Botafogo Futebol Clube (São Paulo)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Botafogo Futebol Clube (São Paulo)
Escudo do Botafogo de Ribeirão Preto.png
Brasão
Hino Botafogo!Botafogo!Desgraça de Ribeirão!
Nome Oficial Botafogo Futebol Clube
Origem link={{{3}}} São Paulo- Ribeirão Preto
Apelidos Fogão de Merda, BFC, Celeiro
Torcedores Pobres e Idiotas
Torcidas Grupo Organizado Pobretões
Fatos Inúteis
Mascote Pantera Gay
Torcedor Ilustre Mestre Yoda
Estádio Santa Cruz
Capacidade 2
Sede Ribeirão Preto
Presidente Darcy Vera
Coisas do Time
Treinador Um que Vai Cair
Pior Jogador Nuvola apps core.png George Neto
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Daniel Paulista
Patrocinador BMGÊ, Brás-Coop e Fodidão Veículos
Time
Material Esportivo Darcy Vera Sports
Liga Campeonato Paulista
Divisão 1ª Divisão
Títulos Mundial de Clubes FIFA
Ranking Nacional 120026475836354637°
Uniformes



Botafofo Futebol Clube é um time de Ribeirão Preto desconhecido e que ninguém se importa ou respeita. Mesmo sendo desconhecido, os matutos e capiais da região ainda o vangloriam de maior time de Ribeirão Preto, disputando apenas com o Comercial, time igualmente ruim que até hoje não conquistou nada. O Botafogo-SP se destaca na hora da formação de atletas, que conta com várias estrelas como Negão, Rato, Fidimãe, Sócrates, George da Silva Neto, Basílio... Mesmo assim, é um timinho desgraçado que nem na Série D consegue estar, o que é uma vergonha para todos os ribeirão-pretanos que gastaram seu 13º numa camisa do fogão.

História[editar]

Fundação[editar]

O time foi formado de forma bem semelhante ao Paraná Clube, sendo que havia uma indecisão quanto ao nome e por conta disso um dos dirigentes disse que ia botar fogo em tudo, se não entrassem numa decisão sobre o nome, daí lembraram do Botafogo do Rio de Janeiro e decidiram por unanimidade copiá-lo. No entanto, por conta de seu rival Comercial já jogar com a camiseta preta e branca, foi decidido que a camisa do time seria tricolor, colocando a cor vermelha em meio ao preto e branco (mal sabiam eles que estavam marcando moda e que após 17 anos o São Paulo Futebol Clube iria copiar o seu uniforme).

Campeonato Brasileiro de 1976[editar]

A nível paulista, o Botafogo de Ribeirão Preto sempre foi um time insignificante que sequer chegou a alguma final, mas como oe stado de São Paulo sempre teve regalias, no Campeonato Brasileiro de 1976 que teve 195 times, 65 dos times eram paulistas, e o Botafogo teve o direito de participar daquela edição por causa disso. Fez uma campanha aceitável para o que se espera de um Botafogo (ser eliminado logo de cara) e classificou de duas fases, morrendo obviamente na Terceira Fase, porque aí ficou avançado demais, como direito a uma derrota de Botafogo 1x4 Internacional (03/11/1976 - 3ª fase, grupo Q, 2ª rodada Copa Brasil 1976).

Taça de Prata de 1980[editar]

Estreou na seu lugar de merecimento, a segunda divisão, na Taça Prata de 1980, onde dentre mil times morreu na praia terminando o torneio num quarto lugar sendo que apenas 2 times subiam, e com direito e derrota de Botafogo 1x4 Inter de Limeira (16/03/1980 - 1ª fase grupo F 6ª rodada Taça de Prata 1980)

Taça Prata de 1981[editar]

Continuou na Seghunda Divisão, mas dessa vez ficou com um mísero e cretino 24º lugar no torneio, mas também, o time chegou a perder de Botafogo 1x4 Guarani (02/02/1981 - 1ª fase grupo D 7ª rodada Taça de Prata 1981) aí é porque merece uma posição gay dessas mesmo.

Copa do Brasil 1999[editar]

Fez sua estreia na Copa do Brasil no ano de 1999, para ter ideia de como o time é péssimo, o Botafogo foi sparring do Bahia, que facilmente o derrotou por Botafogo 0x5 Bahia (10/03/1999 - 1ª fase Copa do Brasil 1999) em pleno Ribeirão Preto.

Campeonato Brasileiro de 1999[editar]

O vexame na Copa do Brasil de 1999 já dava todas as pistas do destino do Botafogo em sua participação no Campeonato Brasileiro de 1999, nem mesmo o regulamento escroto salvou o time do rebaixamento certo, cuja 20º posição num campeonato com 22 times foi mais do que o bastante para o auge desse timeco. Especializou-se em levar goleadas no próprio estádio, como os resultados de 1x4 Flamengo (04/09/1999 - 1ª fase Campeonato Brasileiro 1999) e Botafogo 1x4 Atlético/MG (08/09/1999 - 1ª fase Campeonato Brasileiro 1999).

Campeonato Brasileiro de 2001[editar]

Depois da palhaçada da Copa João Havelange em 2000, o Botafogo retornou à primeira divisão por pena, se tornando o saco de pancadas oficial daquela edição e fatalmente sendo rebaixado mais uma vez, isso sem contar o vexame de levar mais goleadas em casa, característica principal do clube, como os resultados de Botafogo 0x5 Gama (02/12/2001 - 27ª rodada Campeonato Brasileiro) e Botafogo 1x4 Cruzeiro (11/08/2001 - 4ª rodada Campeonato Brasileiro).

Copa do Brasil de 2002[editar]

Mais uma vez o Botafogo conquistou a chance de disputar uma Copa do Brasil, e mais uma vez foi humilhado homericamente. Dessa vez não passou pelo medíocre Sport. Apesar do empate de 1x1 em casa no primeiro jogo, o time ficou maravilhado com a viagem ao Recife, todos integrantes da equipe nunca tinham visto a praia antes na vida, e com esse clima perderam ridiculamente para o Sport: Botafogo 2x7 Sport (20/02/2002 - 1ª fase Copa do Brasil 2002).

Série B de 2002[editar]

Daniel Paulista em um treino.

Simplesmente a campanha mais memorável da história do clube, que decretou o rebaixamento do clube para a última divisão do campeonato acriano.

Em um só campeonato o Botafogo levou todas goleadas imagináveis para os times mais ridículos possíveis. Naquela campanha conquistou resultados memoráveis:

  • Botafogo 1x6 Ceará (31/08/2002 - 6ª rodada Série B 2002)
  • Botafogo 1x4 América/MG (17/09/2002 - 11ª rodada Série B 2002)
  • Botafogo 0x6 Avaí (01/10/2002 - 15ª rodada Série B 2002)
  • Botafogo 0x4 Americano/RJ (30/10/2002 - 23ª rodada Série B 2002)
  • Botafogo 3x7 Mogi Mirim (09/11/2002 - 25ª rodada Série B 2002)
  • Botafogo 1x7 Fortaleza (12/11/2002 - 26ª rodada Série B 2002)

Paulista A2 2008[editar]

Se rebaixar para a última divisão do campeonato nacional já não fosse o bastante e tornar-se um desconhecido, o Botafogo começou sua trajetória rumo ao sumiço do cenário estadual e local também. Assinou um contrato de freguesia para o Ferroviário, de quem perdeu de 4x1 por 5 vezes consecutivas em diferentes estádios.

Campeonato Paulista de 2010[editar]

Quando volta para a primeira divisão estadual, como em 2010, aparece só para conseguir resultados do tipo: Botafogo 0x5 São Paulo (04/04/2010 - 18ª rodada Campeonato Paulista 2010)

Campeonato Paulista de 2011[editar]

Como o time não rebaixou no paulistão de 2010 graças à falta de habilidade de outros times, manteve-se na primeira divisão estadual, mas para manter a praxe, sofreu goleada para mais algum time inexpressivo, dessa vez: Botafogo 0x4 Linense (27/03/2011 - 16ª rodada Campeonato Paulista 2011)

Copa Paulista 2011[editar]

Derrota e eliminação para o Velo Clube (que time é esse?)(27/07/11 - Copa Paulista 2011) já diz tudo sobre o estado atual do Botafogo.

Estádio[editar]

O estádio do Botafogo Paulista foi usado esse ano em empréstimo pelo time do Sertãozinho, primo emo do time de Ribeirão Preto que foi rebaixado para o paulistinha do ano que vem e que vinha fazendo troca-troca com o time na esperança de se manter na primeira divisão do campeonato paroquial.

A verdade é que por conta de entre os moradores de Ribeirão Preto e adjacências gostavam de futebol jogo, o estádio passou a ser usado como estádio reserva pelos times da capital, como Palmeiras, Corinthians, São Paulo e São Caetano.

O estádio do Botafogo (Santa Cruz), é o maior estádio particular do interior do Brasil, só falta é ter torcedores mesmo para encher as arquibancadas vazias.