Ben-Hur

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
L70692-51-logo-51763.png

Este artigo discute coisas intrínsecas dos Anos 50's!
Se você teve infância naquela época, provavelmente já tomou seu Toddy hoje.

Ben-Hur foi o filme que fez a maior jogada publicitária do mundo: o filme prometia cenas de ação másculas para os homens e homens suados e bombados sem camisetas para as mulheres. No fim quem pagou para ver acabou dormindo pela longevidade do filme

Cquote1.png Pai, isso é Conan, o bárbaro? O Conan não parece tão violento... Cquote2.png
Teu Pai quando assistia Ben-Hur com teu avô
Cquote1.png Vovô, que velharia é essa? Eu quero ver Power Rangers! Cquote2.png
Você, dezenas de vezes pior do que seu pai, enquanto via Ben-hur
Cquote1.png Quem é... Ben-hur? Cquote2.png
Seu neto, no futuro

Ben-Hur é um filme das antigas que ganham incríveis oito créditos e logo formaria a classe de filmes Playboys do Oscar junto com outros filmes que ganharam 8 créditos como Senhor dos Anéis e Titanic. Atualmente, ninguém nunca ouviu falar desse filme e nem deve saber porque ele é considerado uma obra-prima.

Alguns "experts em cinema" que jamais viram o filme especulam que deve ter sido culpa de não existirem filmes bons em 1959, sem falar que houve uma grande depressão e crise econômica nos Estados Unidos, o que levou vários roteiristas, diretores e produtores de filmes se jogarem de janelas, qualquer um que visse essa cena, gente se jogando de arranha-céus, acharia que era o fim do mundo e acabavam se atirando também. No fim, de filmes "bons" só sobrou Ben-Hur, que ganhou vários prêmios simplesmente por "falta de concorrentes".

Quem foi Ben?[editar]

Como todos sabem (Ou Não, hoje em dia ninguém mais lê a Bíblia) Ben-Hur era um personagem da Bíblia, antes sua história era só para estar lá, tal como a história de Ester, Davi e de Elias, todos são o que poderiam ser comparados a "personagens quase figurantes" ou "OVAs", só que sem os personagens principais como Moisés e Jesus. Esta informação está errada, pois o Ben-HUr biblico viveu no tem de Salomão, enquanto que o do filme foi inspirado em um livro de Lew Wallace - "Ben-Hur: A Tale of the Christ - 1880".

Ben-hur era praticamente um espectador, tinha a própria história e só lá no fim dela que ele encontra Jesus, não em um momento muito adequado.

A história do filme é só um pouquinho diferente da história da Bíblia, a diferença é que há mais sangue, alguns coadjuvantes a mais e também um possível caso homossexual entre Ben-Hur e seu arquiinimigo Messala.

Sinopse[editar]

Ben-Hur no autódromo de Imola brincando de corrida com as bigas assassinas com seu ex-amigo, Messala.

Considerado um dos filmes mais longos do mundo, por isso a maioria nunca terminou de assistí-lo, se achava que Titanic era grande, que precisavam de duas sessões para ver o filme inteiro, em Ben-Hur a frase "Filme bom é filme grande" é levado a sério sendo que algumas pessoas poderiam dormir no começo do filme e acordar ainda na metade.

Mas como ação era algo inimaginável nos anos 50, seus avós aguentaram isso. Seu Pai só precisou assistir Rambo e, atualmente, a Geração Y tem que se esforçar muito para ver Ben-Hur até a metade. O tamanho só foi um detalhe.

A história conta sobre um cara chamado "Ben" que é traído por seu melhor amigo e amante, Messala, um romano filho da puta. Tudo aconteceu porque uma telha caiu da casa de Ben e matou um outro romano, Messala, sabe-se-lá-porque, disse que a telha caiu de propósito pois Ben havia ordenado, todos engoliram essa e Ben-Hur é escravizado.

