Beto Bicha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png Você quis dizer: José Richa Cquote2.png
Google sobre Beto Richa

Cquote1.png Você quis dizer: Reto Bicha Cquote2.png
Google sobre Beto Richa
Cquote1.png Você quis dizer: PlayBeto Bicha Cquote2.png
Google sobre Beto Richa
Cquote1.png Você quis dizer: Beto Rincha Cquote2.png
Google sobre Beto Richa
Cquote1.png Você quis dizer: Beto Bicha Cquote2.png
Google sobre Beto Richa
Cquote1.png Você quis dizer: Beto Bicha Cquote2.png
Google sobre Beto Richa
Cquote1.png Experimente também: Beto Barbosa Cquote2.png
Sugestão do Google para Beto Richa
Cquote1.png Ó mêo PHAAI!! Cquote2.png
Inri Cristo Beto Richa, sempre que se desespera, recorrendo a seu pai, o cacique paranaense José Richa
Cquote1.png Tenho uma richa com ele. Cquote2.png
Roberto Requião
Cquote1.png O único que pode se candidatar a uma segunda reeleição seguida. Cquote2.png
TSE sobre Beto Richa
Cquote1.png Cadê o Beto? Cquote2.png
Outros candidatos, antes dos debates na televisão
Cquote1.png Cadê o metrô, ora? Cquote2.png
Curitibano sobre Beto Richa
Cquote1.png Ah mas ele é tão bonitinho, então eu vou votar nele. Cquote2.png
Velhinha qualquer sobre Beto Richa
Cquote1.png Filho da puta!! Esperou se reeleger e já aumentou a tarifa do ônibus né!!! Cquote2.png
Trabalhadores curitibanos sobre Beto Richa
Cquote1.png Beto Richa daííí!... Cquote2.png
Bozena
Cquote1.png Meu Deus do céu quanta lorota Beto... Cquote2.png
Osmar Dias em Debate
Cquote1.png O projeto já tava assim quando eu peguei, não posso mudar, afinal que poderes eu tenho para isso ? Cquote2.png
Beto Richa sobre a Linha Verde

Beto Richa recebe visita da Turma do Pinico e do filho em Coritiba.[1]

Carlos Alberto de Nóbrega Richa, mais conhecido como Beto Richa, ou ainda Beto Bicha, é um ex-ditador prefeito de Curitiba e atualmente está subindo no palanque com o diabo para se eleger governador.

História[editar]

Beto270707.jpg

Carlos Alberto Bicha, vulgo Beto Hitler, ou Beto Bicha, é filho de José Richa, que também foi um poderoso cacique/ditador político no feudo do Paraná, ou seja, é membro de mais uma das tantas dinastias de políticos existentes nesse estado que não querem largar o osso de maneira nenhuma, fanáticos por araucárias e pinhões.

Pelo menos o seu pai não era aliado de pessoas como Jaime Lerner, Geraldo Alckmin, José Serra e outros tucanos por aí. E como todo filho de político, foi educado para suceder o trono da família e agora tenta fazer seu filho Marcello Richa, playboy como o pai, que vai receber muitos votos de cocotas e piriguetes só porque o acham pegável, seguir o seu legado. Marcello ainda plagiou seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso em Direito, reprovando no ultimo ano da faculdade de Direito na Universidade Positivo e participou de um Racha com o ex-deputado paranaense Carli Filho, causando a morte de dois CUritibanos gays.

No tempo da escola, o pequeno Beto já mostrava suas capacidades eleitoreiras ao se eleger representante de classe depois de ser vice do filho do diretor da escola por algumas vezes, e com ele não tinha espaço para alunos mal-comportados, já que Beto sempre escondia seus passarinhos de estimação em arapucas atrás de árvores, treinados para acusar quaisquer vileiros presentes.

Muito revoltado com a escola,quando adulto ele mandou caçar os professor. haha que engraçado -SQN- mal comida

Viadagem[editar]

Em 2004, houve controvérsias sobre se o prefeito dava ou não Curitiba para o também candidato a seu ser namorado a prefeito de Curitiba Vanhoni. Para ganhar os votos e acabar com os rumores, teve a ideia de remeter um trem-bala dentro de sua Curitiba, porém os curitibanos foram contra e ele afundou na emice. Anos depois,

Carreira[editar]

Santinho de Beto Bicha Richa nas eleições.

Beto nunca precisou dar duro na carreira, pois já tinha o nome de seu pai ao seu lado, como se fosse uma espécie de pedigree. Beto conseguiu seu primeiro emprego em 1994, elegendo-se deputado estadual sem grandes esforços, pelos motivos já citados. E ele gostou tanto do seu ofício que decidiu continuar nele em 1998, e assim o fez evidentemente. Mas não foi só o Beto que se deu bem nisso; até a sua sogra recebeu um cargo de confiança na Assembléia Legislativa, mas se a velha trabalhava, aí é outra história, assim como se o próprio Beto fez algum trabalho.

No ano 2000, Beto Richa elegeu-se vice-prefeito de Curitiba na chapa do japa, o então prefeito Cássio Taniguchi, o primeiro a prometer o famoso metrô para a cidade. Teoricamente, Beto renunciara ao cargo de deputado, mas estranhamente ele continuava nomeando parentes pessoas para cargos na Assembléia, portanto acredita-se que Beto Richa tem o poder da ambiguidade política, ou seja, estar em dois cargos simultaneamente. Essa teoria faz ainda mais sentido se levarmos em conta as inúmeras vezes que o então vice-prefeito mandou de fato em Curitiba, já que o japinha não abria os olhos nunca.


