Belo Oriente

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nazifascist.jpg Este artigo foi tomado por fascistas!

Na Itália e na Alemanha, os Camisas Negras e Pardas amam o fascismo e exterminam você, seu comunista!
Cruzada7.jpg Este artigo é relacionado à história.

Lembre-se que o cangaço não predominou em todo o Nordeste.

Hitler curtindo um som do Fresno. Belo Oriente é emo.

Se você não respeitá-lo(a), um deles chamará o Adolfinho para lhe transformar em purpurina.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Belo Oriente.
Cquote1.png Você quis dizer: Belo Horizonte Cquote2.png
Google sobre Belo Oriente

Cquote1.png é 13; é 13; é 13; é 13; é 13; é 13; é 13 Cquote2.png
Pessoa "inteligente" até 1 dia antes das eleições municipais em Santo Antônio de Beloriente do Agreste Piedade do Galo
Cquote1.png Bolsonaro 2018 Cquote2.png
Pessoa inteligente de caráter
Cquote1.png Aposto minha casa que eu volto a mamar na prefeitura Cquote2.png
Pietro em conversa com cigano milhonário
Cquote1.png Nunca vi... Cquote2.png
Stevie Wonder sobre Belo Oriente
Cquote1.png Nem eu! Cquote2.png
Chiquinho Cego sobre Belo Oriente
{{c|Muito menos eu|Um outro cego|Qualquer Coisa {{c|Manga|Tião do pé de mangão|Qualquer Coisa {{c|Sabe quem não tem os pais, não tem dente, não tem pernas e nem vergonha? Tia Nilza hahahahhaah|Aluno retardado|Tia Nilza {{c|Filézinho da tia|Tia Nilza|qualquer um Cquote1.png Sou de Ipatinga! Cquote2.png
Beloorientino em qualquer lugar
Cquote1.png Ainda não roubei nada! Cquote2.png
Funcionario burro da prefeitura
Cquote1.png Cê é lambarí ou é tamanduá? Cquote2.png
Questionamento a um belo orientino sobre sua orientação política
Cquote1.png Uma cidade que só tem gambá de engenho!!! Cquote2.png
Alcóolatra belorientino sobre os outros bebuns da cidade
Cquote1.png Chegou lá ontem. Cquote2.png
Cidadão de Belo Oriente sobre Coca-Cola.
Cquote1.png Brau! brau! brau! úna! úna! úna! Cquote2.png
Grito de guerra da torceda do braunas futebol clube
Cquote1.png Jimi Hendrix era o guitarrista do Led Zeppelin! Cquote2.png
Cidadão de Belo Oriente sobre Led Zeppelin
Cquote1.png Arroz! Feijão! Saúde e educação! Cquote2.png
Grito de guerra da torcida do Oriente (time de futebol da cidade)
Cquote1.png O bom de Belo Oriente são as CabeçaCumpimManguita Cquote2.png
Morador de Belo Oriente sobre as meninas de vida fácil da cidade
Cquote1.png Tunt,Tuntz,Tunt,Tuntz... Cquote2.png
DJ Viola sobre Belo Oriente
Cquote1.png This is Belo Oriente, my mine of gold! Cquote2.png
Humberto sobre Belo Oriente
Cquote1.png ííííííuuuuuuuu! Cquote2.png
Grito de guerra do Tião Galinha - Patrimonio da cidade
Cquote1.png Jogo é jogado e lambari é pescado! Cquote2.png
Gíria local de Belo Oriente
Cquote1.png O povo de Deus no deserto andava, mas a sua frente alguem caminhava Cquote2.png
Beatas em velório
Cquote1.png Segura, na mão de deus, seeeguuuura na mão de deus Cquote2.png
Beatas em velório de rico em beloriente
Cquote1.png Se Vira, na mão de deus, seee viira na mão de deus Cquote2.png
Beatas em velório de pobre em beloriente
Cquote1.png Haja coração! E haja canela!!! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre o clássico Aluvaeira x Braúnas
Cquote1.png Falta muito Papai Smurf?! Cquote2.png
Smurf belorientino em excursão às praias de Guarapari, Piúma e Nova Almeida
Cquote1.png Sim, falta muito!!!! Cquote2.png
Papai Smurf respondendo à questão anterior.
Cquote1.png AAAhh xi pega... Cquote2.png
miro quanto errava um chute na bola
Cquote1.png Ah ha! Uh hu! O aeroporto é nosso! Cquote2.png
Belorientinos sobre a mudança do local de construção do aeroporto da Usiminas
Cquote1.png Ah droga! Não iremos mais para o Bagre de avião ! Cquote2.png
Belorientinos sobre o fato cancelamento da construção do aeroporto em suas terras
Cquote1.png 10^6 para cada habitante. Cquote2.png
IBGE sobre a proporção de eucaliptos x habitantes
Cquote1.png I zuum, I zuum, I zuum. Cquote2.png
Zum e Seus Teclados Melhor Cantor de BeloRiente

