Brasiliês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasiliês
Brasiliês "Brasiliêis, véi, djow, mano, fi, cara, tipo, brodi, lesk, carai!"
Falado em: Brasília
Total de falantes: Os candango véi!
Classificação genética: Latim
Proto-Itálico
Português Galáctico
Português
Brasileiro


Brasiliês

SIL: BLS
Cquote1.png Fi, vamo pra Platz hoje catar as mina ? Cquote2.png
Brasiliense chamando os amigos pra balada

Cquote1.png Véi, já é hoje no Pier ou nem rola, pô ? Cquote2.png
Playboy metido falando Brasiliês

Cquote1.png Coé leke, a green hoje vai bombar, oosh ;SS Cquote2.png
Adolescente conversando no msn em Brasiliês

Cquote1.png Aêeeee fera, amanhã tem futiba no campão da 15 sul, bora ? Cquote2.png
Amigos marcando uma partida de futebol no campo da quadra 415 da Asa Sul

Cquote1.png Na União Soviética, as gírias do brasiliês falam VOCÊ, véi! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Brasiliês


O Brasiliês é a língua mais falada em Brasília pelos playboys, patricinhas, drogados, manos, baladeiros, playssons, emos, viados e tiozões de 50 anos pagando de jovens. É conhecido por usar 24.000.000 de gírias (diferentes ou iguais), na mesma frase, além vários tipos de palavrões trazidos pelos diversos imigrantes analfabetos, vindos do sertão do nordeste, favelas cariocas, e das roças mineiras e goianas.

Sempre é escutado na região inteira, com modificações, desde Unaí até Pirenópolis.

A lingua é uma mistura de Goianês, Mineirês e Nordestinês. Ou seja, não dá para entender direito.

Costuma-se contrair, anasalar, destruir ou cortar as palavras, como por exemplo, Ombus (Ônibus)... Tu Rein (Tu vem)... Tu Rai (Tu vai).

Outra particularidade da lingua é que se fala ao contrário, ou seja, se concorda negando... Você vai? Resposta: Vô não! (Vou não). Sei não, vêm não e outras preciosidades do gênero.

A letra E, sempre é muito aberta: Éxtra, Élefante, Élegante.

O S é copiado do carioquês: S = XXXXXXX ) Maixxxx, Noixxxxx....

O R é aberto imitando o Carioquês ou enrolado imitando o Goianês.

O A é aberto e quase um "aaÓ": Chama a MaÓrta.... , Eu sô députaaÓdo

As letras J e G são inexistentes e substituidas pelo Z, como ReZistro, Relozio, etc.

Os verbos são bem simples, devido a baixa inteligência da população local: Eu IR, Eu FALAR, Eu COMER hoze (Eu comi hoje)...

Os fonoaudiólogos da Rede Globo ensinam os seus manipulados empregados a falar como os Brasilienses, mas sem tanta merda gíria, saca?!

Origem[editar]

Segundo reza a lenda após as diversas surubas ocorridas entre nordestinos, paulistas, cariocas, goianos e mineiros, os "grupos" de 3 ou 4 pessoas em geral começaram a compartilhar de suas culturas de origem havendo assim não só uma integração sexual, mas uma integração que chegou até mesmo ao campo liguistico, originando assim uma mutação morfológica que mais tarde veio a ser conhecida pelo seu riquissimo e produtivo arsenal de palavrões e gírias das mais diversas classes e níveis sociais, que não deixam ninguem na mão, na momento em que é necessário mandar todo mundo ir pra porra desabafar diante de uma filhaputagem situação adversa.

Características[editar]

As principais características do brasiliês é a incrível capacidade dos candangos em falar tantas gírias em uma frase só. Estimam-se serem aproximadamente 9746 gírias criadas e inventadas por marginais moradores principalmente de Ceilândia, Samambaia e Recanto das Emas e adotadas pela alta elite candanga que em momentos de burrice e falta de vocabulário recorrem as tais gírias e conseguem assim se expressar.

Não existem vícios fonéticos. Mas existem as analfabetisses clássicas que a falta de uma educação decente proporciona a qualquer indivíduo. Isso pode ser notado com clareza no morador mais ilustre da cidade, o Sr. Presidente Lula que não consegue falar uma palavra sequer no plural.

Controvérsias[editar]

Cquote1.png Sai véi! Já falei pra tu que eu não tenho sotaque carai! Cquote2.png
Frase dita rotineiramente por candangos

Uma polêmia muito interessante se formou ao longo dos anos, os brasilienses dizem não ter sotaque algum, embora só eles mesmos afirmam isso, porque em todos os lugares do Brasil onde vão são reconhecidos pelo seu sotaque.

Variações[editar]

Existe o Brasiliês das favelas como Estrutural, Itapoã, Fercal, Guariroba, Vila Telebrasília, Psul, Pnorte e favelinhas quebrada a fora, tá ligado?

