Beleza Pura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rede-GROBO.png PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.
Lesbianr2.gif Este artigo pode levar-te para o Lado Azul da Força!

Este artigo contém fatos sobre sapatas e é fã da Madonna.

Tatu 7.jpg

Cquote1.svg Você quis dizer: Besteira Pura? Cquote1.svg
Google sobre Beleza Pura
Cquote1.png Experimente também: Beleza Puta Cquote2.png
Sugestão do Google para Beleza Pura
Cquote1.svg EU SOU RICAAA! Cquote2.svg
Bordão de Morna, que viralizou na internet
Cquote1.svg Isso é uma bichona! Cquote2.svg
Severino sobre Mateus/Helena
Cquote1.svg Chamem a ambulância!!! Cquote2.svg
Você sobre Rakelli
Cquote1.svg É preciso ter no mínimo 10 anos pra ver essa porcaria? Cquote2.svg
Você sobre Beleza Pura
Cquote1.svg Hehehehehehe! Cquote2.svg
Pica Pau sobre Beleza Pura
Cquote1.svg Não me amarra dinheiro não... Cquote2.svg
Skank sobre audiência de Beleza Pura
Cquote1.svg Loucura, loucura, loucura! Cquote2.svg
Luciano Huck sobre Beleza Pura
Cquote1.svg Você ganhou um pleistêêêiiichhoooon! Cquote2.svg
Yudi sobre Raul de Beleza Pura

Beleza Pura, substituta de Sete Piçudos é uma novela que fala de silicones, helicópteros, travestis, com participação de gostosinhas burras, no horário das 19 horas na Rede Globo. Na abertura, gostosas aparecem fazendo tratamentos de beleza que sua mãe adoraria fazer, mas não tem dinheiro.

Ficha técnica[editar]

  • Rede Globo - 19h00 (20h nos estados do Oeste e 18h em Portugal).
  • Autora: Andréa Maltarolli [LUTO].
  • Colaboradores: Ivo Pitanguy, Gretchen e Rita Cadillac.
  • Direção: Rogério Gomes (quem é esse???).

História[editar]

A pequena órfã Joanta acaba se apaixonando pelo marido da Cláudia Raia Guilesma, um engenheiro de pirocópteros, que acaba namorando Insônia, a mãe morta-viva de Joanta. Tudo estragado pela vilã Morna, e pelo choro de ambulância de Rakelli, uma aspirante a puta amante boqueteira ajudante de palco no Caldeirão do Huck.

Principais personagens[editar]

Rakelli, uma das salvações da audiência da novela
  • Joanta: pequena órfã, ruiva e estabanada, também conhecida como Regiane Alves. Batia nos avós em "Mulheres Empacotadas", mas não sabe o que fazer nessa novela.
  • Guilesma: Engenheiro de pirocóptero. Velho gordo de 50 anos. Dá pra ver que seu cabelo é branco e foi tingido com Cor&Tom ganhado da Cláudia Raia. Mesmo assim, é o gostosão da novela.
  • Morna: Vilã oxigenada, sem peito e sem bunda, que também trabalhava como engenheira de pirocóptero, até ir pro xilindró, o que é incrivel, pelo fato dela ser RICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
  • Insônia: Morta-viva, mãe da pequena órfã.
  • Dominique: Molequinha chatinha e irritante.
  • Klaus: um punheteiro. (capotador de carros)
  • Felipe: outro punheteiro. (ladrão de diamantes)
  • Betão: cabelereiro viado.
  • Anderson: além de mais um punheteiro, é filho do cabelereiro viado.
  • Renato Gays: Dono de uma clínica de beleza, quer pegar o Mateusão. Se decepcionará quando souber que ele é mulher.
  • Helena (Mateus): Travesti de homem que é mulher, faz se passar pelo marido.
Tânia, ou Mateus de traveco. Um dos pais de família da novela.
  • Mateus (Tânia): Travesti de mulher que é homem, faz por prazer.
  • Hugo: Moleque doente, bichado, desenganado pelo SUS.
  • Rakenga Rakelli: Ambulância extraterrestre que quer dar para o dançar no Luciano Huck.
  • Sheila: Ex-morena do Tchan, agora é ruiva.
  • Robson: Pedreiro burro da porra!
  • Olavo: O novo pobre da praça.
  • José Henrique: futuro senador da República.
  • Eric: Dinamarquês do Paraguai.
  • Valmireia/Meu Bem: Escrava de Insônia. Tudo bem, meu bem?
  • Suzi: Aquela do "vem cá, te conheço?" só que sem falar "vem cá, te conheço?". Ou seja. Sem a única graça que tinha.
  • Raul: Companheiro de Klaus, Felipe e Anderson na punhetança e jogando PlayStation.

