Bleda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Loser 2.JPG
Bleda já morreu!

Viajar num avião da TAM dá nisso...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Bleda.

Cquote1.png Foi mais um que foi para a conta do Julio César! Cquote2.png
Romanos sobre Bleda

Bleda (ou Braga) foi um Hun governante, o irmão de Átila, o Huno, ambos um bando de perdedores.

O mistério sobre Bleda[editar]

Morshu e Bleda

Seu reinado durou 11 anos até alguém ir mata-lo. Embora tenha sido especulado (por quem? sei lá!) ao longo da história que Átila assassinou ele em uma viagem de caça, ninguém sabe como ele morreu, pois os que diziam eram condenados a morte igual a ele. No entanto, há uma teoria alternativa que Bleda tentou matar Átila em uma viagem de caça, mas Átila é um guerreiro hábil (além de um grande trapaceiro nas lutas), havia derrotado Bleda após aplicar um quebra-ovos sobre ele antes de apunhana-lo.

E a sua história[editar]

Por 432 os hunos foram unidos sob Rugila, para tentar criar um guerrilheiro de barbaros, o que não deu muito certo esta tática. Sua morte em 434 deixou seus sobrinhos Átila e Bleda (os filhos de seu irmão Mundzuk que havia sido assassinado por eles) em controle sobre todas as tribos unidas Hun. No momento da sua adesão, os hunos eram negociação com o imperador bizantino Teodósio II s enviados, sobre o retorno de várias tribos para não serem massacrados pelos Romanos, como gatos medrosos que eram, renegadas que se refugiaram dentro do Império Bizantino. No ano seguinte, Átila e Bleda reuniu-se com a legação imperial em Margus (atualmente Pozarevac pois eles desejavam assim) e todos sentados a cavalo da maneira huna, negociaram um tratado de sucesso na base da propina: os romanos concordaram não somente para voltar as tribos fugitivas (que tinha sido um ajuda bem-vinda contra os vândalos que sujavam as suas ruas), mas também para dobrar sua homenagem anterior de 350 libras romanas (cerca de 114,5 kg) de ourocom a cara do Júlio César, abrir seus mercados aos comerciantes hunos e pagar um resgate de oito solidi para cada prisioneiro romano pelos hunos, o que rendeu uma boa fortuna a eles. Os hunos, satisfeito com o tratado, escapou-se do império e voltou para sua casa, talvez para consolidar e fortalecer seu império e matar aqueles que haviam cobrado um caralhau de dinheiro para libertar aqueles coitados. Teodósio utilizou esta oportunidade para reforçar as paredes de Constantinopla , construção da cidade do primeiro paredão, e para construir suas defesas ao longo da fronteira do Danúbio, enquanto o resto de suas fortunas foram utilizadas para festas e bebidas a vontade com direito a muita erva verde para a festa.

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!