Boi Caprichoso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
264939.jpg
ATENÇÃO:
Simplesmente estamos cagando e andando para quem não gostar do conteúdo deste artigo e, por conseguinte, das opiniões e sugestões dos mesmos. We just couldn't care less.
Torcedora chorando com mais uma derrota
Lenda da Yara. A Iara cagou na arena e saiu essa bosta aí que vocês estão vendo.

Cquote1.png Você quis dizer: Boi Galante Cquote2.png
Google e Qualquer historiador sério sobre Caprichoso
Cquote1.png Meu Plano B Cquote2.png
Artista do Garantido sobre Caprichoso
Cquote1.png ÃO, ÃO, ÃO! SEGUNDA DIVISÃO! Cquote2.png
Torcedor do Boi Mina de Ouro sobre o Boi Caprichoso
Cquote1.png Isso é uma bichona, doutor! Cquote2.png
Paulo Silvino sobre torcedor típico do Caprichoso
Cquote1.png Que burro, dá zero pra ele! Cquote2.png
Chaves assitindo ao Boi Caprichoso
Cquote1.png Foi Roubado!!!! Cquote2.png
Qualquer torcedor do Caprichoso quando perde para o Garantido
Cquote1.png Acabou! Acabou! É vice! É vice!!! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre o Boi Caprichoso
Cquote1.png Nosso boi tava lindo! Cquote2.png
Torcedor do Caprichoso na frente de um torcedor do Garantido
Cquote1.png Tava uma merda! Cquote2.png
Mesmo torcedor da linha acima, só que agora falando sozinho
Cquote1.png Você traiu o movimento folclórico, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre o Boi Caprichoso
Cquote1.png Calados são verdadeiros poetas. Cquote2.png
Romário sobre os compositores do Caprichoso
Cquote1.png Gracinha, acho linda a cultura maranhense Cquote2.png
Hebe Camargo sobre os Bois de Parintins, que ficam no Amazonas
Cquote1.png Ah, eu sou contra, porque eles apertam os ovos do Boi pra ele ficar pulando. Cquote2.png
Carla Perez
Cquote1.png Eu não gosto de assistir! Cquote2.png
Stevie Wonder
Cquote1.png Nem eu! Cquote2.png
David Assayag
Cquote1.png Prefiro carimbó! Cquote2.png
Paraense invejoso sobre os Bois de Parintins, que ficam no Amazonas
Cquote1.png O avião quebrado é assim mesmo, faz parte da alegoria! Cquote2.png
Comentarista do Caprichoso sobre um avião da alegoria que quebrou na arena
Cquote1.png Eu é que não queria estar debaixo desse avião Cquote2.png
Datena sobre o mesmo avião
Cquote1.png Vim, vi e venci Cquote2.png
Garantido após o resultado da maioria dos Festivais
Cquote1.png Veni, Vidi, Vice (Vim, vi e perdi) Cquote2.png
Visitante e torcedor do Caprichoso após o resultado da maioria dos Festivais
Cquote1.png Vim, não vi, e venci Cquote2.png
David Assayag, levantador do Garantido, após o resultado da maioria dos Festivais
Cquote1.png Não vim, não vi e me convenci de que não perdi nada, graças a Deus Cquote2.png
Stevie Wonder sobre a apresentação do Caprichoso na maioria dos Festivais
Cquote1.png Fui o único que venci Cquote2.png
Desodorante do torcedor do Caprichoso na maioria dos Festivais
Cquote1.png Vim, voltei, e vi tudo igual Cquote2.png
Visitante que retorna ao Festival sobre Alegorias repetidas do Caprichoso na maioria dos Festivais
Cquote1.png Na União Soviética os jurados são roubados pelo Caprichoso Cquote2.png
Reversal Russa sobre Jurados e Caprichoso


Típico torcedor do Caprichoroso


Introdução[editar]

Introdução é algo que os torcedores adoram. Mas deixa pra lá esse assunto.

Boi-Bumbá Caprichoso é pra onde vão todos aqueles que foram sacaneados pelo Boi-Bumbá Garantido. É o famoso plano B. Trata-se de uma agremiação carnavalesca folclórica do Amazonas que se apresenta analmente anualmente no Festival Folclórico de Parintins.

Em 2009, se ganhasse conseguiria o tri. Mas isso não aconteceu. A peergunta que o torcedor do boi Caprichoso faz: Cadê o Tri ?

