Bragantino Clube do Pará

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
LULA CV.jpg
AVISO IMPORTANTE:

Clubismo aqui não, cazzo!


A Desciclopédia é um site de humor, portanto NINGUÉM se importa com que time você torce, seja o Tabajara, o 4 de Julho ou o América Mineiro. Seja engraçado e não apenas idiota.



Bragantino Clube do Pará
BragantinoPará2.jpg
Brasão
Hino Nem sei
Nome Oficial Bagantino Clube do Pará
Origem Bragança
Apelidos Tubarão do Caeté
Torcedores Sofredores, Peixeiros
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Tubarão
Torcedor Ilustre feno
Estádio Estádio São Benedito
Capacidade 10.000 pessoas
Sede nem sei
Presidente Karla Adriana Cavaleiro de Macedo (olha! é uma mulher!!!)
Coisas do Time
Treinador Henry Lauar (não é da frança?)
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador uns peixeiros aí
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Paraense
Divisão Necas de catibiribas
Títulos Campeonato Paraense Série B
Ranking Nacional 335º
Uniformes [[imagem:|120px]]
[[imagem:|100px]]



Cquote1.png Caralho! Porra! é Bragantino Clube do Pará!!! e não Clube Atlético Bragantino!!! Filho da Puta!!! Cquote2.png
Torcedor do Bragantino cansado de ter seu time confundido com a versão paulista

Tabela de conteúdo

[editar] Apresentação

Clube Atlético Bragantino Bragantino Clube do Pará é um clube paraense (O RLY?) originado na cidade de Bragança Paulista Bragança na região Nordeste do Pará. O clube é uma cópia (pelo menos no nome) do Clube Atlético Bragantino de São Paulo assim como as duas cidades são cópias no nome da original em Portugal (Bragança (Portugal)). O clube é bem popular na cidade e vilarejos próximos, nunca ganhou nada de suma impotância porém é muito prestigiado pela meia dúzia de pessoas que moram em Bragança.

[editar] História

Novo escudo do Bragantino tão ruim quanto o antigo e com um tubarão que mais parece um orca

O clube foi fundado por pescadores da cidade que queriam organizar o time de futebol deles que disputava alguns campeonatos fuleiros na cidade. Com uma receita especial de peixe frito da esposa de um dos pescadores, os atletas sentiam algo diferente nas partidas, tinham mais força, velocidade e etc, uma espécie de doping que os levou a conquistarem campeonatos de ruas, bairros, distritos e o tão sonhado campeonato municipal. Toda essa merda sem graça que acabei de contar é mais ou menos a história da maioria dos clubes do interior do Pará, ganham uma série de campeonatos vagabundos, ficam um ou dois anos sem perder e acham que já podem montar um time profissional, o que não foi diferente com o Bragantino. Depois de anos e anos vagando pela segunda divisão do campeonato paraense, em 2002 consegue quase que por um milagre seu acesso à primeirona do campeonato. Foi uma verdadeira festa na cidade, a prefeitura decretou ponto facultativo de uma semana, mulheres liberando para todo mundo, o estoque de bebidas esgotando em horas...um verdadeiro bacanal que celebrava o milagre a ascensão do clube à primeira divisão. O clube também conta com divisões de base (o que é muito difícil de se encontrar entre os clubes profissionais do estado), vendendo jogadores a preço de banana para times de países como Azerbaijão, Nepal, Camboja, entre outros no mundo afora...

[editar] Torcida

Cquote1.png Isto Non Ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Bragantino

Torcida de Bragantino...está aí uma coisa difícil de se ver. Nos jogos que são disputados em casa no Estádio São Benedito, que tem capacidade para um pouco mais de 10.000 pessoas sentadas, e mais 10.000 no colo mais conhecido Diogão, notamos somente um punhado de torcedores (menos de 100) apoiando o time. Esse público com certeza se deve ao fraco desempenho do clube que está sempre lutando para não cair do que a falta de pessoas que torçam para o mesmo.

[editar] Redenção

Cerca de 5 mil sofredores, quer dizer, torcedores foram às ruas de Bragança, para receber a equipe do Bragantino Clube do Pará, após o time conquistar o Campeonato Paraense da Segunda Divisão, na quarta-feira,pela segunda vez(2002 e 2011) em partida contra o São Francisco (Nunca ouvi falar), com empate de 2 a 2, no estádio Barbalhão (não é em homenagam ao rei do Pará?), em Santarém.

(TIM TETEL)

[editar] Títulos

  • Um campeonato estadual da série B (2007) e olhe lá...
  • E 2 Segundinhas (2002 e 2011)

[editar] Ver também

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas