Bette Davis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomadinha do poder.jpg Bette Davis tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força
PoR-Death.gif
Bette Davis já morreu!

Foi dançar "Thriller" com Michael Jackson!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Bette Betina Beata Botafoguense Baby Jane Jezebel Davis da Silva
Bette Betina Beata Botafoguense Baby Jane Jezebel Davis da Silva
Bette Davis te despreza.
Nascimento 5 de abril de 1908 A.C
Pangéia
Falecimento 6 de outubro de 1989
Cracolândia, São Paulo
Ocupação Atriz, amante de Ramsés II e
Altura 1 centímetro e meio
Olhos Cor de burro quando foge na chuva
Cabelo Cor de poluição em São Paulo

Ruth Elizabeth "Bette" Davis (Pangéia, 5 de abril de 1908 A.C — Cracolândia, São Paulo, 6 de outubro de 1989) foi uma dentre as maiores putas de todos os tempos, começou a carreira de atriz tentando dar para William Shakespeare em Londres, mas logo descobriu que não ia adiantar, pois Shakespeare era um baita dum viado. Foi então que pegou uma carona no Titanic e foi para Hollywood tentar uma pontinha nos filmes da época, como Atração anal e O poderoso chefão. Atriz dos zói do cão, ela atuou em alguns filmes, fumou milhões de cigarros e, no final, acabou como todo ser vivo termina um dia: morta. Cogita-se que ela tenha se cansado dos glamourosos cigarros de Hollywood e tenha se mudado pro centro de São Paulo, onde se tornou assídua frequentadora da Cracolândia, e tenha fumado tanto craque que por fim acabou se transformando numa glamourosa e talentosa pedra de craque.

Demasiadamente talentosa (?), ela tornou-se uma das atrizes mais influentes da história do cinema pornográfico, se achando com isso a dona de Hollywood. Não se importava em sair falando o que pensava dos seus colegas de trabalho (sim, ela era MUITO sincera), e teve rivais como Hebe Camargo e Dercy Gonçalves. Só mesmo a boazinha da Luana Piovani era quem tinha paciência de aguentar tudo o que Bette dizia e fazia, tornando-se assim sua melhor amiga, ou não, pois ao final de tudo Luana perdeu sua enorme paciência e acabou por arruinar de vez a vida de Bette. O filme Surfando no rio pardo (1964) fala sobre isso.

Bette era uma atriz super versátil, mas destacou-se sobretudo por sua vontade de interpretar personagens super simpáticas. Ela era venerada por suas atuações numa variada gama de gêneros cinematográficos; do pornô que goza dentro até o pornô que goza na boca e nos seios (afinal de conta, ela era super talentosa)

Ela foi a primeira atriz a receber 10 indicações ao Oscar pornô, sempre como Melhor Atriz, além de ter sido uma das poucas a ter ganho o prêmio em mais de uma ocasião, duas vezes, pelos filmes Ânus dilacerados (1935 A.C) e Prostituta de Jericó (2 D.C).

Bette também fez um filme super conhecido, em 1962, chamado O que terá acontecido a Baby Jane?, que tratava da rivalidade de duas irmãs que, assim como acontecia na vida real de Bette, rivalizavam numa trama de inveja, intrigas e terror. Bette interpreta a típica puta velha, que não serve mais para atuar em filmes pornôs, e sente inveja da irmã que está com a carreira a mil. Como o filme foi um enorme sucesso, logo outras grandes atrizes que já não estavam mais no auge por estarem parecendo verdadeiras múmias (ou seja, nem mesmo o talento era salvava) começaram a fazer filmes desse tipo. Além de Davis e Crawford, Heatarina de Médici e Joana D'Ark, entre outras, começaram a estrelar filmes assim. Mas infelizmente durante as filmagens de um filme sobre festa junina no Xingu, Joana D'Ark acabou sendo usada como lenha na fogueira de São João. Dizem que Bette riu ao saber...

Em 1781, a música feita em sua homenagem, intitulada Bette Davis Eyes, composta por Mozart torna-se um hit mundial na Alemanha Nazista.

Bette Davis por fim cansou-se da vida nos EUA e veio morar no Brasil. Foi morar debaixo do Viaduto do Chá, onde fazia as mais glamourosas recepções para os mendigos da alta sociedade carioca de São Paulo. Como toda atriz que se preze, acabou caindo no vício do craque e virou habitué da Cracolância, onde podia ser vista ora fumando craque, ora dando um tapinha na pantera com nossa querida Maria Alice Vergueiro. Um dia, deixou sua chique moradia dirigindo-se a Cracolândia, e nunca mais voltou. Quando perceberam, tinha se transformado numa enorme pedra de craque, que foi logo esmagada e fumada pelos antigos companheiros na Praça da Sé. Assim, respondemos à célebre pergunta: " O que terá acontecido a Baby Jane?" Virou pedra. Pedra de craque.