Fundadores[editar]

Cquote1.png Isto non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Fundador do Caprichoso
Cquote1.png O Caprichoso é igual filho de puta, ninguém sabe quem o criou Cquote2.png
Simão Assayag, ex-diretor de artes do Caprichoso em 1998, no livro A Terra É Azul sobre Fundador do Caprichoso

Os historiadores do Boi Caprichoso não são unânimes quanto ao fundador do Boi. Luiz Gonzaga, Roque Cid, José Furtado Belém, Emídio Vieira são apontados como fundadores. Luiz Gonzaga jura que quem cometeu fundou o Boi foi Roque Cid. Já este jura que foi José Furtado Belém, que por sua vez diz que foi Lula, mas esse diz que não sabia de nada.

Boi Caprichoso passeando pelas ruas de Parintins, preparando-se para se encontrar com seu bofe, o Boi Garantido
  1. Luiz Gonzaga: como a toada não estava mais dando dinheiro, viajou pro sul, passou a tocar forró e ficou conhecido posteriormente como rei do baião.
  2. Roque Cid: como seu boi nunca ganhava do arqui-rival Garantido, jogou a toalha, viajou pra São Paulo e se tornou assistente de palco de Sílvio Santos.
  3. José Furtado Belém: era prefeito interventor de Parintins e teria criado o Caprichoso por medo da multidão vermelha que se aglomerava em torno do Garantido. Como seus planos fracassaram, acusou o Garantido de roubo. Daí teria surgido o atual costume da torcida do Caprichoso de sempre acusar o Garantido de roubo. Daí teria surgido também o sobrenome de Furtado. Para os amazonenses, porém, o sobrenome Furtado vem do fato de que furto e Belém são palavras que sempre andam juntas.
  4. Emídio Vieira: Recebeu esse nome porque foi o primeiro Emo da história do Amazonas (que foram homenageados em 2009 pelo boi garantido com o tem EMOsão). Sempre que o Caprichoso perdia, Emídio chorava, cantava as músicas do Fresno e postava fotos no Orkut. Daí teria surgido a fama de chorão, típica do torcedor do Caprichoso.
  5. Família Gadelha: Minha Santa Periquita do Bigode Louro, ainda tem mais essa alternativa. Existe ainda a tese de que o Boi Caprichoso de Parintins seria um clone do Caprichoso de Manaus, da Praça 14, pois a família Gadelha, que era do Caprichoso de Manaus, teria levado o Boi para Parintins lá pelos anos 20.Mas a diretoria abafa essa versão, sabe-se lá por quê.
  6. Seu Creysson: teria composto as primeiras toadas pro Boi, mas foi acusado de ser erudito demais pros níveis de QI da galera e foi demitido.
  7. O Mordomo: como sempre é o culpado, no final, descobriu-se que foi ele quem criou a vaca o boi.

História[editar]

Também não há unamimidade quanto à data da criação. O ex-diretor de artes do Caprichoso, Simão Assayag, por exemplo, falava que o boi foi criado por volta de 1929, como resultado de uma cisão no antigo Boi Galante. O historiador parintinense Tonzinho Saunier falava de uma versão de que o boi teria sido criado em 1925, pelas mãos do comerciante Emídio Vieira.

Em 1997, uma historiadora altamente imparcial, Odinéia Andrade - que também é uma torcedora fanática do Boi Caprichoso - comeu tanto bodó que delirou que o Caprichoso teria sido criado em 1913. Assim, num passe de mágica, o Boi que tinha 68 anos passou a ter 84. A explicação da Senhora Andrade é muito convincente. Roque Cid teria saído de Crato no Ceará em em busca da riqueza da borracha. E se tudo desse certo, ele criaria um boi em homenagem a Sâo João Batista; tudo teriado dado tão certo que e ele teria criado o Boi em 20 de outubro 1913. É uma explicação realmente incontestável, principalmente se levarmos em conta que a borracha foi pro beleléu em 1912 e que 20 de outubro realmente tem tudo a ver com São João.

Didi Rédiman, mestre de percussão do Caprichoso, conta que o Boi nasceu em Manaus, no bairro da praça 14, e foi levado a Parintins pela família Gadelha, mas a diretoria abafa essa história, não sei por quê.

Estrela na testa[editar]

O Boi Caprichoso, até o ano de 1995, levava sua estrela na bunda no lombo. Como a diretoria percebeu que isso pegava mal, decidiu então mudar a estrela pra testa, em 1996. Walter Mercado afirma, porém, que, na verdade, o Caprichoso ganhou uma estrelinha na testa como prêmio de bom aluno porque, em 1996, Odinéia Andrade e Simão Assayag criaram uma história tão mirabolante sobre sua origem que ninguém acreditou, só ele.