Exemplos:

Carai muleque doido, os fi da puta da quebrada já vazaro dos truta e os pé de chumbo tão descendo, QUEBRA ELES LOGO OTÁRIO!

Fiii, tu é doido é, de rocha, dá não, fi!!!


Existe o Brasiliês da Asa Sul, Asa Norte, Lago Sul, Lago Norte, Park Way, Sudoeste e Octogonal, que é o Brasiliês da Elite.

Exemplos:

Lek, nem rola hoje nada, os muleques furaram!

Véi, essas guria tão dando mole demais, vamo logo catar esse bonde de mina, pô!

MULEKIIIIII, tu não sabe o que que rolou agorinha! 150 nego saíram na porrada ali no Parque da Cidade, tão tudo fudido agora! Acho paia...


Existe também o Brasiliês de Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Núcleo Bandeirante, Santa Maria e demais regiões administrativas, que misturam o Brasiliês da Favela com o Brasiliês da Elite.

Exemplos:

É nóis que tá hoje no Conjunto? Só pegar o baú e descer na rodô do Plano, tranquilo fi!

Tava lá no Pistão hoje véi, indo pro frevo né, aí passou uns nego com uns carro tunadão da porra, uns rodão, paguei mó pau fi!

Ai vei, tu num vai trampar hoje nao?

Gírias[editar]

Minidicionário das GÍRIAS do Brasiliês, só assim pra você vir na cidade e entender 80% do que falam.

Véi, mano, djow, nego, cara, fi, fera, lek, lesk, irmão, brother: Modo de chamar uma pessoa, saca?

De rocha: De verdade, sério

Zuera, brinks, to de zoa: Jeito de dizer que não tá falando sério, fi

Manja?,Morou ?, sacou ?, Saca ? Tá ligado?: Entendeu, cara?

Tipassin, ó: Jeito de patricinha mais burra que o normal de enrolar pra poder pensar em, tipassin ó, como dizer o que ela quer dizer, tipo, vai enrolando véi

Plano: Centro de Brasília [Asa Sul e Norte]

Tagua: Referente a região administrativa de Taguatinga

Cei: Referente a região administrativa de Ceilândia

Lago: Normalmente se refere ao Lago Sul, quando falando de lugar onde mora, se for no Lago Norte se fala Lago Norte mesmo, e se for referente ao Lago Paranoá, a água, coisa do tipo, se fala Lago também. Confuso né, fera?

Sul: Referente a Asa Sul

Norte: Referente a Asa Norte

Recanto: Referente a região administrativa Recanto das Emas

Santa: Referente a região administrativa de Santa Maria

Riacho: Referente a região administrativa Riacho Fundo

Bandeirante: Referente a região administrativa do Núcleo Bandeirante

Samamba: Referente a região administrativa de Samambaia

Estruta: Referente a favela Estrutural

Xopis: Shopping

CONIC: Puteiro [as vezes, quase não sendo gíria, também pode estar referindo-se ao centro comercial quase falido CONIC, que a noite funciona como um puteiro]

Da hora, massa, muito louco, mara, Doidera: Legal

Tio, tia: Pessoa/Mãe ou pai de conhecidos/Adultos com cara de mortos velhos

Se pá: Geralmente quer dizer algo parecido com "Talvez". Mas não existe uma tradução específica.Se pá um mano da Estruta pode traduzir melhor fi.

Paia: Ruim, chato

Cafofo: Humilde residência [propaganda da Havaianas]

Joselito: Sem noção

Cabaço: Que nunca transou, tem pouca experiencia no assunto(sexual ou não).

Prego, Zé buceta: Estraga prazer, babaca

Comedor de vento: Cara que não pega ninguém

Murrinha: Pessoa egoísta,mao de vaca.

Murrinhar: Ato de egoísmo

Pipoqueiro: Frouxo

Canhão: Mulher feia

Relar: Acabar

Caô: Mentira

Roça: Goiás

ÊEEEE GOIÁS: Roceiro, cafona

Êeee saudades da inchada: Quando alguém isola a bola no futebol ou é muito pedreiro nas atividades que exerce diariamente.

Pião: Farofeiro

Pimpolho, pivete, tampinha: Pirralho chato

Pentelho: Pessoa chata

Tá ligado: Medo de perguntar se a pessoa está prestando atenção, usada repetidamente, tá ligado ?

Meus ovo: Nunca/Até parece.

Dience: Ceilandience/Ceilandense... Usado para se referir aos nativos da Ceilândia.

Goiano: Barbeiro no trânsito/ vida. Refere-se também a quem não é de brasília. (podendo este ser de qualquer Roça desse Brasil, será sempre Goiano.)

boto fé: Acredito

Playba: Geralmente playboys ou playsons

Zéla: Contração de Zé Ruela, paia, Joselito

Baú: Ônibus

Camelo, Camelin: bicicleta