Berserk

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Viva a violência!!!
Porrada e muito sangue
Berserk é algo relacionado a Seinen

Este artigo tem a ver com animes/mangás muito sanguinários, onde os personagens enfrentam um mundo cruel e preconceituoso, desmembram seus inimigos ou vivem fodendo umas gostosas!
Cenas gurotirizantes podem aparecer por aqui.
O Ministério Otaku Adverte:
Nunca assista o anime de Berserk sem ler o mangá (antes ou depois).
Nunca assista o anime sem ler o mangá antes.
Nunca assista o anime sem que tenha estômago para isso!!!
Berserk
ベルセルク, beru-se-KERU-KÚ
Gatts dorme.jpg
Gatts e sua espadinha de corta pão
Gênero Seinen, soft hentai, terror, ficção científica, fonte de inspiração para seitas demoníacas
Mangá
Autor Kentaro Demora
Divulgação Orkut
Onde sai Sai mais cedo em São Paulo, o resto sai cada vez mais atrasado.
Primeira publicação Bem antes de você nascer
N° de volumes Só o capeta sabe...
Anime
Dirigido por Lúcifer e Chuck Norris
Estúdio 666
Onde passa Na televisão é que não é...
Primeira exibição Gatts arrombando uma Súcubos.
N° de episódios não é nem a metade do que o mangaká escreve.
Filmes 3
OVAs Se existissem Ovas, você ia se arrepender.

Cquote1.png Você quis dizer: Dark Souls Cquote2.png
Google sobre Berserk
Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Anime de homem Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Berserk
Cquote1.png Experimente também: Hokuto no Ken Cquote2.png
Sugestão do Google para Berserk
Cquote1.png Cuidado, seu Gatts! é uma cilada! Cquote2.png
Pedro sobre o eclipse.
Cquote1.png Um dia eu vou ler as aventuras do espadachim negro para os meus netos. E até lá, o mangá ainda não vai estar completo. Cquote2.png
Otaku paciente sobre o mangá Berserk
Cquote1.png Esse desenho foi inspirado no meu modo de viver Cquote2.png
Kratos sobre Berserk
Cquote1.png Aqueles japas plagiaram os meus cenobites, depois de eu plagiar o H.P. Lovecraft! Cquote2.png
Clive Barker sobre os cinco componentes da mão de Deus
Cquote1.png Volta para sua, Jericó. Cquote2.png
Gatts sobre Cliver Barker
Cquote1.png Mas bah, tche! Que guerreiro bagual! Cquote2.png
Gaúcho sobre Berserk
Cquote1.png É violento! É educativo! Mas muito violento! VIVA A VIOLÊNCIA!!! Cquote2.png
Jimmy sobre Berserk

Berserk é mais um daqueles desenhos educativos cheios de sangue, porrada, mais sangue, estupro sexo, mais sangue, cabeças voando, ainda mais sangue, tripas de gente, tripas de demônio e... sangue para todos os lados, e mais de 100 mortos por episódio (sem esquecer do sangue absurdo). E tem um pouco de história mas ela é pouco relevante, tanto no anime quanto no mangá. O mangá e anime de Berserk são particularmente famosos no meio otaku por serem infinitos, tanto que a coisa começou a ser feita em 1990, e em 2018 ainda tem material sendo lançado, o que nos leva a crer que seu mangaká é algum baiano foragido no Japão, só pode.

O mangá recebeu adaptações em forma de OVAs (não de peixe), totalizando três que me esqueci o nome (se quiser pesquise no Google), que na verdade é tudo um remake do anime podre, como forma de tentar corrigir o final merda do anime.

Enredo[editar]

Gatts empunhando sua espada pelo seu bofe.

