Bomba atômica

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
      Este artigo pode conter informações perigosas a seres humanos, se você for um cachorro ou Chuck Norris ignore. Caso contrário, leia nosso Alerta sobre risco dos artigos. Lembre-se que sempre procuramos o bem-estar de nossos leitores


Radiation symbol 2.gif
Espectro solar judeu.png

Este artigo é relacionado à física.

V_i=\frac{dS}{dt}

Evite pendurar-se nas polias roldanas.


Cquote1.png Vou procurar no Google instruções para construir uma. Cquote2.png
Mahmoud Ahmadinejad sobre Bomba Atomica

Cquote1.png Na União Soviética a Bomba Atômica desenvolveu VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Bomba Atômica
Cquote1.png Resumindo o processo: fissão, fusão, fodeu!!! Cquote2.png
Cientista sobre Bomba Atomica
Cquote1.png A minha padaria vende dessas! Muito recheadas! Cquote2.png
Português sobre Bomba Atômica
Cquote1.png Todo dia faço uma na privada! Cquote2.png
Chuck Norris sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Minha próxima aquisição. Cquote2.png
Osama Bin Laden sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Tudo isso foi desenvolvido com a minha teoria. MWHAHAHAHAHA!!! Cquote2.png
Doutor Roberto sobre Bomba Atômica
Cquote1.png Aquele Hugo Chávez de merda tá querendo mexer com os Estados Unidos e ainda vai sobrar no nosso rabo. Esse Bush joga uma bomba na Venezuela, a radiação vem toda pra cá e eu, ó, vou sentar na boneca! Cquote2.png
Luiz Carlos Alborghetti sobre bomba atômica
Cquote1.png Mama mia, o maior cogumelo que eu já vi! Cquote2.png
Mário do armário sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Terorists win!! Cquote2.png
CS sobre Bomba Atômica
Cquote1.png Meu amor, levo um míssil atômico por trás todo dia. Cquote2.png
Clodovil sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Ai ai ai ui ui! Cquote2.png
Sílvio Santos sobre Bomba Atômica
Cquote1.png Worm 1 está passando mal Cquote2.png
Narrador de Worms Armageddon sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Forte Bomba!!! Cquote2.png
Narrador do Campeonato Brasileiro 96 sobre Bomba Atomica
Cquote1.png Eu não se de nada... Cquote2.png
Einstein sobre a criação da Bomba Atomica
Cquote1.png Eu também não sei...hum! Cquote2.png
Deidara sobre a criação da Bomba Atomica

Bomba atômica é o nome dado a armas de destruição em massa (vulgas bombas) que usam o poder contido nos átomos de alguns alimentos, como o ovo, o feijão e o repolho liberados através de processos de fissão, fusão e digestão soltada atraves do gases anais.

É possível construir estes explosivos em sua casa porém isto não é recomendável pois se George W. Bush descobrir ele pode transformar seu país em outro campo de batalha pela democracia no mundo. E, se o seu experimento for bem sucedido, a sua cidade desaparecerá do mapa na velocidade da luz.

Tabela de conteúdo

[editar] Invenção

Albert Einstein descobriu a bomba atômica por acidente quando passou a noite acordado pensando sobre a Teoria da Relatividade. Depois de ficar comendo toda sorte de porcarias que estavam na geladeira do centro de pesquisa, teve uma tremenda e súbita diarréia. Quando conseguiu se acomodar no vaso sanitário, Einstein conseguiu completar a primeira reação em cadeia por digestão, abrindo caminho para a compreensão do fenômeno. Anos mais tarde, com o interesse americano na corrida armamentista contra a União Soviética, criou-se o projeto Manhattan. Uma instalação super secreta que de tão secreta nem os criadores e os participantes do projeto sabem onde fica. As poucas fotos que vazaram dão conta de salas equipadas em séries intermináveis de vasos sanitários lustrosos. A história verdadeira: O projeto Manhatan teve como participante decisivo um japones chamado IgualBrasil, que estava insatisfeito com a situação do seu país. Como podemos observar deu certo depois de levar uma bomba na cara o país resolveu mudar.

