Beto Silva

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png Eu já disse que não eram homens! Cquote2.png
Beto Silva dando um depoimento sobre ter se encontrado com 15 travestis em um motel

Beto Silva é um ator, cantor, dançarino do ventre, cozinheiro, policial, bombeiro, médico, cirurgião, cirurgião plástico, motorista de ônibus, garçom de boate de striptease e por último e seu atual ofício, Humorista de televisão, é um dos humoristas da Rede Globo que criou o Casseta Popular (revista de humor falido) e mais tarde, o Casseta e Planeta Urgente, com aquele caracolzinho verde que está sorrindo porque deu um tapa na pantera.

Beto Silva interpreta geralmente figurantes e raramente alguém que você conheça ou então que está na mídia. Entre eles está o empresário do Kekeilson... Kekeilson eu que pergunto: que raio de personagem é esse?

Cquote1.png Hã? Cquote2.png
Você sobre a frase acima cheia de nexo

História[editar]

Beto Silva quando ainda tinha barba... Hum... Vou fingir que conheço os dois comparsas dele.

Quando nasceu no Rio de Janeiro, ao invés de chorar, Beto Silva contou uma piada para o médico. O médico deu uma risada, mas acabou deixando uma tesoura que iria cortar o cordão umbilical de cair dentro do útero da mãe.

Depois, quando ele começou a engatinhar, a primeira palavra dele foi uma piada infame e seus pais tiveram que rir forçadamente, senão corriam o risco de receberem tesouradas de seu filho de noite... Isso supostamente teria acontecido uma vez com o avô de Beto Silva... Mas enfim.

Quando criança, ele era conhecido por enrolar os professores que não queriam conversa com ele. Assim, Beto Silva abandonava a escola aos 15 anos e começou a investir grande parte do dinheiro dos pais em um carro que ele queria "tunar" (o carro nunca foi tunado de verdade, apenas colaram papelão nele, o dinheiro pagava a cachaça que Beto tomava). Beto então conhece seus comparsas e futuro companheiros globásticos.

Carreira[editar]

Com seus comparsas mal pagos amigos, ele formou a revista Casseta Popular, que logo virou impopular pelo Brasil, pois foi a primeira revista a ser publicada com piadas sobre o presidente da república.

Mais tarde, a asseta Popular teria começado a fazer piadas do Collor. Dessa vez o povo deixou, pois ninguém gostava do Collor mesmo. A Globo via futuro (na verdade não via futuro, apenas foi subornada com outro satélite que aumentaria seu plano de dominação mundial) nos humoristas da revista e acabou contratando eles para virem contar algumas merdas piadas na TV.

Atualmente[editar]

Beto Silva trabalha ainda no Casseta e Planeta. Trancou a porta e nunca mais saiu de lá. Geralmente faz poucas aparições fora do Casseta e também aparece em alguns enterros para dar uma "animada" no sentido irônico mesmo.

Ver também[editar]