Em tempos distantes o mundo era um lugar livre onde, caso você quisesse conquistar o planeta, bastava apenas juntar um bando de vagabundos e sair por aí matando um monte de gente. O começo desse mangá não envolve monstros de 5 metros de alturas dotados de tentáculos estupradores, mas apenas as aventuras de uns arruaceiros chamados de "Bando do Falcão", uns inúteis que tem uma biba chamada Griffith como líder e os eguem em todo lugar sonhando um dia comer o rabo daquela bicha. Tudo parece estar indo bem até que num dia um brutamontes chamado Gatts decide integrar aquele grupo de arruaceiros, o bombadão logo começa a ganhar prestígio de todos por ali, despertando a maior inveja no Griffith, que ama ser o centro das atenções e a partir de então começa a vestir armaduras especialmente feitas por Clóvis Bornay em tentativas de chamar mais atenção e estabelecer sua liderança naquele grupo de degenerados. Gatts é só um indigente que foi vendido pelo próprio pai adotivo e o inevitável aconteceu, aprendendo desde cedo a tomar muita espadada até perceber que o que era bom mesmo era ter uma espada gigante e ele próprio sair distribuindo espadadas a torto e a direito (distribuindo pancadas, o que você pensou que fosse?). Quando entrou para o Grupo do Falcão só não ficou sendo o líder porque foi derrotado numa partida de pedra-papel-tesoura, virando assim escravo (para fazer t-u-d-o o que o mestre mandar) do chefe. Afinal o chefe do bando se chama Bibith, Griffith um francesinho fresco que se apaixona a primeira vista por Gatts, nunca tinha encontrado alguém que soubesse usar tão bem uma espada grande como a dele.

Não se deixe enganar com a aparência cuti-cuti. Schierke já fez pacto com quase todos os tipos de demônio.

Mas o ciúmes de Griffith vai às alturas quando em um episódio Gatts foi currado sem dó nem piedade por um cara seis vezes maior do que ele, algo que Griffith queria para ele. Gatts ficou duvidando assim da própria masculinidade, querendo morrer por ter esquecido de usar camisinha, também por ter descobrido que sem vaselina o dito cujo esquenta e arde, e ainda planejando vingança por não ter recebido as cestas básicas que lhe foram prometidas. Não apenas isso, Griffith descobre que Gattas comeu a Caska, a única biscate do Bando do Falcão, que Griffith obviamente não queria comer mas a usava para ficar se fazendo de difícil e isso alimentava seu ego.

Bibith Griffith, como todo viadinho metrossexual, fica putinho da vida quando Gatts resolve abandoná-lo. E para se vingar invoca uma super suruba com demônios, hentai com tentáculos, sangue, guro com hentai, hentai com vísceras e outras coisas legais, estuprando tanto a pobre Caska que ela fica totalmente traumatizada virando uma retardada. Momento quando se inicia a segunda fase do desenho, ou melhor, do mangá, já que no desenho acaba por aí.

Skull Knight, aliado misterioso que aparece só para falar nada com nada e ir embora como se estivesse com pressa para fazer alguma coisa, quando na verdade nada o impediria de permanecer mais um pouco e explicar melhor o que porras está acontecendo.

O enredo gira sempre em torno de Gatts, um típico matador de monstros que quando fica muito puto entra em Modo Berserker e é capaz de matar mais de 8000 mil (para quem não sabe, Berserk é justamente uma expressão que descrevia um estado de espírito onde a pessoa adquiria força e velocidade sobre-humanas). Nesta fase Gatts é só um psicopata maluco e caolho brandindo sua espada e matando demônios e pessoas a torto e a direito (em grande parte, isso acontece por ele estar muito puto pelo que acontece na primeira fase). Ele é seguido por figurantes, como uma pequena bruxa loli, um elfo que mais parece um inseto, um trombadinha inútil e outros personagens que não acrescentam em nada na carnificina contínua que o mangá oferece.

Quer saber como acaba? É melhor escrever sua fanfic, o autor do mangá vai morrer antes de encerrar sua obra.

Mas que diabos acontece depois que termina o anime?[editar]

Primeiro e acima de tudo, se você estava assistindo no computador, você fecha seu player e fica puto. Se você estava assistindo via torrent num DVD original em japonês você desliga a TV e fica puto. Se você é da velha guarda e assistiu em um VHS encomendado dos antigos fansubs (aqueles que pediam para você "não vender nem alugar esta fita, pois foi feita de fãs para fãs", sendo que eles mesmos cobravam o olho da cara por cada uma) pelos correios, você ficou puto e usou a fita para gravar algum filme do Cine Band Privé por cima.

Depois disso, você provavelmente começa a procurar pelo mangá, e quando o acha, percebe que assistir o anime foi uma bela perda de tempo, mas depois fica mais puto ainda quando descobre que o manga é mais perda de tempo já que nunca acaba e só sai, quiça, um capítulo cada 6 meses, estando ainda em produção de 1990 até 2018...