Azul[editar]

As cores oficiais do Caprichoso são o azul e o branco. De acordo com historiadores mentirosos oficiais do boi, essa escolha seria porque essas eram as cores da Marujada, outra dança folclórica do Nordeste que influenciou a agremiação. O Historiador Professor Girafales, porém, afirma que as cores são devidas à raiva que os torcedores sentem quando perdem todos os anos pro Garantido. Outro historiador, Forrest Gump, afirma que o azul foi escolhido porque azul vem de azar e o Caprichoso era muito azarado.

Localização[editar]

O Caprichoso fugiu à francesa em 82 e nós temos essa imagem exclusiva daquele episódio: reparem que ele fugiu de mãos dadas com alguém e com o rabinho entre as pernas

O Boi Caprichoso tem duas sedes, uma verdadeira e outra laranja. A verdadeira fica em Manaus onde tudo é mal decidido. A laranja fica em Parintins, no bairro da Francesa. O nome do bairro teria sido em homenagem ao futuro levantador, Arlindo Júnior, que teria sido criado com tanto luxo e refinamento que as pessoas olhavam pro rapaz e exclamavam: "Nossa, parece uma francesa". Daí teria surgido também a fama de que o Caprichoso era o Boi da Elite. Outra versão seria devida ao fato de que, em 1982, o Caprichoso fugiu saiu do Festival. Os torcedores do Garantido teriam dito que o Caprichoso fugiu vergonhosamente, mas os azulados se defenderam dizendo que não fugiram, mas saíram à francesa.

Boi Caprichoso depois de um pacífico confronto com seu rival, Boi Garantido

Toadas[editar]

Cquote1.png Pelo CACETE dos Korubos! Cquote2.png
Toada do Caprichoso de 1996 que revela porque eles se interessam tanto pelos índios

Cquote1.png Ela vem chegando, vestido rendado, gira a sombrinha pelo ar, faz meu amo se apaixonar, tirando versos para ela se encantar Cquote2.png
Toada do Caprichoso de 1999 falando sobre a Sinhazinha da Fazenda; detalhe, o amo apaixonado é o Pai dela, revelando que há uma mensagem subliminar de incesto na fazenda do Caprichoso

Cquote1.png Olê lê, olá lá, misturei carimbó siriá; carimbó, sirimbó é gostoso, é gostoso em Belém do Pará Cquote2.png
Toada (?) executada na arena em 2005, mostrando que Caprichoso é o Boi de Parintins (?)

Cquote1.png A bênção João de Deus, A bênção João de Deus, A bênção João de Deus, nosso povo te abraça Cquote2.png
Um novo estilo de toada: a toada de apelação. Executada em 2005 na arena quando o Caprichoso já não sabia mais pra quem apelar pra conseguir ser campeão e mesmo assim não conseguiu.

Antigamente existiam grandes compositores como Raimundinho Dutra, Carlos Paulaim e José Carlos Portilho. Posteriormente, a diretoria deu um choque de gestão e abriu uma fábrica de toadas, pra baratear os custos. O maquinário foi todo comprado da Bahia, e o material utilizado passou a ser reciclado, em razão da política de preservação. Por isso, até hoje, de cada vinte palavras, os compositores devem sempre usar as dez seguintes: azul, estrela, caprichoso, emoção, delírio, marujada, galera, paixão, amor e suor.

  • Toada do Caprichoso de 96.
Chegou pra brincar com povo na floresta, alegria e festa, emoção que me faz delirar. Ribumba tambor marujada de guerra, dança filho da terra, no capricho do meu Boi-Bumbá. *Toada do Caprichoso de 97.
Caprichoso chegou pra vencer, a galera vem toda pra ver, marujada seu ritmo encanta, meu coração vibra de tanta emoção, olhos brilham na luz do luar, o azul cor do céu e do mar á á á.
  • Toada do Caprichoso de 98.
Canta com a minha marujada e vem bailar, no canto forte dessa massa vem cantar, explode massa azulada, hei, ô ô ô ô ô, deixa o suor correr o corpo sem parar, ergue os barços pro ar, no toque do Boi Caprichoso vem logo dançar.
  • Toada do Caprichoso de 2011.
Balança o corpo galera azulada, na emoção infinta do meu Boi Caprichado, levanta as pernas pro ar e explode em delírio de paixão.
  • Toada do Caprichoso de 2337.
O azul azulou no meio da minha galera azulenta, que delirou e azulejou no capricho da nossa marujenta de guerra, abre as pernas minha galera, delira na emoção azulescente e estrelada do meu Boi.


Quando eles próprios se veem enjoados das mesmas palavras, usam as vogais (a, e, i, o, u) a música inteira.

Em 1997 estorou no mundo inteiro uma toada do Garantido que se chamava Tic-tic-tac - uma referência ao som das caixinhas na batucada. O Invejoso, digo, Caprichoso decidiu lançar em 1999 a toada Zig-Zag da Marujada, sendo que zig-zag NÃO TEM NADA A VER COM NENHUM INSTRUMENTO da marujada, era só uma palavra fácil pra pegar e fazer uma dança ridícula.

  • Caprichoso

Eieie, eiêiêiê, eiêiêiê, eieiêêêêêêêê... eiêiêiê, eiêiêiê, eiêiêiê, eieiêêêêêêêê.. (+30 vezes)

Eia, eia, eia, eiaaaa, eia, eia eia... Ôôôôôôôôôôôô.... (+70 vezes)

Hei-hei-hei, hei-hei-hei, hei-hei-hei, heiheihei... (+1254 vezes)

Lista de Sacaneados[editar]

  1. Jair Mendes: artista plástico do Garantido de muitos anos. Candidatou-se a presidente do boi em 2008, perdeu, não teve o contrato renovado e foi pro Caprichoso. Fez uma única alegoria para a terceira noite de 2008, e a tal alegoria quebrou.
  2. Teco Mendes: filho de Jair Mendes. Em 2007 na lenda Jacurutu fez as ávores andarem na arena para o Garantido. O Caprichoso achou que Teco se empenharia da mesma forma por lá. Contratou o rapaz que deveria fazer o ritual dos insetos na terceira noite. A alegoria quebrou.
  3. Edílson Santana: Não recebeu o cachê em 2002 no Garantido (que bom que o garantido não esconde o fato de não pagar seus artistas). Mudou pro Caprichoso e virou amo do Boi em 2005. Perdeu em 2006. Concorreu como levantador em 2007 e 2008. Perdeu em ambos.Fio rebaixado pra Amo do Boi em 2010.
  4. David Assyag: Se candidatou a vice-presidente e queria ser dono do Garantido. Perdeu a eleição e foi pro Caprichoso, onde recebeu o título de imperador. Vamos ver depois do Festival se a bossa se mantém.
  5. Helen Veras: Era um grande compositor do Garantido. Em 2007 não teve nenhuma toada aprovada no CD do vermelho e resolveu ir pro lado negro da força. Compôs as piores toadas de desafio de todos os tempos chamando o Garantido de "boi mão mole" e daí pra pior. Achou que cairia nas graças da galera azul e branca. Ninguém deu confiança pra ele e deixaram o pobre coitado de fora do CD em 2009 e 2010. Agora quer voltar pro Garantido com o rabinho entre as pernas.
  6. Baleinha: Era mestre da Batucada do Garantido. Esse aparentemente não foi sacaneado, mas saiu por uma proposta melhor. Deveria organizar a Maracujada de Guerra. Porém não deu jeito ainda. Vamos ver o que o futuro lhe reserva.

Galera Azulada[editar]

Torcedora Apaixonada. Uma bela cunhã que representa a mulher da Nação Azul.
Imagem típica da galera azulada: lotada e feliz com o seu boi. Note que as sombrinhas são adereços usados quando a Sinhazinha da Fazenda está se apresentando

Cquote1.png Você quis dizer "Parada Gay" Cquote2.png
Google sobre a Galera Azulada
Cquote1.png E o bambu? Cquote2.png
Torcedor típico da Galera Azulada esperando a réplica da Menina do Bambu.
Cquote1.png Boa ideia! Cquote2.png
Mesmo torcedor da linha acima depois de ouvir a réplica da Menina do Bambu.
Cquote1.png Is-to-é-um-a...vergonha! Cquote2.png
Bóris Casoy sobre Galera Azulada
Cquote1.png Porra!Caralho!Merda Cquote2.png
Técnico Bernardinho satisfeito com o desempenho da Galera Azulada

É composta por torcedores de Manaus e de Parintins --- 99% de Manaus e 1% de Parintins.

Nos anos 90 obteve grande sucesso no festival devido à nova fábrica de toadas importada da Bahia. Entretanto, a partir do ano 2000, a diretoria resolveu fazer um teste de QI pra selecionar seus compositores. Resultado: todos foram reprovados e passaram a encomendar toadas de compositores do arqui-rival-inimigo-adversário-fontedeinspiração-bofe Garantido. Desde esse tempo em diante passou a perder no item galera.

Como o Caprichoso é o Boi da Elite, a maioria de seus torcedores tem muitos compromissos e não pode assistir à apresentação de seu Boi até o final. Geralmente eles saem com uma hora de antecedência, deixando a arquibancada vazia espaçosa.

O Boi de Parintins[editar]

O slogan do Boi Caprichoso, desde 1997 é O Boi de Parintins. Isso é uma resposta aos injustos torcedores do arqui-rival-inimigo-adversário-fontedeinspiração-bofe Garantido que acusavam o Caprichoso de ser muito influenciado por gente de fora. De fato isso é uma grande injustiça, a prova é que todos os seus grandes personagens do passado e do presente são parintinenses, como na lista que se segue:

  • Edílson Santana, derrubador levantador de cantigas toadas rebaixado para amo do boi, parintinense de Santarém(PA);
  • Prince do Boi, amo do boi descartável (ninguém sabe, ninguém mais viu), parintinense de Manaus(AM);
  • Arlindo Júnior, levantador e apresentador por 18 anos, parintinense de Manaus(AM);
  • Ronaldo Barbosa, maior compositor, parintinense da gema, nascido em Natal (RN);
  • Roque Cid, fundador do Boi na versão Nro. 37, parintinense perreché, de Crato(CE);
  • Boi Caprichoso, isso mesmo, o próprio boi, parintinense nascido em Manaus(AM), na Pça 14.

Uma prova de que o Boi Caprichoso é mesmo o Boi de Parintins é essa toada autenticamente parintinense, sem nenhum influência do funk carioca, gravada no CD oficial de 98:

  • Toada do Caprichoso de 1998.
Ah ah eu tô maluco
Ah ah eu tô maluco
Ah ah eu tô maluco
Maluco por meu boi

Amo do Boi[editar]

Cquote1.png Infelizmente, isto ecziste Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Prince do Boi
Cquote1.png Você quis dizer: VOVOZONA Cquote2.png
Google sobre Prince do Boi


Princesvaldo Ferreira do Boi da Silva, mais conhecido como Prince do Boi, é o atual amo do Boi Caprichoso. Assumiu o cargo em substituição a Edílson Santana que se tornou derrubador levantador de toadas. É mais um mutante criado pela Dra. Júlia pois trata-se do único ser humano que não tem pescoço.

Prince do Caprichoso entoando seus versos
Nos bastidores, Prince ensaiando seus versos
Amo do Boi Caprichoso colando os versos.











Levantador de Toadas[editar]

Cquote1.png Volta pra onde tu veio Cquote2.png
Oficial do Bope após ouvir o grito canto de Edílson Santana
Gritílson Santana nasceu em Santarém, no Pará, e aprendeu a gritar cantar com a cantora Joelma. Entretanto, Chimbinha achou que ele gritava além da conta e expulsou-o do Pará. Foi backing vocal no Garantido por muitos anos, mas passou a gritar tanto que foi demitido e contratado pelo Caprichoso. É outro mutante criado pela Dra. Júlia pois quando começa a gritar cantar estoura os tímpanos de sua galera. Concorre ao item de derrubador levantador há dois festivais e ainda não conseguiu ganhar de seu rival David Assayag. Seu nome artístico é Edílson Santana.

Edílson Santana!
Janela de Edílson Santana depois de um ensaio técnico!

Apresentador[editar]

Cquote1.png Haja Paciência Cquote2.png
Buda sobre Júnior Paulaim
Cquote1.png Você quis dizer: Márcio Barando Cquote2.png
Google sobre Júnior Paulaim
Júnior Paulaim é a placenta de seu irmão, o apresentador do Garantido, Israel Paulaim. É mais um mutante criado pela Dra. Júlia, pois, em 2002, o Garantido estreou Israel Paulaim com grande sucesso; o Caprichoso pegou a placenta congelada de Israel e, no laboratório da Dra. Júlia criou o jovem Júnior Paulaim, que estreou 3 anos depois, em 2005. Há 3 anos Júnior Paulaim perde pra seu irmão.