Geral[editar]

Então, Belo Oriente é um vilarejo a 45 km da cidade de Ipatinga, fato pelo qual seus habitantes se recusam a se mudar para um lugar mais civilizado, afinal diz a lenda local que quem bebe da água (ardente) de lá, fica viciado (e com cirrose). Conhecida tambem pela sigla vulgo B.O, maneira comum pelo qual seus habitantes tentam confundir alguns ouvidos que entendem BH, pensando que estão se referindo a Capital do estado, Belo Horizonte, ao invés de Belo Oriente.

Dentro dessa "cidade" é liberado fazer o que quiser, não há leis nem polícia. Embora todo mundo tema o Cabo Rocha, uma vez que se você não for amigo do antigo prefeito (seja qual for), ele te multa.

Playboys e Pati's curtindo no transito em Belo Oriente
Estrada para Bom Jesus do Bagre.
Se assuste caso veja alguém na rua depois da meia noite, é um fantasma mesmo
Maior encontro de Pseudos Modelinhos da cidade, o baile do Havaí
Mercearia de Belo Oriente
Buteco de Belo Oriente
Motel de Belo Oriente
Belorientino encontrado pelos garis no dia 2 de março logo pela manhã
Belorientinos em excursão às praias de Guarapari, Piúma e Nova Almeida
Aeronave fabricada aguardando para pousar no aeroporto de Belo Oriente
Moradores locais, chiquerrímos,em suas buscas aos beneficios do governo,auxilio gás, cartão alimentação, bolsa escola. Sem sair do salto, sempre!

História[editar]

Nas guerras napoleônicas, quando a França invadiu o Brasil, teve um francês chamado Guido Marlière, que junto com o imortal Connor MacLeod, um guerreiro escocês do século XVI, ficaram amigos dos moicanos, houve um massacra perto da brauninha, e apenas houve um sobrevivente, um (o último moicano), que depois foi trabalhar na moagem de cana em Belo Oriente se transformando em um moi-cana, criando assim, a primeira escola de engenharia que se tem notícia, por ser a primeira, os formandos recebiam o título honorário de Didelphis marsupialis, vulgo gambá de engenho. Beloriente sempre esteve envolvido em pelejas, quando a exportação de kaxassa foi proibida, no período da lei seca, Alcapone declarou guerra ao brasil, nesta guerra, Chuck Norris, expulsou o MacLeod, mandando ele novamente pra Europa, sob o risco de perder a cabeça. Marnière, foi expulso pra o município de Guidoval onde morreu em 1836, morto pelos indios Tupinambas.

A verdadeira origem do nome da cidade é esta: Tudo começou com um ovo. Era de se esperar que dele nascesse um lindo e vistoso galo, mas um destino traiçoeiro rondava a vida deste futuro galináceo. Uma futura fábrica de cancer, de codinome CENIBRA, ao utilizar um desfolhante químico de nome RANDAP, produziu uma mutação terrível, transformando um simples marsupial, vulgarmente conhecido como tatu peba em um dróide de extermínio. Este novo ser, passou a comer todas as galinhas da região, e matou a honorável mãe de nosso herói, do ovo nasceu um pinto revoltado, jurando acabar com todos os vilões que cruzasse o seu caminho. Este Galo vingador, nasceu assim, fruto de uma fatalidade. Sofrendo grande perseguição, e canssado de apanhar de 5 x 0 no mineirão. ele se alia a um lorde sith chamado Desann, vai à Academia Jedi e é corrompido pelas forças ocultas da Barrosa. Então ele começa a comer todas as galinhas de Jampruca, e é novamente escurraçado peloss índios Moicanos / Tupinambás mas é capturado, com isso, surgiu o nome Arraial Tenha Piedade do Galo . Posteriormente, para fugir, ele usou de uma camisa rosa, e aproveitando uma parada gay, se evadiu para sempre, para lugar incerto e insabido, acreditasse que ele esteja em algum lugar do caribe. Após uma Guerra regional , houve uma espécie de cruzada cristã, quando se juntou a população do Arraial, com os amigos de Juanésia (onde o Geraldo subia nos coqueiros da praça) e os amigos Japoneses (tríplice aliança), Mesquita dos Talibãs foi derrotada. Como homenagem aos Nipônicos, o município teve o nome mudado de Tenha Piedade do Galo, para Belo Oriente. Isso resultou na emancipação política de Belo Oriente de Mesquita, no ano de 1962.