Técnicas de luta em Berserk[editar]

Cquote1.png Era grande demais para ser uma espada, de fato era um maciço de ferro Cquote2.png
Única escrição da Matadora de Dragões em todo o capítulo

Defesa com a boca: (herança maldita da fase homossexual) Técnica poderosa que consiste em segurar a espada do adversário com a boca. Grift ao ver Gatts mordendo a espada com a língua resolve poupar a vida de Gatts. O viadinho ficou doido para aprender a segurar espadas com a boca igual o Gatts.

Espada-escudo: Para que ter uma espada afiada e com grande mobilidade e um escudinho de bosta quando se pode ter uma espada maciça de ferro que além de fazer um home run com seus inimigos ainda serve de escudo contra investidas de monstros?

Braço-canhão: A lenda de que o coice de um canhão pode arrancar seu braço longe é pura invenção da mídia golpista contra essa técnica que Gatts usa exemplarmente toda vez que começa a apanhar feio, sendo assim, usando em média duas vezes por batalha, ainda sem perder o braço até agora.

Matar geral: Técnica inventada por Chuck Norris e aperfeiçoada pelo Kratos, é mais utilizada por Gatts, Zodd e o general rinoceronte que consiste em rodar sua arma e matar todos os adversários de papel de uma só vez economizando tempo e marcando frags mais rapidamente. No final, Gatts finge que um pouco do sangue que voou nele é dele, apenas para que os demais soldadinhos de merda sejam as próximas vítimas.

Gatts e sua espada com ferro o suficiente para fazer um trem.

Estupro coletivo: Técnica com efeitos psicológicos comprovados contra qualquer inimigo. Foi o que levou a mulher Caska-grossa de Gatts literalmente à loucura, logo após ter sido abordada e violentada por dezenas de demônios maus elementos, durante um eclipse. Após a consumação do ato, o padrinho do casal, Seu Madruga Skull Knight, sugere abandonar o filho feio, que mais tarde acaba sendo sacrificado num ritual macabro para o nascimento do coisa-ruim com jeito de bicha.

Dar pro senhor feudal: Criada e usada exclusivamente por Griffith, é uma puta viadagem, técnica covarde, putaria imoral e suja, foram os que os puristas disseram sobre essa técnica de mestre que deu pro velhote vantagem na guerra.

Técnica sadomasoquista: Técnica de tortura desenvolvida por Farnese, em conjunto com sua vítima seu ajudante Serpico, utilizada para interrogatório. Sua eficácia é duvidosa, visto que Gatts sequer piscou quando foi interrogado e Serpico aparentou ter gostado da experiência sexual.

Técnica da Possessão: Já foi muito utilizada pelo Exército, pela Marinha, pelo rei bicha que comeu o Griffith, pelo próprio Griffith, mas é utilizada principalmente pelos demônios mais fracos que são atraídos pela espada pelo estigma do Gatts. Consiste em penetrar em alguém, fazê-lo ter delírios e também reações estranhas. Farnese foi uma das vítimas mais notórias desta técnica, pois não bastasse ser possuída, tomou gosto, tirou toda e qualquer peça de roupa e pediu para que Gatts a rachasse no meio com sua espada avantajada.

Capturar um refém: Técnica bastante útil quando você não tem para onde correr e dispõe de uma mulher indefesa. Consiste em agarrar a vítima, apontar uma arma qualquer para o seu rosto e ameaçar violentar ferir a garota caso a multidão não saia do caminho ou tente impedir a sua fuga. Se a vítima gemer gritar de terror, a técnica se torna ainda mais efetiva. Gatts utiliza esta técnica quando necessário. Porém, algumas vezes a garotinha indefesa começa a seguir o espadachim negro indefinidamente, mesmo depois dele soltá-la e retirar a espada da frente do seu rosto, o que nos leva a crer que, às vezes, elas gostam.

