Bill Pinton

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jackie chan.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Bill Eastwood Gates Clinton
Billclinton2.jpg
Bill em seu gabinete, logo após a posse.
35.º Presidente de Estados Unidos da Rússia
Período 20 de Janeiro de 1993 – 20 de Janeiro de 2001
Vice-presidente Al Gore
Primeira-dama Monica Lewinsky Barack Obama
Predecessor Jorge Bushmann
Sucessor Jorge Arbusto Reloaded
Pessoal
Nascimento 19 de agosto de 1946
Pequim, China
Profissão Sexólogo, Ex-KGB[1]
Partido político PT

William Eastwood Clinton, mais conhecido como Bill Clinton foi um especialista em receber sexo oral presidente americano que teve muitos affairs. É atualmente um grande sexólogo, sexofonista saxofonista e ex-presidente dos Estados Unidos, além de ser um dos poucos presidentes da referida nação que não declarou guerra contra nenhum estado árabe.

Biografia[editar]

Nascido no Bronx, Bill ou Billy como gostava de ser chamado, sempre foi zombado na escola por seus interesses "diferentes". Na terceira série chamava atenção pelo seu interesse em jazz e putas. Com os mesmos interesses, Bill conheceu Lisa Simpson, uma jazzista puta. Com ela, o ex-presidente aprendeu a tocar saxofone, se tornando membro da Filarmônica do Bronx. Sua mãe tinha um emprego honesto, trabalhava todos os dias, 10 horas, seu pai também, exemplo de homem, trabalhava até tarde, e de tanto trabalhar sempre chegava com o seu terno um pouco manchado em sua gola, mas provavelmente eram manchas de suor.

Com 15 anos, Clinton saiu da Filarmônica e passou a realizar trabalhos pequenos, como fazer a trilha sonora de filme pornôs e tocar o sex sax em boates de strip-tease. Em um de seus shows, Bill foi descoberto pelo então presidente Ronald Reagan, que o levou para tocar em sua banda particular, na Casa Branca. Lá, Bill comeu todas as camareiras, cozinheiras, serventes, empregadas e primeira-dama, o que o levou a ser expulso do local e se tornar um conhecido comedor. Infelizmente na Inglaterra Billy cometeu um erro fatal: traçou Lady Gaga e por isso teve de fugir às pressas, tornando-se refugiado político na tinta União Soviética.

Ao ser expulso da Casa Branca, Bill levou consigo diversos segredos de estado, o que provocou uma crise no governo George H. W. Bush (conhecido como escândalo de Watergate). Com um partido mixuruca (partido Democrata), Bill começou a fazer campanha presidencial. Aprendeu com um famoso faquir indiano a encantar serpentes com seu sax. Bill adaptou a técnica e hipnotizou os americanos, que o elegeram.

Logo Bill foi eleito, levou à Casa Branca sua esposa/babá, Hillary Clinton. Como primeira ação, Bill tentou melhorar a saúde do país. Os EUA foram à bancarrota. Depois da recuperação da crise, Bill inventiu em indústria pesada e bens imobiliários. Por incrível que pareça a um presidente americano, não declarou guerra nenhum país árabe e nem tocou na expressão armas de destruição em massa, provando o seu elevado nível intelectual perante seu antecessor e sucessor.

Hillary "Chifruda" Clinton, ao adentrar a Casa Branca, flagrou a secretária/estagiária/puta Monica Lewinsky com a boca na botija, na "botija" de Bill. Clinton disse uma cobra mordera seu pênis e Mônica o ajudara a sugar o sangue. Hillary acreditou e os eleitores também, conferindo-lhe um segundo mandato pela sua honestidade e lealdade à esposa.

Ao ser entrevistado pela revista Playboy Time e questionado sobre o comunismo, Clinton respondeu:

Cquote1.png Não é porque sou vermelho-rosé e gosto de charutos que tinha a obrigação de acabar com as classes sociais e decretar o fim do Estado. Além do mais, sempre preferi Lewinsky a Trotsky. Cquote2.png
Bill Cinton sobre Comunismo

Galeria[editar]

Ver também[editar]

Precedido por
George H. W. Bush
Great Seal of the US.png
Ditador dos Estados Unidos da América

1993 - 2001
Sucedido por
George W. Bush
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Bill Clinton no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
  1. Isso Nón Ecziste Putin, Vladimir