População e Política[editar]

Tenda Casebre Cabana Prefeitura Municipal de Belo Oriente

Não existe população nativa de beloriente, as fêmeas belorientinas possuem como principal característica, o fato de, no ato de parir procurar as cidades vizinhas, utilizando recursos próprios ou cedido pela prefeitura. Estes após o nascimento, podem ou não, ser convertidos em belorientinos, muitas vezes o fato de morar desde a infância em beloriente, não significa ser belorientino, carregando o nascido, eternamente a estigma de ser um "não filho da terra". Os moradores de beloriente, podem ser dividos em tres seguimentos: trabalhadores da prefeitura, pessoas que querem trabalhar na prefeitura, e o povo. o povo é composto por pessoas que não fazem ideia de como é fácil enriquecer na prefeitura. os trabalhadores da [prefeitura] estão entre os melhores profissionais da casa da moeda e da fabrica de colchoes orthocrin, uma vez que só sabem dormir e fabricar dinheiro. Os que querem trabalhar na prefeitura, estão divididos em lambaris e em tamanduás, animais sazonais que podem ser encontrados vagando por todas as ruas de beloriente.

Diversão[editar]

Os Belorientinos não tem outra opção de lazer a não ser Bar do João Gambá e o Mega Lanches, Popular "Luiz" um bar onde os Gambás reunem sempre nas quartas (dia da feirinha), sexta, sábados, domingos e feriados para beber e falar da vida dos outros, este tambem é o único lugar da cidade onde os Playboys podem tirar onda, encostando seus carrões na porta do estabelecimento, é muito comum encontrar carros como Camaro, Civic, Hilux, Punto, F-250, Fusca, Carroça com um Jegue amarrado, lamborghini, ferrari e outros... Quando um Belorientino quer sair precisa viajar para as cidades vizinhas a fim de encontrar outras alternativas ou esperar o ano todo pela festa comemorada dia 1º março conhecida como o "Festival da Cachaça".

Para quem já tem carro:

Belo Horizonte 262 km

Ipatinga 41 km

Cel. Fabriciano 60 km

Açucena 23 km

Mesquita 27 km

Santana do Paraíso 26 km

Governador Valadares 100 km

Outro modo de diversão é todo feriado se entalam dentro de onibus, vans, chevetinhos, 147, brasilinhas e fusquinhas e queimam para estes lugares. Levam sempre a farofa, arroz a grega, o franguinho e a macarronada, o pão com mortadela e muita cachaça em cima. Já a criançada vai tomando aquele iogurte de R$ 1,00 imitação de danone e comendo cheetos amarelo esverdeado com cheiro de chulé. A farra boa é que vomitam tudo no veículo...até no teto.

Esportes[editar]

O principal esporte em beloriente é o alterocopismo, praticado em qualquer buteco copo sujo da cidade, com muitos recordistas, que começaram a carreira principalmente no Bar do João Gambá, alguns capazes de levantar até 5 litro de pinga por dia. Pratica-se também uma variante do futebol, mas, mais civilizado, com destaque aos clássicos regionais, aluvaeira x brauna, e Corrego-fundo x Macuco. Não se pode esquecer de uma modalidade tipicamente belorientina, que é ficar mascando mato seco no canto da boca e contando mentiras, costume secular que tem o objetivo de esconder a boqueira, e também esporte "falardavidaalheiaissmo", esporte praticado em todas as praças de beloriente, principalmente em frente às farmácias da região. Existe ainda uma modalidade de pesca, praticada por alguma belorientinos que está gravada nos anais da história do lugar, dando enfase a espécies como o pacu e o tambacu.

Estádio Municipal recebendo jogo do Oriente x Aluvaeira

Agropecuaria[editar]

Alem da agricultura de sub existência, o que se planta na maior parte do território, é eucalipto, para a criação de Ursos Coala, com a finalidade de produzir papel e sabão em uma fábrica Australiana afixada no município (CENIBRA), que tambem lucra com a extração de couro dos pequeninos bichinhos. Belo Oriente ficará futuramente conhecida como a cidade do "tinha", uma vez que o eucalipto detona com os mananciais de água, os futuros guias turisticos da cidade, mostrarão todos os riachos, lagos, lagoas e fontes da região secos e dirão.... "- Aqui tinha uma bica, aqui tinha uma fonte, aqui tinha uma lagoa..."

Hino[editar]

Belo Oriente entre secas montanhas, Aqui morre aniquilada e infeliz, Tendo aqui só putaria, Considerada o sovaco do país.

Belo Oriente terra fudida, Vossa terra idiota e imbecil, É a bosta que caía, Deste rabo alargado do Brasil.

