trajeto na rua do pão de queijo e de repente estamos novamente na Av. Getulio Vargas. O piloto faz esse trajeto infinitas vezes, principalmente aos sábados a noite e aos domingos a tarde, até acabar o combustível do carro. Quando o mesmo verificar que o tanque está na reserva, retornará a sua residência. O detentor do recorde desse percurso é algum dono de audi a3 com a incrível marca de 1579 voltas em 8 horas. Também é famoso por possuir inúmeros carros estacionados um atrás do outro, cada um emitindo um som diferente e mais alto possível, com pessoas em volta dançando e bebendo cerveja localizada no capô.

É no bobódromo também (principalmente aos sábados a noite) que podemos assistir inteiramente de graça o maior desfile de Golfs e Audis A3 do planeta(diga-se de passagem carros usados e de BDV,ou seja Boy de Vila), com as mais variadas cores, formas e sons, todos tentando se parecer o mais próximo possível de uma nave espacial. Curiosamente, seus donos acreditam que com um carro desses as outras pessoas vão achá-los mais legais, bonitos e interessantes.

Base econômica[editar]

Bauru é uma cidade que vive de indenização de seguradora por incêndio no supermercado especulação imobiliária comércio, e, e... e... bem, comércio tosco. Uma coisa que se tornou economicamente rentável em Bauru foi abrir casas noturnas e fecha-las anualmente, abrindo uma outra e sites de cobertura de eventos.

Você pode alugar este imóveis como este, de 3.000m2, a preços excelentes.

Problemas atuais[editar]

  • O crescimento de Bauru está aproximando Marília e o cheiro de bolacha Mabel já pode ser sentido em muitos pontos da cidade.
  • Existem mais de 1500 buracos por habitantes, fato que rendeu o famoso apelido da cidade: "Buracos sem limites". Há crateras já bem antigas, em torno das quais muitas famílias se reúnem aos finais de semanda para se banhar, praticar a pesca esportiva e brincar de caça-calota.
  • A seca em Bauru já obriga os bauruenses à trocarem seus barcos por carros para andar nas ruas esburacadas ao invés dos Rios antes formados pelas enchentes.
Nova linha do metrô, em obras

Coisas para se fazer em Bauru[editar]

Bem vindos a Bauru: um limiar entre o campo e a cidade; a cidade sem asfalto e o campo sem a plantação. Foto: exemplo da fauna Baurulina.

Bauru tem muitas coisas pra se fazer. Dentre elas, destacamos:

  • Comer um bauru de verdade, e descobrir que aquilo que serviam na cantina da sua escola é, simplesmente, misto quente com tomate;
  • Sobreviver em meio ao trânsito caótico infestado de Baurulinos e Baurulentos;
  • Pegar uma balada no Habibs ou no Palácio do Jad Zogheib;
  • Conhecer a cobertura particular no espaço aéreo do município destinada somente para proteger os clientes "vips" do Palácio do Jade
  • tirar foto com o "maravilhoso" leão das naçoes e sentir como se estivesse na Champs-Élysées
  • Comer um Bauru;
  • Encher um carro de maconheiros e sair pela cidade pra fumar um beck, desviando das viaturas da polícia como se estivésse jogando Pac-Man;
  • Ficar em algum dos vários postos de gasolina na Getúlio, com o porta malas aberto;
  • Comer o Bauru;
  • Ir no buteco;
  • Zoar os posers iguais a você no bar do Gorpo metaleiro;
  • Beber cerveja;
  • Fumar maconha;
  • Tomar pinga;
  • Comer um Bauru;
  • Cair num buraco;
  • Beber cerveja;
  • Fumar maconha;
  • Ir no buteco;
  • Comer um Bauru;
  • Ficar dando voltas de carro na Getúlio feito um idiota;
  • Cair num buraco;
  • Ir na temida estrada do Sagai;
  • Ir no calçadão de Bauru e descobrir que você é muito mais bonito do que pensava;
  • Comer os caras de Bauru;
  • Ver as fotos da Guria Retardada pelada;
  • E é claro, ir no buteco.
  • Paradas Gays na Nações Unidas
  • Ver o novo ponto turístico: o bauruzinho
  • Cair num buraco;
  • Ir no Wal-Mart e se sentir na Times Square em Nova York;
  • Dar "uma" no Motel Das Nações;
  • Ir no Bar do Valdir
  • impinar moto com escarpamento aberto (barulhenta e fumacenta que ajudam com o seu odor a matar o mosquito da dengue) nas nação unida em frente ao Lelos batida e não felizes ainda ralam a rabeta ( parte de trais da moto) para sair faísca achando que estão num jogo de Gta matando e assustando a populacion baurulina...
  • E Finalmente! Comer um Bauru;

7 Maravilhas de Bauru[editar]

Aproveitando a ótima ideia do jornal Bom Dia, foi feita uma pesquisa ampla com algumas categorias para a escolha das verdadeiras maravilhas de Bauru. Muita coisa e muita gente ficou fora... para uma cidade com tantas maravilhas, não é novidade.

Categoria: 7 Maravilhas de Bauru[editar]

  1. Bauru
  2. Teatro Municipal
  3. CCI Idiomas
  4. A mostra de teatro do Curso Livre de Teatro Paulo Neves
  5. Casa Noturna Santa Madalena
  6. Getulio
  7. Churrascaria Porteira do Rio Grande

Categoria: Obras incompreendidas[editar]

  1. Viaduto do Tidei
  2. Sambódromo
  3. Torre Eiffel da ITE
  4. Estacionamento Bauru Park (prédio de garagens)
  5. Estação da NOB (destruída como está hoje)
  6. Leão do Laranjeira (aquele que fica no canteiro da Nações)
  7. Lanchódromo
  1. Hors-concours: A bola (onde o pessoal ia dar um créu)

Categoria: 10 lendas de Bauru[editar]

  1. Atentado contra o presidente Geisel com a explosão da Nações
  2. Apagão nacional que começou pelo raio que caiu em Bauru
  3. Bauru Shopping integrado ao Wal Mart
  4. Museu do Pelé
  5. Cápsula do Marcos Pontes que será doada pela Rússia
  6. Bauru vai ser a capital do Estado de São Paulo
  7. Shopping Maksoul
  8. Prédio do Centrinho
  9. Chupa cabra
  10. perereca do alumim

Categoria: Celebridades de Bauru[editar]

Ver também[editar]