Personagens[editar]

Gatts/Guts/Gantz/Goku
O personagem caolho principal do desenho. Depois da segunda temporada ganhou por três vezes seguidas o prêmio Jason de Ouro por suas boas performances em mutilação brutal. Tentava parecer fodão na primeira saga, mas estava sempre obedecendo as ordens de Griffith, principalmente depois deles terem rolado ladeira abaixo um segurando a espada do outro. Mas depois que seu chefe biba trai todo mundo trazendo um bacanal de suruba de demônios pra comer todo mundo (literalmente e figurativamente) Gattas fica puta e se torna um espadachim negro matador de demônios, além de cuidar de uma mulher demente, sua ex-namorada Caska. Gatts possui uma habilidade única, ativada depois de matar mil ele vira o Cão e ativa o Modo Berserker, tornando-o capaz de rivalizar com personagens do nível de Chuck Norris e Capitão Nascimento. Diz-se que sua raiva se deve ao fato de ter sido estuprado quando ainda era apenas um marginalzinho menino levado do Grupo do Falcão. Nascido de uma árvore de pessoas executadas nasceu fruta como filho do condenado e foi adotado por um bando de mercenários que lhe ensinaram a apanhar dar porrada e mais porrada. Apesar de ser antipático e estar sempre sangrando e lutando com capetas gigantes estupradores, ele tem a capacidade de atrair pessoas que simplesmente não desistem de sair da cola dele.
Griffith/Bibith/Gayfith
Ex-líder do movimento Homossexual do Grupo do Falcão (uma espécie de parada gay onde cada vez mais pessoas se uniam à bicha mor) e grande ancestral de Jeremias. O seu formidável exército contava com grandes guerreiros talentosos como Pippin, Judeau, Corkus, Rickert e Caska, ou seja, Gattas tinha sempre que resolver tudo. Homossexual não assumido, no decorrer do anime ele decide vender sua alma ao demônio e foder a Caska, não por prazer próprio, mas só para fazer ciuminho no Gatts mesmo, e depois comendo também a princesa Charlote só porque estava em depressão profunda após seu macho partir, deixando Gatts mais enciumado puto da vida ainda, além de ter dado para um reizinho de quinta para descolar uma graninha extra no fim do mês.
Caska quando não esta atraindo algum tarado na série.
Caska
Ex-mulher macho, durante mais de 4 anos viveu rodeada com 3000 homens e conseguiu se manter virgem, provando que só tem boiola neste Bando do Falcão, deviam trocar o nome para Bando do Pavão, e que só não foi cola velcro porque não existia outra mulher próxima da primeira saga, muito menos mulher sapatona. E além disso sempre vinha com um papo estranho de que "quer ser uma espada a serviço do Gayfith", mas quando está excitada só consegue dizer coisas como: "Er...hã...uh... CALABOCA!". Depois de muito tempo sem provar da fruta ela finalmente perdeu o cabaço para o Gatts. Depois disso, se empolgou e deu para o Gatts de novo, para o Griffith, para dezenas de demônios gigantes, para o Griffith de novo... até que perdeu a cabeça, pois já havia perdido o cabaço há muito tempo, ficando biruta. Seu estupro, porém não deve ser visto como surpresa, pois Caska é um ímã de estupro, sendo quase estuprada umas 37 vezes depois da suruba demoníaca com o Griffith, inclusive depois que ficou louca, tendo que ser salva por Gutts a todo momento. Aparentemente todos querem estuprar Caska: Bandidos, soldados, monstros, demônios, bibas do capeta, Stickmans, mafagafos e Digimons. Há inclusive relatos de mulheres que criaram um pênis espontaneamente apenas para poder estuprar a Caska, provando que ela não deveria estar num anime de ação, pois lugar de mulher é no hentai na cozinha (apesar que, no caso, o fogão ser bem capaz de querer estuprar ela também).
Pippin
Um hobbit traidor do movimento Senhor dos Anéis, véio que virou um grandalhão. Nunca matou ninguém, na verdade acredita-se que ele entrou no grupo pelas cotas para hobbits. Antes de entrar para o Bando do Pavão Falcão, aprendeu a ser cabra hómi com Jeremias. A palavra mais sábia dita por ele em toda a sua vida foi: "Bebe!". Tem seu ponto alto na estória ao ser devorado por demônios escrotos que o partiram ao meio sem dó nem piedade.
Jádô Judeau
Tataravô de Naruto, é o personagem carismático que mais lembrava o Chico Bento com seu nariz, tinha como principal função na história ter conversas de efeito com Gatts nas quais eles fofocavam sobre Griffith, técnicas de batalha, as roupas do Griffith, as melhores armas, sobre como o o Griffith é bonzão e quaisquer outros assuntos que envolvessem nada a ver com nada ou pagar pau para o Griffith. Suas armas favoritas eram as adagas por serem fashion ágeis. Ensina Gatts a atirar facas, coisa muito útil. Também morre na suruba dos demônios no final da primeira fase.