Quando o sol de manhã se levanta, Belo Oriente se mostra regaçada, E na noite tão fedida aparece, Ser a lua uma puta desgraça.

Belo Oriente terra fudida, Terra cheia de amarguras, E de podres madeiras se eleva, Grande mala preta do zé cruz.

Belo Oriente terra fudida, Ouve agora nosso grito do de horror, Corre corre filha da puta, Pra bem longe desça merda de cocô.

Corre corre filha da puta, Pra bem longe desça merda de cocô, Corre corre filha da puta, Pra bem longe desça merda de cocôooooo.


Autores: Dona Zeca, Bruxo, Miro e Zé Grudento

Dicionário Belorientino - Português[editar]

Para ocê qui quarquer diazin fôr pá B.O, num si perdê pur lá, SÔ !

PRESTENÇÃO - É quano eu tô falano iocê num tá ovino.

PUCAUDIQUÊ? - Assim, tentanu intendê o motivo.

CADIM - É quano eu num quero muito, só um poquim

DEU - o mez qui "di mim". Ex.: Larga deu, sô!

SÔ - fim de quarqué frase. Qué exêmpro tamem? Cuidadaí, sô!

DÓ - o mez qui "pena", "cumpaxão" : "ai qui dó, gentch...!!"

NIMIM - o mez qui in eu. Exempro: Nòoo, ce vivi garrado nimim, trem!... Larga deu, sô!!...

NÓOO - Num tem nada a vê cum laço pertado, não! Omez qui "nossa!.." Vem de Nòoosinhora Paricida do *Perpéto Socorro!...

PELEJANU - omez qui tentanu: Tô pelejanu quesse diacho né di hoje, qui nó! (agora é nó mez!)

MINERIM - Nativo duistadiminnss.

UAI - Uai é uai, sô... Uai!

ÉMÊZZZ?! - minerim querêno cunfirmá.

NÉMÊZZZ?! - minerim querêno sabê si ocê concorda.

OIAQUI - Minerim tentano chama atenção pralguma coizz...

PÃO DI QUEJU - Iosscêis sabe!... Cumida fundamentar qui disputa com o tutu a preferêca dus minêro

TUTU - Mistura de farinha di mandioca (o di mio) cum fejão massadim. Bom dimais da conta, gentch!!..

TREIM - Qué dize quarqué coizz qui um minerim quizé! Ex: "Já lavei US Trem!" "Qui trem bão!!"

NNN - Gerúndio du minreis. Ex: "Eles tão brincannn", "Cê tá innn, eu tô vinnn..."

PÓPÔPÓ? - Mineira perguntando pro marido se Pode Pôr o Pó.

PÓPÔPOQUIM - Resposta afirmativa do marido.

DEUSDE - desde. Ex: "Eu sô magrelin deusde rapazin!"

SPÍA - nome da popular revista "VEJA"

ARREDA - verbu na form imperativ (danu órdi), paricido cum saí. "Arredaí, sô!"

"IM" - diminutivo. Ex: lugarzim, piquininim, vistidim, etc.

DENDAPIA - Dentro da pia.

TRASDAPORTA - Atrás da porta.

DBADACAMA - Debaixo da cama.

PINCOMÉ - Pinga com mel.

ISCOVDIDENTE - Escova de dente.

PONDIÔNS - Ponto de ônibus.

SAPASSADO - Sábado passado.

VIDIPERFUME - Vidru de perfume.

OIPROCÊVÊ (ou OPCV) - óia procê vê

TISSDAÍ - Tira ISS daí.

CAXDZOPÔ - Caxa disopor.

ISTURDIA - Otru dia.

PRONOSTAOINO? - pronde nós tamo inu?

CÊSSÁ SIÊSSE ONS PASSNASSAVASS? - ocê sabe se esse ônibus passa na Savassi?

JIGIFORA - Cidade pertinho do Rio de Janeiro. Confunde a cabeça do mineiro, que não sabe se é carioca.

BELZONTE - Capitar do istado.

ZOIO - Olho

VIADO - bicha mesmo.

Bicha - Gaúcho e carioca...

Piadas típicas[editar]

  • Quem nasce em Belo Oriente é o que? Azarado, mais 41 KM nasceria em Ipatinga.
  • Belo Oriente é uma cidade de 1ª, quando você engata a 2ª já saiu dela.
  • Quando você entra em Belo Oriente lê-se "Seja bem vindo", quando olha-se no retrovisor "Volte sempre".
  • Belo Oriente é conhecida como a cidade sorriso, pois quando perguntam:
    • Onde você mora?
    • Belo Oriente, hahahahahaha!!!
  • Você já viu aquele filme? Jumento de guerra? hahahahahaahah
  • Manga