Agora vamos fatiar a história inteira e pular partes "importantes" da trama, só o resumo dessa coisa são 50 páginas. Ben-Hur trabalha como escravo da cozinha, por algum motivo salva um romano e acaba sendo adotado pelo imperador Tibério Graco como seu mascote, Ben decide vingar-se lutando com Messala em uma arena até a morte...

Cquote1.png Porque na arena não há regras... Cquote2.png
Ben-Hur para Messala

Essa citação foi bem bíblica! Ben-Hur descobre que Esther vai ter um casamento arranjado, mas ela ama o protagonista, Ben. Ben se atraca em um duelo com carroças-assassinas Bigas, Messala quase morre, Ben salva Esther, que leva Mirian, que estava com Lepra, para conhecer Jesus. Eles não conseguem chegar até Ele e justamente quando estava em seus últimos momentos.

Não importa pois no final, até Ben que só tinha ira, vingança e morte em seu coração é curado e a Lepra de Mirian também. Esther fica com Ben e fim! Economizou quatro horas de filme!

Curiosidades[editar]

Ben-Hur virou um jogo para PS2 que foi um fracasso e não vendeu nada. Por causa do jogo todo mundo pensa que Ben-Hur conta a história do primeiro piloto de fórmula 1 do mundo.
  • Ben-Hur foi um filme recordista de ter levado Oscars, por dois motivos: ser o primeiro épico da história do cinema e segundo por ser um filme longo pra cacete, como ninguém jamais conseguiu assistir o filme inteiro citaram: "É, o filme deve ser bom pois é gigante!".
  • Dos 8 oscars recebidos, 5 deles são inúteis como "melhor figurino a cores", "melhores efeitos especiais", "melhor fotografia colorida" e o genial "melhor letreiro de créditos" (apesar de que ninguém jamais chegou a ver os créditos).
  • Marlon Brando, Rock Hudson e outras dezenas de atores se recusaram a fazer o papel de Ben-Hur e de Messala, o motivo está na curiosidade a seguir.
  • O diretor, sabe-lá-o-que-tinha-na-cabeça, declarou que no roteiro original haveria uma relação homossexual entre Ben-hur e Messala, isso acabou afastando vários atores, restando somente um moço do café para fazer o papel de Messala. Depois de retirarem essa parte do roteiro conseguiram contratar um protagonista.
  • Após as filmagens de Ben-Hur, o diretor decidiu demolir o cenário, pois temia que fizessem mais uma refilmagem do filme, só que na versão do roteiro original.
  • O restante das curiosidades só falam sobre o figurino e sobre figurantes, coisas inúteis.

Prêmios[editar]

  • Oscares: Melhor filme, melhor direção (WTF?), Melhor diretor de artes e cores, melhor figurino, melhores efeitos especiais, melhor ator principal, melhor ator coadjuvante, melhor etc, etc, etc...
  • Prêmios de consolação: BAFTA, David, Grammy e, o prêmio de consolação-mor, Globo de Ouro.

Versões falhas/desconhecidas de Ben-Hur[editar]

Até a criação do Ben-Hur de 1959 era justificável porque as outras versões nem tiveram chance em concorrer com o Oscar, mas depois que fizeram a versão de 2010, as adaptações de Ben-Hur a partir de 1959 começaram a ser chamadas de "falhas" e não "adaptações".

  • Ben-Hur (1907) - Versão preto-e-branco com míseros 15 minutos de filme, se tivesse mais 5 minutos teria ganho o Oscar de "melhor roteiro adaptado". Não se sabe que história tem um filme de 15 minutos.
  • Ben-Hur, a Tale of the Christ (1925) - Versão de 143 minutos de Ben-Hur, ninguém notou mas a versão de 1959 é praticamente a de 1925 só que com mais cenas de ação em Bigas, colorida e gigantesca.
  • Ben-Hur (2010) - Adaptação dos três Bens-Hur anteriores, com ação desmiolada e efeitos especiais gigantescos. Quase ninguém viu essa versão também, o que nos faz refletir o porquê que Ben-Hur ganhou 8 oscares e sua adaptação de 2010 nem chegou a concorrer.