Biu Goiaba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Corpo cerveja.jpg Cquote1.png TOMA CACHAÇA, CARAI!! Cquote2.png

Este artigo tem cheiro de porre! O autor está caído na calçada, gorfando álcool puro. Melhore este artigo e ganhará uma dose de pitú, mas se vandalizar, será obrigado a tomar uma dose de Natasha!


Biu Goiaba!

Cquote1.png Voxê penxa qui caxaxa é agá? Caxaxa nué agá nan... Cquote2.png
Biu Goiaba sobre Cachaça
Cquote1.png I pu causo di caxaxa, eu batia nu poltão. Cquote2.png
Biu Goiaba sobre Cachaça
Cquote1.png A concretização de um sonho Cquote2.png
Monteiro Lobato sobre Biu Goiaba
Cquote1.png Biu Goiaba bebe metade do que eu bebo... tirando as azeitonas, claro. Cquote2.png
Chuck Norris sobre Biu Goiaba
Cquote1.png Hic... É dos nossos! Hic... Cquote2.png
Boris Yeltsin sobre Biu Goiaba
Cquote1.png Tu tu tu tu tu tu tu tu tuuuuuuuuuuu tu tu tu tu tu tu tu tu tu tuuuuuuu! Cquote2.png
Biu Goiaba sobre Biu Goiaba
Cquote1.png O cão quem butô pra nóis bebê! Cquote2.png
Jeremias José sobre Biu Goiaba
Cquote1.png Mais tu tá cum bafo di cana da bixiga! Cquote2.png
Givanildo Silveira sobre Biu Goiaba
Cquote1.png LADÃO,LADÃO Cquote2.png
Dona de casa sobre Biu Goiaba

Resumo[editar]

Biu Goiaba é o fruto de uma aventura amorosa ocorrida no século XIX entre José Sarney com Dercy Gonçalves. Logo após sua concepção, acontecida sob uma seringueira no interior do Acre, sua mãe o abandonou, fugindo com terror ao perceber o que tinha feito. O jovem ficou a deriva pelas matas fechadas e acabou sendo adotado por uma casal de Sacis estéreis que morava naquela região em um terreno doado pelo governo Médici para os expulsos pela construção da Transamazônica, onde sobreviviam vendendo mumabas provenientes do Paraguai e cópias de CDs de Playstation, mantendo com muita dificuldade uma cabana de eucatex na cidade de Xapuri. Muitos especulam que a adoção foi apenas pela simples necessidade de possuirem um filho para receber o bolsa família, que era prontamente trocado por cachaça num boteco flutuante do Rio Madeira, de propriedade de Padre Quevedo.

Certa tarde, enquanto seus pais estavam em um culto da Igreja Universal e pequeno Biu Goiaba deixado em casa assistia a um filme do Elvis na Sessão da Tarde, sua cabana foi tomada por sem-terras que não mediram esforços para currá-lo ao som de "Love me Tender". Biu, depois da homérica curra, sedento, passou mão pela primeira moringa que encontrou e nesse momento conheceu seu eu-supremo: Caxaxa

Curiosidades[editar]

  • Biu Goiaba é tester oficial da caninha "Cavalinho".
  • Biu Goiaba faz mais quilometros por litro de álcool do que qualquer automóvel produzido.
  • Muitos acreditam que Biu Goiaba seja a reencarnação uma entidade espiritual hindu, Kasha Shan Miksh Kum Pinkgha pai de Xervech Brahma.
  • Biu Goiaba é chefe de uma máfia que produz montagens toscas e horrorosas.
  • Biu Goiaba é um Frankeinstein
  • Biu Goiaba é irmão do Michael Jackson da Xurupita.
Excelente Qualidade de imagem....Parabens pra quem postou isso(coisa de caruaruense mesmo!)

Relato[editar]

  • Givanildo: Severino José da Silva tem 38 anos, ele mora na cidade de São Caetano, estava no centro de Caruaru por trás da 88ª delegacia já na subidinha do morro, foi tentar roubar uma casa, a polícia prendeu, ele tava em cima de uma residência. Eu vou com ele aqui na delegacia regional já que ele foi detido. Venha cá, chegue! Como foi você...Você ia roubar a casa mermo?
  • Biu Goiaba: Ia mermo! Eu ia robá a casa! Eu tava sem dinheiro...sem emprego...num tem mulé. Eu tenho duas fia só e...e ponto.
  • Givanildo: Saísse lá de São Caetano pra vir roubar em Caruaru?
  • Biu Goiaba: É, eu vou fazê o que? Eu vou vou robá uma galinha dum, uma galinha doto? Nhão, tem que robá de quem tem.
  • Givanildo: Tu é viciado, não?
  • Biu Goiaba: Umm... não sou viciado em robá!
  • Givanildo: Já caísse algumas vezes?
  • Biu Goiaba: Nunca caí não porque eu corria botando pu suco botando conta lagoa ai quando eu botava o cabra pegava e jogava uma vez só.
  • Givanildo: Então você tava em cima da residência?
  • Biu Goiaba: Tava pu em cima do mulho e fui arrombar aí a mulé: "Eeeeei! Olha o ladão! Olha o ladão!" E eu peguei saí pulando mulho mulho mulho mulho aí eu digo ei...aí eu peli mulho mai...porque foi sei....ai apareceu 3 policial...mai 2 apareceu...aí apareceu 3 policial, aí disse "Tá preso, boy!"
  • Givanildo: Teje preso!
  • Biu Goiaba: Teje PRESO! Aí tá certo, eu doido pra me saí da algema pra pegá arrego.
  • Givanildo: Tu já tinha tomado uma num já?
  • Biu Goiaba: Um... Não, eu não tinha bebido não porque eu parei de bebê
  • Givanildo: Mai tu tá com um bafo de cana da bexiga
  • Biu Goiaba: Não... tô não eu parei de beber, num disse pra você?
  • Givanildo: Como o pessoal conhece tu lá em São Caetano?
  • Biu Goiaba: Ééééééé cu Biu Goiaba!
  • Givanildo: Biu Goiaba! Inclusive o Biu Goiaba vai dançar e cantar aqui né Biu? Vá! Dance e cante aí! Vá!......Vá! Olhe pra mim, olhe pra câmera vá! Aqui! Aqui! Pra cá um pouquinho! Sim, cante, cante vá!
  • Biu Goiaba: O saxi!
  • Givanildo: Vá!
  • Biu Goiaba: Xe exa nega foxe minha....eu podia adivinhá...e voxê ficá xojinha...eu ficava com voxê...xai xagua mãe aí
  • Givanildo: Aê, olhe pra câmera
  • Biu Goiaba: Voxê penxa que caxaxa é ááágua...caxaxa num é água nããão...e pu cado de caxaxa eu batiiiiii no portão...utai tii ti ti...tii ti ti ri ti ti ti...ti ti ti ti ti ti
  • Givanildo: Eita! Pois é, taí o Biu como é conhecido lá em São Caetano. Da delegacia regional prossegue o programa Sem Meias Palavras.

Ver também[editar]