Brasão de Armas da Suécia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Swedish bikini.jpg STOR SVENSK KUNGARIKE!!

Este artigo é sueco! Foi embalado pela Tetra Pak, dirige um Volvo e tem um Ericsson. O autor deve ser um loiro holmiano que financia a Fundação Nobel e come pyttipanna com mostarda.

Suécia
SueEsc.PNG

Brasão de Armas da Suécia é o escudo europeu pioneiro em seguir as normas técnicas da ABNT Iniciativa Feminista Internacional.

Descrição[editar]

O brasão usado há séculos para representar as deliciosas almôndegas suecas, não poderia deixar de seguir a cartilha clichê pra caralho de todas as monarquias que pararam no tempo da Europa: a imponente coroa sueca está tanto no topo quanto no centro; nesse mesmo centro podemos ver o brasão menor sueco dividido em quatro fatias de pizza. Na primeira e quarta fatias com seis coroas representando a coroa sexagenária ex-gostosa da Rainha Silvia da Suécia que já está precisando de umas cirurgias plásticas, na segunda e terceira fatias vemos dois leões fazendo pose de mau em homenagem ao Leôncio, cidadão honorário e mascote nacional sueco. Esse cenário é sustentado por aquele bandejão que é usado pelos pescadores pra carregar os bacalhaus pegos no frio do Mar do Norte e pelos restaurantes do país pra servir a pyttipanna com mostarda clássicas da culinária nacional, embaixo desse escudo podemos ver o colar de ouro preferido da rainha que ela comprou em cima dos impostos altíssimos cobrados dos cidadãos da Suécia.

Por trás disso tudo está o já batido e encardido pano usado pela monarquia nos piqueniques de todo domingo, e acima uma coroa de maior tamanho, em mais uma referência à rainha Silvia, a maior de todas as coroas suecas.

E dos lados segurando esse escudo, bem, antes costumava ter dois leões ali, mas devido às reclamações das feministas que alegaram que eles seriam símbolos machistas representando o patriarcado opressor, os pobres leõezinhos de apoio tiveram que se aposentar, sendo substituídos por um par de Loiras Suecas Ninfomaníacas Bissexuais simbolizando a inclusão da mulher sueca não só no mundo profissional, mas também no mercado sexual da Europa.