Corkus
O personagem secundário e antipático, ninguém gosta dele por ser bobo, chato, feio e cara-de-mamão, fim de papo. Tenta recuperar um mínimo de honra na hora de morrer, mas nem isso consegue, indo por livre vontade abraçar um Xenomorfo, no auge da loucura, achando que o bicho era algum tipo de mulher gostosa naquela suruba indigesta que foi obrigado a participar antes de morrer.
Akuma.
Zodd
Nosferatu Zodd, o Imortal, conhecido assim por estar vivo há milhares de anos e por nunca morrer. Era o cara mais fodão de todo o anime, até virar a montaria e ursinho de pelúcia do Gayffith. Hoje, desmotivado, é só um go-go-boy dominado. É praticamente o Akuma (Street Fighter) em versão medieval e seinen, já que ambos são extremamente brutais, procuram oponentes fortes e tem fama de Imortais.
Skull Knight
Ex-ator do elenco de He-man e primo do Seu Madruga, é um cara que usa roupa de caveira e monta um cavalo com a mesma fantasia (fazer o quê? Cotas para cosplayers nos animes dá nisso). É aquele personagem de anime que o povo só gosta pelo visual e por ficar se fazendo de superior ao protagonista, sempre aparecendo do nada para ajudar os heróis e sumindo do mesmo jeito que apareceu. Gosta de falar coisas nada a ver, só deixando tudo mais confuso, é um troll, nada está o impedindo de explicar as coisas com mais clareza, ele fica fazendo mistério só pra encher o saco mesmo e ver o circo pegar fogo.
Puck
Elfo que mais parece uma mariposa, ele nem é citado no anime devido a sua grande insignificância e chatice, além de ser dele as capas de mangás mais desconcertantes da história, onde aparece nu fazendo a maior vergonha para quando algum fã vai comprar o mangá na banca e precisa encarar o jornaleiro tentando entender o que alguém está comprando aquilo. Puck é uma mistura de emo com hobbit e mosca, entrou no anime pela cota de bichinhos de pelúcia emo. Não desgruda de Gatts apesar de ser insultado, humilhado e esmagado constantemente por Gatts, usa a bolsa do Gatts como ninho e sempre está tentando dar aulas de direitos humanos tentando transformar Gatts em um pessoa normal (ou seja: é um idiota. Qualquer um com um mínimo de inteligência saberia que isso é perda de tempo). Ao que parece, Gatts só não deu fim nele ainda porque Puck ainda pode eventualmente servir como munição para seu braço-canhão, se a situação apertar. Porém desconfiamos que o problema é que Gatsu ainda não percebeu que essa coisa não engorda e não vai dar pra usar no sanduíche da tarde. Melhor manter como penicilina fresca para uso tópico.
Schierke
Garotinha fodástica que é possuída por faz altos pactos com orixás, demônios, youkais e espíritos mágicos. Ela tenta de todas as formas despertar o lado pedófilo de Gatts, perseguindo-o por toda parte sem o menor motivo para tal senão tentar perder seu cabacinho, só que Gattz tem ereção olhos apenas para Gayfith Caska e não gosta de garotas sem peito. Ela é até agora a unica personagem feminina que não foi estuprada por demônios ainda.
Isidoro
Garoto medroso que só sabe correr, atirar objetos, correr, implicar com Schierke, correr, pagar pau pro Gatts, correr e fugir. Recebe uma adaga mágica e uma espada mas não sabe o que fazer com elas. Ainda assim sonha em se tornar o novo Gatts, e está ali apenas para ser mais um personagem figurante para ficar pagando pau pro Gatts toda vez que o protagonista corta mil demônios ao meio.
Sérpico
Puxa-saco/guarda-costas/escravo/meio-irmão incestuoso de Farnese, no fundo odeia Gatts pois é com ele que ela quer perder o cabaço. Utiliza uma capa e uma pluma (ui!) que lhe permitem manipular o vento, sendo um dos poucos aliados (?) de Gatts que serve pra alguma coisa além de só assistir o grandalhão fazer quase tudo sozinho, ou pelo menos serviria se não gastasse tanto tempo tentando agradar a inútil Farnese.
Farnese
Uma Inquisidora pirofagista com transtorno de personalidade, se une ao grupo só pra dar trabalho na esperança de que resolvam seu problema. Ela é totalmente sádica, mas com certas tendências masoquistas ainda reprimidas. Não é raro ela ficar nua e pedir para que Gatts corte a vagina dela ao meio com seu espadão. Também não é raro ela se molhar todinha enquanto assiste outras garotas sendo marcadas com ferro quente.
A abertura do cu das trevas...
Idea of Evil
Bicho que só aparece na hora da orgia dos demônios, quando Griffith menstrua no Behelit. É o eclipse responsável pela abertura do véu das trevas, conhecido como Cu de Lincoln.