Em 2004, chegou a vez de Beto Richa concorrer à prefeitura. Como o governo anterior fora um zero à esquerda e ele era o vice dessa palhaçada toda, Taniguchi livrou a sua cara e indicou como seu teórico sucessor um candidato-tampão que ninguém conhecia, com o objetivo de não associarem Beto à má administração anterior, no que o japa falhou miseravelmente obteve sucesso. E mesmo com toda a cidade sabendo dos radares invisíveis que Beto tinha espalhado pelas ruas, só para multar o máximo de motoristas, em vez de se empenhar em melhorar o trânsito, Beto Richa foi eleito ditador prefeito.

Agora, em 2010 Beto Richa é candidato a Governador do Paraná. Seu objetivo, além de conquistar a América do Sul a Ásia e mais um continente a sua escolha, é finalmente seguir os passos de seu pai e chegar ao Palácio Iguaçu. Para isso, levará suas principais plataformas da prefeitura para o Estado: a linha verde, obra faraônica elefante branco que atravancou o trânsito curitibano, e os radares arapucas, que multam a galera movimentando os cofres, mas não pegam imagens de seu filho Marcello Richa em seus rachas.

Administração[editar]

O governo Beto Richa foi responsável pela reforma de inúmeras ruas do centro Curitibano, detalhe que tudo operou-se no ano de 2008, que por ma ironia do destino era ano eleitoral. Assim, até o ano mágico de 2008 as ruas do centro estavam abandonadas pelo prefeito. Neste sentido, como prefeito por ser muito ingênuo quis fazer tudo de uma vez, o trânsito deixou todos os curitibanos felizes fudidos para caralho. Os congestionamnetos são não eram maiores porque o povo Curitibano começou a se matar no trânsito, seja jogando os carros de jovens senhoras para fora da pista, seja ateado fogo ao carro do vizinho. Prefeito honesto, teve como um dos pilares de campanha de re-reeleição o fato de não ter subido a passagem do ônibus e ainda por ter criado a tarifa domingueira, de 1 real, mas o fato é que esse preço foi possível apenas porque o prefeito acabou com os aldeamentos nos terminais de ônibus, de uma forma que até então ninguém havia percebido, tão sorrateiro como um ninja. De quebra a maldita tarifa domingueira tem sido a alegria dos vileiros, que agora podem sair de suas tocas nos domingos e causar desordem e arruaças no centro da cidade. Também é atribuída a este prefeito a implementação dos famosos micro-ônibus. Ideia brilhante: A população viaja como sardinha enlatada, o motorista vira cobrador e os cobradores originais perdem o emprego. Essa manobra mostru-se o verdadeiro segredo da mágica do não-aumento na tarifa por quatro anos. Entretanto, mesmo com todo este brilhantismo, logo veremos que essa estabilidade nos preços não seria algo tão duradouro assim, vide a seção abaixo.

Beto Richa e Linha Verde[editar]

Beto Richa pegou os rascunhos de Jaime Lerner e criou uma obra faraônica que resolveria todos os problemas da população: a Linha Verde, a maior obra do PACU (Programa de Atraso dos Curitibanos). Uma avenida que urbanizaria uma rodovia que cruza Curitiba em que ele iria construir várias pistas para carros, ciclovias e um onibusão foda. Depois de longos anos em obras, atravancando o caminho de quem tentava passar por lá a dita Linha Verde ficou pronta. Porém, o resultado foi catastrófico. O prefeito Playboy esqueceu o capítulo do projeto que adicionava trincheiras e viadutos para cruzar a tal da Linha Verde. Sem eles, a unica coisa que ele conseguiu foi gastar dinheiro da população para uma obra que criou congestionamentos, trânsito e muita irritação. Agora que ele almeja um cargo no Palácio Iguaçu, promete transformas a Estrada da Graciosa em uma pista de Kart para que ele Marcello Richa e Tony Garcia brinquem em quanto o população trabalha.

Atualmente[editar]

Beto recentemente conseguiu se reeleger para mais vinte quatro décadas anos na prefeitura de Curitiba, graças aos 69,2411% de votos obtidos no primeiro turno. Para conseguir tanto voto, Beto comprou 99% do Horário Político com dinheiro de sua prostituição com dinheiros arrecadados por meios ilícitos, assim não deixando o povo saber quem eram os outros candidatos concorrendo.

Em seu segundo mandato, seu primeiro ato administrativo foi justamente dobrar triplicar reajustar o preço da passagem do ônibus em 30 reais centavos, um recorde que nem mesmo o seu antecessor conseguira bater. Depois de se gabar de um mandato sem aumentos na tarifa, agora que ele já está reeleito e nada pode perder, nem precisa mais manter essa máscara, e assim o fez.

Em campanha ao Governo do Paraná nas eleições de 2010, renegando seu pai adotivo Jaime Lerner, Beto está ficando famoso pelo interior do Estado graças ao slogan "Sou Beto, não peido" que demonstra a perfeição de sua pessoa. Ele Venceu as eleições do dia 03 de outubro no primeiro turno com 52% dos votos, e além de afundar governar Curitiba agora irá governar O puteiro da XV O Paraná.

Ver também[editar]

v d e h
Ladra06.gif POLÍTICO$ DO BRA$IL

Beto Richa viaja de jatinho particular.

Outros políticos em que você já votou e se arrependeu:

Maluf tn.jpg
  1. http://pt.metapedia.org/wiki/Ficheiro:Beto_Richa_e_Emerson_Eduardo_Rodrigues_Setim.jpg