[editar] Os processos de detonação da bomba

Cidadão apreciando a beleza de uma detonação. (Note que ele parte ligeiro, para escapar da radiação)
  • Fissão: Os átomos desses alimentos se chocam e se quebram feito ovos (por isso que os ovos tem mais rendimento nesse processo), liberando uma quantidade enorme de energia (apesar disso, esse processo é o mais ineficiente dos três).
  • Fusão: Os átomos se chocam e se unem, formando um só atomo (ocorre mais com o repolho, por causa das folhas que são bem compactadas). Liberam cerca de 15% a mais de energia que a bomba de fissão, logo são mais potentes. Mesmo assim perde para o processo de digestão.
  • Digestão: Causa a maior parte da destruição, incluindo o lançamento de radiação e a morte dolorosa devido aos ferimentos. O único reator capaz de fazer e autosustentar esse processo é Chuck Norris (Albert Einstein usou-se como reator de pesquisas), porém os EUA estão cogitando construir um Reator de Digestão em Brasília e outro na Argentina (próximo a Buenos Aires), suspeita-se ainda a construção de um no Acre.

[editar] Uso em guerra

As bombas atômicas foram usadas apenas duas vezes no campo de batalha, na Segunda Guerra Mundial. Chuck Norris foi o responsável por comer dobradinha com ovos caipiras, feijão e batata doce antes de pousar em Hiroshima e no dia seguinte em Nagasaki. Como Chuck Norris passou mais tempo curtindo o seu peido de Hiroshima, a destruição causada lá foi maior. Depois disso, Chuck Norris concordou que era muita apelação usar este tipo de armamento, então, ele nunca mais foi utilizado em guerras.

[editar] Bomba suja

Vários governos realizam testes com as bombas que acabam de construir para mostrar que também podem usá-las quando precisarem. Porém, sabe-se que devido o seu poder as bombas atômicas causam o aquecimento global porque empurram o planeta Terra na direção do Sol a cada vez que uma explode.

Além disso, há o perigo de contaminação do ambiente causado pelos gases tóxicos residuais da explosão que podem contaminar áreas extensas durante séculos, tornando-as inabitáveis caso alguma delas caia numa central de tratamento de esgoto. Se for o caso, nenhum nariz saudável conseguirá permanecer nestas áreas por um longo período de tempo sem comprometer o estômago, o fígado e o cérebro . Boooobassssssssssss..

[editar] Bombas atômicas

Devido a isso, convencionou-se a nível internacional que todos países que fazem testes com bombas atômicas devem preceder a cada explosão com a execução completa da música Für Elise de Beethoven, vulgarmente conhecida como a música do caminhão de gás.

[editar] Faça sua própria bomba atômica

Caso você seja um nerd, maluco, otário ou qualquer coisa do gênero, e desejar se matar contribuir para a destruição mundial, conte com esse artigo, popularizado pelo nosso poderoso Beakman. Bem, lá vai:

Considerações preliminares:

Como tudo o que é bom, a construção de uma bomba atômica, por mais poderosa que ela seja, também deve se iniciar pelas preliminares. Você sabe muito bem que se partir logo para os finalmentes a sua parceira (ou parceiro, conforme a sua preferência) pode sentir-se um pouco frustrada(o). Como Fazer Sua Bomba Atômica (genérica)

Olá. Você está prestes a construir uma arma de destruição em massa, portanto, terá que estar ciente de que poderá dizimar sua cidade, durante o experimento.

Material necessário:

- Uma garrafa PET - 2 Pombas Marotas (têm que ser marotas, senão não adianta) - 1 foguete da NASA - O computador HAL 9000 (de 2001 - Uma Odisséia no Espaço) - 1 micro-combustor de energia cinética platônica - 3 Nanochips maléficos - 10 metros de fios de cobre - 4 xícaras de OMO Progress - 1 motor de fusca movido à fusão - 1 tonelada de césio137 (muito encontrado em Goiânia - GO) - 10 pilhas Duracell Ultra - 6 litros de Gasolina Aditivada - Urânio à gosto - Papel Alumínio - Um gato persa (sem pelos) - Um pote de wiskas - Uma caixinha de areia

Modo de Preparo.

Recubra a sua garrafa PET com o papel alumínio, de forma que não seja possível ver o fundo. Encha a garrafa com uma solução feita com a Gasolina, as pilhas, o Omo e o sangue das pombas marotas. Isso resulta numa substância completamente tóxica e mortalmente ácida. Coloque tudo na carrafa, o alumínio não deixará que derreta-a. Separe.

Pegue o motor de fusca, coloque todo o césio137 dentro dele, e faça-o funcionar, puxando a corda. Isso fará com que o césio se enriqueça, tornando o 150 vezes mais poderoso. Retire e separe.

Vamos à eletrônica da bomba. Ligue o combustor de energia cinética platônica e instale os nanochips. O computador se tornará vivo. Coloque-o para conversar com HAL, o computador mais inteligente já criado. Os nanochips se apossarão de HAL, tornando os dois um só. Separe.