Trilha Sonora[editar]

Nacional[editar]

Capa: Guilesma
1. Dois Lados - Frejat (tema de Morna)
2. Beleza Pura - Skank (abertura)
3. Independente (Ladies Night) - Wanessa Camargo (não, não é a versão em português do hit setentista do Kool & The Gang)
4. Vem Pra Ficar - Mônica Besser
5. Madrugada - João Estrella
6. Veja Bem, Meu Bem - Ney Matogrosso
7. Me Deixa em Paz - Milton Nascimento e Alaíde Costa (da novela Lado a Lado)
8. Tu Sais J'ai Vai T'Aimer (Eu Sei Que Vou te Amar) - Nana Caymmi & Márcio Faraco
9. Coisas do Coração - José Augusto
10. Acontece - Jane Duboc
11. Coração Vagabundo - Ana Cañas
12. Malemolência - CéU
14. Argumento - Paulinho da Viola
15. Esnoba - Moinho

Internacional[editar]

Capa: o logotipo da bagaça (idiota, é só comparar a capa do CD com o logotipo da novela. Pronto, ficou mais alguma dúvida? Não, né; ótimo.)

  1. Apologize - Timbaland feat. OneRepublic
  2. I'll be Waiting - Lenny Kravitz
  3. Tattoo - Jordin Sparks
  4. With You - Chris Brown
  5. Love Song - Sara Bareilles
  6. Mercy - Duffy
  7. Set me Free - House Boulevard feat. Samara (a do CD Comando 97 volume 12)
  8. So Small - Carrie Underwood
  9. Show Me - John Legend
  10. One of Those Nights - Heath Brandon
  11. Those Dancing Days Are Come - Carla Bruni (sim, a ex-primeira-dama francesa também canta em inglês)
  12. What I Miss About You - Katie Melua
  13. Never Meant to Hurt You - Wire Daisies
  14. Disco Lies - Moby (o clipe no YouTube é foda pra caralho, vai dar uma conferida! OBS.: procure pela versão SEM censura)
  15. Set me Free - House Boulevard feat. Samara (a do CD LunchBreak volume 10)
  16. Never Can Say Goodbye - Gloria Gaynor (bônus de 1976)

Instrumental[editar]

Sim, existe de verdade. Tem 14 faixas e foi composta por um tal de Rodolpho Rebuzzi (que eu nem sei quem é).

  1. Pot-pourri: Carcará Flight/Normalize
  2. People
  3. Samba Funk
  4. Seduction
  5. Erik
  6. She is Alive
  7. Neon Queen
  8. Os Tralhas
  9. Panoramic
  10. Invocation
  11. Metidão (Power)
  12. Recrudescence
  13. Sad & Mournfull
  14. Sad Helicopter (uau, não sabia que helicópteros tinham sentimentos!)

Abertura[editar]

Composição: Gilberto Gil
Não me amarra dinheiro não!
Mas formosura (dinheiro não!)
A pele escura (dinheiro não!)
A carne dura (dinheiro não!)…

Moça preta do Curuzu
Beleza pura!
Federação (beleza pura!)
Boca do Rio (beleza pura!)
Dinheiro não!…

Quando essa preta
Começa a tratar do cabelo
É de se olhar toda trama da trança
Transa do cabelo, conchas do mar
Ela manda buscar pra botar no cabelo
Toda minúcia, toda delícia…

Não me amarra dinheiro não!
Mas elegância
Não me amarra dinheiro não!
Mas a cultura (dinheiro não!)
A pele escura (dinheiro não!)
A carne dura (dinheiro não!)…

Moço lindo do Badauê
Beleza pura!
Do Ilê Ayê (beleza pura!)
Dinheiro hié! (beleza pura!)
Dinheiro não!…

Dentro daquele turbante do filho de Gandhi
É o que há, tudo é chique demais
Tudo é muito elegante, manda botar!
Fina palha da costa e que tudo se trance
Todos os búzios, todos os ócios…

Não me amarra dinheiro não!
Mas os mistérios
Não me amarra dinheiro não!
Beleza pura!
Dinheiro não!
Beleza pura!
Dinheiro não!
Beleza pura!
Dinheiro yeah!
Beleza pura!
Ah! Ah! Ah! Ah!…