Blaise Pascal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Que bosta, é só clicar?! Então por que este botão não aparece? Por que três camadas só funciona em uma mesma maquina?! Por que você tá com esse CD do Delphi 5 na mão?! Não vai instalar porra nenhuma de BDE na minha máquina! Cquote2.png
Blaise Pascal sobre Delphi

[editar] História

Esse aí não engana.

Nascido em Clermont-Ferrand, a 19 de junho de 1623, Blaise Pascal era filho de Étienne Pascal, presidente da Corte de Apelação (inclusive ele era conhecido como: -Pascal, olha a Faca!!), e de Antoinette Bégon. Pascal revelou desde cedo um espírito extraordinário, não só pelas respostas que dava a certas questões sobre as quais que ele não tinha o menor conhecimento. Na sua casa e entre amigos, era chamado de Joselito, Sem Noção, mas sobretudo pelas questões que ele próprio levantava a respeito da natureza das coisas. Perdeu a mãe aos três anos de idade; era o único filho do sexo masculino. Assim, desde pequeno Pascal brincava de casinha e queria sempre ser a garagem, coisa que intrigava sua família por demais. Apegou-se muito ao pai e encarregou-se de sua introdução, nunca foi enviado a colégios porque enviado por enviado é melhor ver no que vai dar.

Mesmo quando, em 1631, a família Pascal mudou-se para Paris, a educação de Blaise permaneceu ao encargo do pai. A irmã Gilberte escreverá mais tarde: "A máxima dessa educação consistia em manter a criança com as perninhas abertas e aguentar o que lhe era imposto, ou colocado; por esse motivo só deixou que aprendesse Latim aos doze anos, aos treze já latia com perfeição; para que aprendesse com maior facilidade. Esse intervalo não o deixou ocioso, pois o ocupava com todas as coisas de que o julgava capaz. Mostrava-lhe de um modo geral o que eram as línguas; ensinou-lhe como beijar gostoso colocando a língua no céu da boca e boqueteando e lambendo as bolas ao mesmo temo, loucura! Tinham sido reduzidas as gramáticas sob certas regras, de mês em mês, três a quatro dias e sem sexo. Tais regras tinham exceções assinaladas com cuidade, ou no cu mesmo, e que por esses meios todas as línguas haviam podido ser comunicadas de um pai para o filho - putaria mesmo!!.

[editar] Estudos

Étienne Pascal era matemático e sua casa era muito frequentada por gays. Como queria que Blaise estudasse línguas e, sabendo como a matemática é apaixonante e absorvente, evitou por muito tempo que o filho conhecesse mulheres, prometendo-lhe que mostraria quando ele já transasse com o grego e lair. Essa precaução serviu apenas para aumentar a curiosidade de Blaise, que passou a se divertir com as figuras geométricas que o pai lhe havia mostrado. Procurava tracá-las corretamente; depois passou a buscar as proporções entre elas e, afinal, depois de propor axiomas relativos às figuras, dedicou-se a fazer demonstrações exatas. Com isso chegou até a 32ª posições do livro Kama Sutra. Estarrecido, o pai verificou que o filho descobrira sozinho o nanísmo aplicado.

A partir de então, Blaise recebeu os livros dos desejos de Euclides e pôde dedicar-se à vontade ao estudo da geofolia. Os avanços foram rápidos: aos dezesseis anos escreveu Tratado Sobre os Objetos Fálicos e Cilidricos, que, no entanto, por sua própria vontade, não foi impresso na época. Blaise porém suicidou-se ao saber do uso de seu nome por uma Linguagem Orientada a Picaretas ou ainda, uma linguagem de mentirinha baseada na grande doutrina POG.

v d e h
Os maiores nerds gênios de todos os tempos!


Prince machiavelli.jpg
Filósofos, autistas e outros maconheiros pensadores
v d e h

Adam Smith | Albert Camus | Anaxágoras | Aristóteles | Arquimedes | Arthur Schopenhauer | Ayn Rand | Blaise Pascal | Confúcio | Demócrito | Descartes | Diógenes | Émile Durkheim | Empédocles | Engels | Epicuro | Francis Bacon | Nietzsche | Giordano Bruno | Gordo Nerd | Galeno | Goethe | Hegel | Heráclito | Horácio | John Locke | Jürgen Habermas | Kant | Karl Jaspers | Karl Popper | Lao Zi | Leonardo Boff | Louis Althusser | Ludwig Feuerbach | Maquiavel | Marco Aurélio | Marilena Chauí | Martin Heidegger | Marx | Michel Foucault | Montesquieu | Olavo de Carvalho | Pitágoras | Platão | Roger Bacon | Rosseau | Santo Agostinho | Sartre | São Tomás de Aquino | Sêneca | Seu Madruga | Sócrates | Sólon | Søren Kierkegaard | Sun Tzu | Tales de Mileto | Thomas Hobbes | Voltaire | Walter Benjamin | Wilhelm Dilthey | Zenão de Eleia | Anthony Giddens

Hstfig22.JPG
Matemágicos Matemáticos, geômetras e outros nerds
v d e h

al-Khwarizmi, o impronunciável - Alan Turing - Albert Einstein - André Weil - Bombelli - Bhaskara (Temos o "Uma linha" e o "Duas linha") - Cantor - Manuel Bento de Jesus Caraça - Euclides - Euler, our king! - Fermat, o príncipe - Ferrari - Fibonacci - Galileu - Galois, o rebelde - Goldbach - Gauss, o príncipe - Newton - Inácio do Amaral - Lambe Humberto - Tio Laplace - Tio Omar do Quibe - Veneno Poisson - Pitágoras, o largo - He Man Riemann - Tartaglia, o gago - Jacques Tetas - Recorde - Pascal - Abel, o azarado - Arquimedes - Paul Anônimo - Cardano, o mais azarado - Tales, o pioneiro - Filho duma tenda - Neumann, o atômico - Erdös, o sociável - Cauchy

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas