Pequim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Beijing)
Ir para: navegação, pesquisa
Jackie chan.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Pequim (em chinês 北京; pronuncia-se Beijinho ou Peixinho) é a capital da República Socialista dos Bambus é muito famosa e visitada por milhões de turistas por sua fumaça, pessoas, bicicletas, poluição visual, pagodes, poluição sonora, pandas, poluição do ar, mais pessoas, tráfico de tudo, pirataria, mais pessoas, muita fumaça e produtos a preços irrisórios (falsificação/contrabando/trabalho escravo).

História[editar]

Panorama de um belo dia em Pequim.

Pequim foi fundada por Gengis Khan no século VI depois que ele pulou a Muralha da China e arrasou as tribos indígenas locais. Um século depois Kublai Khan em um acidente numa experiência em laboratório, criou o chinês, uma espécie humana que apesar do macho ter pau pequeno se reproduzia como vírus, e rapidamente já haviam 5 bilhões de chineses que não param de crescer.

Quem descobriu essa cidade foi Marco Polo que organizou ali o governo chinês, seus 200 imperadores e 50 dinastias diferentes, até a chegada de Mao Tsé Tung que colocou ordem na casa e se aliou aos soviéticos que mandavam suprimentos para Pequim através de Vladvostok.

Durante a Segunda Guerra Mundial sofreu com os ataques nazistas, aliados de um bando de piratas chamados de japoneses, mas com o auxílio do comunismo e a rendição japonesa, Pequim se recompôs.

A cidade se tornou o centro das atenções ao sediar as Olimpíadas de 2008 onde ficou marcada pela poluição que matou um terço dos atletas.

Economia[editar]

Chinese Democracy, uma homenagem do Guns n' Roses à Pequim, sede do governo chinês.

Pequim é a maior feira do mundo, 99,99% da população trabalha como camelô (ou outros 0,01% são os políticos), então são bilhões de chineses vendendo bugigangas, e a cidade é totalmente dependente do comércio clandestino e tráfico de tudo que você imaginar, desde ópio e crianças para prostituição a brinquedos, bambus e pilhas. Absolutamente toda e qualquer porcaria que você puder imaginar do mundo, você encontra em versão genérica e a preços camaradas em Pequim, tudo graças ao trabalho escravo, prática ainda legal na capital da China.

Pequim é famosa pela sua comida chinesa.

Demografia[editar]

Pequim não passa de 1 milhão de quilômetros quadrados de prédios, indústrias e carros soltando fumaça tóxica na atmosfera 24 horas por dia. No centro da cidade há uma enorme torre com um gigantesco olho flamejante, aonde o imperador Sauron vigia o movimento de todos na cidade, e manda para a forca quem for flagrado defendendo o Tibet ou Taiwan.

Clima[editar]

Enchentes e desastres ambientais são bem comuns em Pequim, a população já até se acostumou. O ar da cidade é composto por 67% de dióxido de carbono, 25% de óxido de enxofre, 7,5% de monóxido de carbono e quantidades irrisórias de oxigênio.

Atrações[editar]