Bonfinópolis de Minas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Bonfinópolis de Minas é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Como conseguiu internet nesse buraco?

Sciences de la terre.svg.png


Introdução[editar]

Bonfinópolis de Minas é uma cidade na qual ninguém sabe o verdadeiro nome de seus 300 e alguma coisa habitantes (o restante migrou para Taguatinga-DF). Todos são conhecidos pelos apelidos como: fulano do boi, família pinto brochado, sicrano roxo, beltrano butinudo...

História[editar]

Antigamente a cidade era conhecida como Santo Antônio do Roçado, depois Fróis, Bonfim, Onça-do-Velho-da-Taipa e, finalmente, Bonfinópolis de Minas. O que já foi um grande entreposto comercial, hoje vê a sua população minguar e tornou-se apenas mais uma cidade dormitório da grande Brasília de Minas.

Distribuição Geográfica[editar]

Contrariando o que ocorre no resto do Brasil, a maioria de seus habitantes vive na zona rural. O restante mora na rua cidade.

Economia[editar]

A economia se baseia na agropecuária e agricultura,é bem normal encontrar cavalos e vacas nas praças da cidade,e também na Brasilinha. O pujante comércio local é formado por uma farmácia, uma padaria, um posto de gasolina e uma loja Eletrozema. Ah! Sem esquecer as várias lojas e betecos copo-sujo onde se joga sinuca e se bebe muita cerveja pagando-se fiado.

O artesanato também é bastante desenvolvido, especialmente as senhorinhas que fazem colchas do tipo "patchwork" e as vendem na capital federal.

Religião[editar]

Ao contrário de outras cidades históricas mineiras que possuem várias igrejas, "no Bonfim" só há duas: a velha e a nova. E se você procurar o padre em alguma delas vai perder seu tempo: ele está sempre na prefeitura.

Recursos Naturais[editar]

A natureza é exuberante com vários rios como o Rio das Almas, o Ribeirão Santa Cruz e o notório Rio Urucuia. Acho que Guimarães Rosa esteve por lá buscando inspiração. Manuelzão e Miguelin podem se encontrados em qualquer esquina. Augusto Matraga também. Aliás há vários deles por lá.

Viagem Literária[editar]

É isso mesmo, Sagarana existe de verdade. Seus personagens todos podem ser encontrados nos sertões encantados de Bonfinópolis de Minas. Eu prefiro Onça-do-Velho-da-Taipa, mas tudo bem.