Agora, pegue o urânio e fique balançando por umas 2 horas, é importante. Ele se tornará enriquecido como o césio, só que com 300 mil vezes mais energia. Envolva-o com o fio de cobre, isso isolará a energia.

Montagem

Pegue o foguete da NASA, faça as alterações:

Retire o motor principal, pegue a garrafa, coloque o conteudo no motor de fusca movido à fusão, como combustível. Junte com o césio e instale o motor. Retire o computador principal da nave, coloque o HAL. Use o urânio enriquecido para suprir suas necessidades.

Coloque o gato para dirigir a nave, do lado dele deixe um pote de wiskas e uma caixinha de areia, já que HAL fará tudo sozinho, e o gato terá suas necessidades durante o percurso. Coloque a localização e faça as seguintes modificações no sistema de radar da nave:

No posto de antena AE-35, mude o sensor 3 para HI-FI STEREO, e o sensor 5 coloque como função paralelepídea com a manopla de comando 13A, que fica no painel ALFA. Já no posto AE-36, onde controla o radar principal de aproximação de alvos via laser, o sistema DELTA pode passar à posição 11, com chave cúbica 40.

Aperte o botão vermelho e coloque seus óculos.

[editar] Por que construir a sua própria bomba atômica?

As razões são muitas e apresentamos, apenas, algumas delas.

Nestes tempos difíceis, de muita violência, você deve aprender a se defender. Os menos imaginosos, os medíocres, os emos, compram revólver, pistola, espingarda, fuzis AK45, 47, granadas mafagafos e metralhadoras. Coisas de amadores, mesmo porque qualquer pessoa pode adquiri-los com a maior facilidade no mercado negro. Nos outros mercados, os mercados branco, cinza e "technicolor" pode ser um pouco mais caro, mas também é possível comprá-los desde que se tenha bons agentes de intermediação. Tudo fácil de mais.

Se você tem competência para realizar algo com a suas próprias mãos, por que não fazê-lo? Use o seu engenho, arte e imaginação para construir um artefato poderoso e com mil e uma utilidades.

Ao fazer a sua própria bomba atômica, você estará contribuindo para a paz mundial, pois o seu poder de dissuasão irá aumentar significativamente. Pelo menos isso é o que dizem os donos dos grandes arsenais nucleares.

A bomba não é para ser usada. Ela é apenas um enfeite, um artifício, um acessório decorativo, persuasivo e dissuasivo de grande poder. A bomba não deve jamais ser usada, a menos que o seu uso se torne imperativo diante de um inimigo metido a besta que, evidentemente, ainda não tenha construído a sua própria bomba.

Se o inimigo já tiver construído a bomba dele, aí as coisas ficam um pouco dificultosas, porque se a bomba dele for maior que a sua, você pode se ferrar.

[editar] Como saber quem tem a maior?

É fácil. Você se lembra do seu tempo de menino(a)? Pois é. Faz do mesmo jeito, uai!. Mostre a sua peça e peça pra ele(a) mostrar a dele(a). Essa estratégia sempre funciona.

Depois que você tiver construído a sua bomba, peça a inscrição no clube dos matadores atômicos onde já se encontram: Israel, EUA, Índia, Paquistão, Espírito Santo, Reino Unido, França (ui!), Rússia e Favela.

Agora que está plena e satisfatoriamente demonstrado que você também deve possuir a sua própria bomba atômica, mãos à obra.

[editar] Primeiro passo: A matéria prima

A primeira coisa é obter a matéria prima. Recomenda-se o urânio 235. O urânio 238 deve ser evitado, pois apesar de possuir apenas 3 graus de diferença na escala, ele costuma dar chabu. Se não conseguir encontrar no mercado negro você pode recorrer aos recicláveis, geralmente esse tipo de matéria prima é encontrada facilmente nos deposito de recicláveis ou em algum ferro velho no interior de Goiás. A bomba atômica do Abdula foi adquirida nos lixões de Caxias

Reator reciclado de um acelerador de partículas quando estava sendo transportado na cidade de Duque de Caxias num veiculo movido a propulsão animal


(Já pensou? Na hora H, você esperando um sonoro KABUUUMMM! e vem apenas um fraco, e geralmente fedido, PUF?)


Dê preferência ao urânio enriquecido, mas antes procure saber como ele enriqueceu. Se o enriquecimento dele ocorreu nos anos em que ele esteve em Brasília ou ocupando cargos no governo, mude de fornecedor, pois trata-se de enriquecimento ilícito. É urânio desonesto, muito embora goze de grande prestígio nos meios políticos e sociais.

Pegue 100 kg de urânio 235 e divida em duas porções iguais. Coloque cada uma das porções em um cilindro de metal, tampe e reserve.

Use um pincel, atômico, evidentemente, para identificar cada um dos cilindros. Em um deles escreva "MASSA SUBCRÍTICA" e no outro escreva "MASSA CRÍTICA".

A partir desse momento, evite, a qualquer custo, a contaminação entre os dois cilindros. As partículas da massa subcrítica somente devem encontrar as partículas da massa crítica no momento da explosão, depois de acionado o mecanismo fusível. Tá certo, é um tabu que nem aquele do noivo que não deve ver o vestido da noiva antes do casamento, mas tradição é tradição e deve ser respeitada.

Em seguid....

O quê?!! Como e onde conseguir o urânio? Putz, tenho que dizer tudo, é?

[Sinais de impaciência e irritação. Pausa.]

Tá bem, vamos lá.

[editar] Onde adquirir a matéria prima

As melhores fontes para adquirir a matéria prima são (pela ordem de preferência):

  • Ferro velho
  • Organizações terroristas
  • Centros de pesquisas
  • Usinas nucleares

Ferro velho. Com um pouco de paciência, pode-se conseguir bom material radioativo no ferro velho e os preços são muito convidativos. Confira com cuidado e veja se o material está muito gasto ou descorado. Verifique a textura, o sabor e a cor antes de fechar negócio.

Organizações terroristas sempre pedem muito dinheiro para liberar porções radioativas, mas dá pra fazer boas aquisições.

Centros de pesquisa e usinas nucleares são bons fornecedores, mas seja cauteloso porque os diretores e funcionários não gostam muito quando desaparecem grandes quantidades de urânio de lá. Eles ficam um pouco inquietos, sabe.

Se for usar material oriundo de centros de pesquisa, seja exigente. Alguns centros fazem pesquisa submetendo mosquitos e batatas à radiação, de modo que é preciso saber se o material radioativo está contaminado com larvas. Quanto mais contaminado com larvas, mais insetos nos resultados, quer dizer, mais incertos os resultados.

Ou simplesmente compre na Amazon ou no Mercado Livre.

Agora que você já tem o urânio, vamos à segunda fase.

[editar] Segundo passo: O mecanismo de detonação

Preste muita atenção nesta parte. Um acidente pode ser fatal. Mantenha as faíscas sob controle absoluto.

O mecanismo de detonação é constituído de 100 kg de dinamite e mais o pavio. Em vez da dinamite, pode-se usar pólvora de bombas de São João, mas você vai precisar de 150 kg dessa pólvora.

Antes de perguntarem como obter a dinamite ou a pólvora: compre a dinamite em lojas especializadas em dinamite e a pólvora em lojas especializadas em pólvora. Satisfeitos?

Em seguida, coloque a dinamite ou a pólvora em um cilindro de metal, tampe e reserve.

Prepare o dispositivo fusível, também conhecido como pavio detonador. Alguns nerds cientistas chamam o pavio detonador simplesmente de fusível e os ignorantes chamam o fusível de fuzil.

Pois bem, não use um fuzil, quer dizer, um pavio muito curto. Se pavio curto é ruim em gente, imagine numa bomba atômica.

O maior perigo num pavio pequeno é o lapso de tempo decorrido entre o momento de acender e a hora de a bomba explodir. Se o tempo for muito curto, não vai dar para você se afastar e ficar a uma distância segura do artefato. Geralmente um metro de pavio é um bom tamanho.

Como você bem sabe, todo o pavio que se preza tem duas extremidades. Coloque uma das extremidades do pavio no recipiente contendo a dinamite (ou a pólvora). Evite fumar charuto, maconha ou cachimbo durante essa operação. Cigarros são permitidos, desde que o maço contenha aquelas fotos de gente com câncer que o governo mandou botar pra ver se amedronta os fumantes.

Coloque os três cilindros – os dois de urânio e mais o de dinamite (ou de pólvora, conforme a sua preferência) – sobre uma superfície plana e prenda-os fortemente com fita durex. (Fique de olho na marca. Se não for durex, esqueça.)

Pronto: Sua bomba está pronta para ser usada. À primeira vista, ele pode parecer meio esquisito, mas com o tempo você se acostuma.

[editar] Onde guardar a sua bomba atômica

Guarde-a em casa num lugar accessível, porque, quando dela necessitar, você vai encontrá-la logo ali bem pertinho e à sua disposição. Vez por outra, faça uma inspeção pra ver se os cilindros estão vazando. Preste atenção, porque um nêutron descuidado aqui, um elétron displicente ali e todo seu trabalho vai por água abaixo.

Em alguns países, os donos de bombas nucleares fazem buracos no chão e lá enterram as suas bombas, igualmente os gatos depois de fazerem necessidades fisiológicas. É uma boa alternativa.

[editar] Normas de segurança

Muito embora o processo de fabricação seja absolutamente seguro e isento de maiores riscos, alguns cuidados devem ser tomados.

  • a) Lave sempre as mãos com água e sabão após manusear o urânio. Use a sua escova de dentes para remover o pó que insiste em se abrigar sob as unhas. Se quiser usar luvas de segurança, compre dessas de supermercados. São mais baratas.
  • b) Enquanto você coloca o urânio nos dois cilindros, pode acontecer de subir uma poeira radioativa resultante da desagregação do material. Ao ser aspirada em grandes quantidades e metabolizada, essa poeirinha pode, eventualmente, impedir o organismo de produzir as células vermelhas do sangue ou te transformar num X-men.

Se você não sabe, as células vermelhas servem para dar a cor de sangue ao sangue e a ausência delas faz com que ele adquira cores variadas e imprevisíveis. Mesmo considerando que as consequências sejam meramente estéticas, fica esquisito se você sair por aí, pegar uma bala perdida, sofrer um assalto e chegar no pronto socorro sangrando um sangue rosa-choque ou azul-calcinha. Pega mal, pacas. O que vão pensar de você?

  • c) Para evitar a inalação da poeira radioativa a melhor forma de prevenir é prender a respiração durante o manuseio do urânio. Pode ser que, no começo, você fique meio arroxeado devido à falta de oxigênio nos pulmões, mas, com o tempo, você se acostuma.
  • d) Para evitar que grânulos de urânio se instalem no seu estômago, jamais manuseie urânio enquanto estiver de estômago vazio.
  • e) Se, após uma jornada de trabalho com o urânio, você se sentir um pouco sereno, tonto ou sonolento isso pode ser consequência da redução das células vermelhas do sangue. Para ter certeza, vá até um laboratório e mande fazer a contagem delas. Exija a contagem em todo o sangue e não apenas em uma amostra. É mais preciso. Se for constatada a redução, tome dois copos desses refrescos tipo framboesa, groselha ou morango às refeições durante dois ou três dias.
  • f) Evite ficar muito perto da bomba no momento da detonação. A temperatura pode chegar a 100 milhões de graus centígrados e isso pode provocar queimaduras. Se for absolutamente indispensável acompanhar o processo de detonação, use protetor solar.

pode aclopar ao seu ** carro

[editar] Considerações finais

Avise os vizinhos e malfeitores que você está bem armado. De que adianta todo esse trabalho e investimento em alta tecnologia se ninguém souber que você tem a força?

Os vizinhos vão respeitar e temer: nada de roubar o limpador de para-brisa do seu carro, nada de pedir duas cebolas emprestadas e não pagar.

[editar] Efeitos da bomba

Bem os efeitos são:a destruição de

CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif


de km² e a morte de

CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif


de pessoas inclusive você e euuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu... (Então não invente de fazer uma e soltar ok)

Cquote1.png eu disse para você não escrever sobre os efeitos perto da bomba? Cquote2.png
cientista sobre morte do autor

[editar] Outro Tipo de bomba atomica

São as bombas naturais,produzidas por movimentos peristalticos do nosso corpo bipede elas são bem piores do que as não naturais... você nao morre na hora e a não natural mata vc em em em em em em 1 segundo a natural sacrifica você até você morrer.

Sim,existem prevenções para esse tipo de bomba tais como :

Bom Ar, Casa do Pedrinho, Fosforo, Rolha, Revolver, Pistola, .38, e muito mais !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[editar] Adquira já a sua!

Se você deseja comprar uma bomba atômica ligue para *24 @911 82% e garanta já a sua por apenas 500.004.244.778.234[Censured]R$.E faça o que você quiser,mate sua sogra,seu vizinho chato,sua mãe ...

Atenção! Só entregamos a domicílio em marte com clima de -100 ºc .


[editar] Uso desnecessário

Se você deseja ter uma bomba atomica geralmente seria para você explodir sua escola ou sua ex.Se esse é o seu casoCompre logo uma c4, porque voce nunca vai ver uma pessoalmente.

[editar] Ver Também

Nuclear-explosion.jpg



<p>

Fisica de merda.jpg
v d e h
O Átomo
</p>

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas