Benzeno

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
SPDF.png
Eita negoço pirigoso, sô!.jpg

Este artigo é relacionado à química.

Caso exista na natureza, tem pra caralho nas minas de Estocolmo.

Não confunda \rightharpoonup com \rightarrow.


Cquote1.png Você quis dizer: Ânus? Cquote2.png
Google sobre Benzeno
Cquote1.png Você quis dizer: Benzendo? Cquote2.png
Google sobre Benzeno
Cquote1.png O que fazem seis carbonos e seis hidrogênios numa igreja? Benzeno! Cquote2.png
Químico, fazendo piadinha sem graça, sobre benzeno
Cquote1.png E aí gata, vamos oxidar o seu anel benzênico? Cquote2.png
Engenheiro Químico sobre cantadas
Cquote1.png Todos os compostos que possuem anel benzênico são aromáticos...ou não! Cquote2.png
Professor de Química sobre aroma do anel benzênico

Reação de oxidação do anel benzênico.

O benzeno, também conhecido por anel benzênico ou núcleo benzênico, é uma importante estrutura da Química Orgânica, pois é o local preferido pelas moléculas para realizarem a oxidação, não raro causando até mesmo o rasgo a quebra do referido anel.

Benzeno[editar]

O benzeno em suas várias formas.

O benzeno é o mais simples dos hidrocarbonetos aromáticos e é composto de seis carbonos e seis hidrogênios (fórmula molecular C6H6), todos de mãos elétrons dados, formando o desenho de um pentagrama do demo um hexágono. A 25°C, o benzeno é um líquido altamente volátil e chapante (sabe-se que soldados alemães, durante a Segunda Guerra Mundial, se chapavam com benzina, que era usada como combustível dos soldados carros), além de ser muito tóxico.

O principal uso dessa merda substância é para chapar os viciados nela e causar enormes explosões, já que o benzeno é extremamente inflamável e gosta de se oxidar facilmente.

Química Orgânica[editar]

Na Química Orgânica, o benzeno tem muitas (ou não) aplicações. Entre elas:

Aromaticidade[editar]

Catalisador muito utilizado em reações de oxidação do anel benzênico.

O anel benzênico é responsável pela aromaticidade, um conceito que os químicos criaram e que ninguém entende. Segundo eles, é uma capacidade que o anel tem de resistir ao rasgo à quebra durante a oxidação. Isto significa que, quanto maior a aromaticidade, mais resistente é o anel. Quanto maior a quantidade de cus anéis benzênicos, maior será a aromaticidade da molécula, pois os anéis se ajudam entre si e, se acaso algum quebrar, os outros fazem curativos no que se fodeu rompeu. Esse fenômeno ainda não é totalmente compreendido por ninguém pelos químicos.

Hidrocarbonetos aromáticos[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Hidrocarboneto.


Ligados ao conceito de aromaticidade, vem de carona os hidrocarbonetos aromáticos, que são todos os hidrocarbonetos que pssuem anéis benzênicos na estrutura, podendo ter desde um a mais de oito mil benzenos. Um desses compostos é o tolueno, muito usado como matéria-prima do thinner, em cola de sapateiro e como droga alucinógeno quando não se tem acesso nem à maconha e nem à cocaína.

Ver também[editar]