Mãos de deus[editar]

Femto (alterego de Griffith) em um programa de auditório do submundo (reparem o jeremias no canto esquerdo).

A Mão de Deus é uma reunião de capetas constituída de cinco entidades (no mangá temos apenas quatro, o quinto membro é Griffith que se transforma numa Galinha Vermelha chamada Femto), a função dessas entidades é foder com geral na Terra, porque assim quis Deus. Essas entidades tem um plano de crédito por pontuação que você ganha se ficar chacinando pessoas:

A cada 100pts você vira um apóstolo, podendo transformar-se em um monstro escroto e ser morto por Gatts. Com 200pts será um novo membro da "Mão de Deus", podendo agora, além de ser um monstro escroto, poder ir visitar o inferno se precisar fugir do Gatts. Com 1.000pts, caso você já esteja de saco cheio de implantar o caos pelo mundo medieval você pode fazer algo a sua escolha como estuprar uma gostosa.

Além disso, aquele que possuir um Behelit poderá escolher entre morrer (grande escolha) ou se tornar um monstro feio para caralho bem poderoso (mas só se for um predestinado e for sorteado e estiver com o seu carnê do Baú em dia, assim te aceitarão como um membro líder da Mão de Deus, terá o Ovo do Rei Conquistador, um Behelit vermelho, barras de ouro, uma fantasia de coelho, uma nave espacial e um maluco que te persegue nos quatro cantos do mundo e ser feio para caralho (de novo).

No último capítulo do anime, a entidade Void (o mais feio dentre os Mãos de Deus), coloca em todos do Grupo do Falcão uma estigma, que na verdade é só uma tatuagem bem meia-boca (com exceção de Rickert que não estava lá durante o eclipse porque era inútil de mais para resgatar o Bibith). Gatts tem essa marca no pescoço, ela sangra e dói quando demônios estão por perto.

Diferenças entre o anime e o mangá[editar]

  • História
    • Anime: "Terminou" com um pseudo final e deixou todo mundo puto da vida.
    • Mangá: Não terminou e todo mundo tá puto, já que o criador começou em 1900 e guaraná com rolha, e provavelmente vai morrer antes de terminar.
  • Sangue
    • Anime: É vermelho , dos monstro é verde.
    • Mangá: É preto, dos monstro também é preto (mesmo porque mangá é em preto e branco mesmo, aí ninguém percebe a diferença).
  • Traço
    • Anime: Razoável.
    • Mangá: Você não entende nada, parece que alguém gozou tinta preta em cima das páginas.
  • Personagens
    • Anime: Lotado de figurantes.
    • Mangá: Ainda mais lotado de figurantes.
  • A carnificina
    • Anime: É animada e colorida, mas sem muito sangue, leva alguns segundos e as vezes minutos.
    • Mangá: É estática e em preto e branco, mas com muito mais tripas, olhos, dedos, cabeças, coração! (pela união dos seus poderes eu sou o capitão planeta!! -vaiii planeta!!) e outros órgãos voando, pode durar paginas e mais paginas, até capítulos inteiros.
  • A Trepança
    • Anime: É animada e colorida, mas muito censurada, só os personagens principais trepam. E a trepada parece shoujo de tão meigo.
    • Mangá: É estática e em preto e branco, mas com muito mais peitos, bundas, bilolas, posições do kama-sutra, etc. E todo mundo trepa feliz (incluindo trolls, demônios, zumbis, tentáculos e etc). As vezes parece hentai de tão sacana.
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Berserk no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg