Brejo Santo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Brejo Santo (esse nem precisa zoar o nome)
"Brejim"
200px-Bandeira brejosanto cerob.jpg
Bandeira
Aniversário 26 de agosto
Fundação 26 de agosto de 1862
Gentílico besteirense
Lema Essa cidade é minha e o boi não lambe
Apelidos "Vai dormir e não enche o saco"
Prefeito(a) Wellinton Landim Guilherme Landim/ "Maniim Eleito Prefeito
Localização
Localização de Brejo Santo (esse nem precisa zoar o nome)
Estado link={{{3}}} Ceará
Mesorregião Cu Cearense
Microrregião Cu de Brejo Santo
Municípios limítrofes Missão Velha, Abaiara, Milagres, Jati, Mauriti, Porteiras
Distância até a capital 25 dias de jumento km
Características geográficas
Área base*altura/2 km²
População 44 mil Fudidos,50 políticos e 30 doutores. hab.
Idioma Matutês
Clima Não disponível
Indicadores
PIB R$ Somente agricultura
PIB per capita R$ 1 centavo

Cquote1.png Você quis dizer: Maniim "da locadora" Cquote2.png
Google sobre Brejo Santo
Cquote1.png Você quis dizer: Brejo Seco Cquote2.png
Google sobre Brejo Santo
Cquote1.png Você quis dizer: Esgoto Santo Cquote2.png
Google sobre Brejo Santo
Cquote1.png Você quis dizer: Besta Santo Cquote2.png
Google sobre Brejo Santo
Cquote1.png Nem eu consegui cumer as “patricinhas” de lá Tudo Do Cú Poder Cquote2.png
Chuck Norris sobre Brejo Santo
Cquote1.png Na união soviética, quem ignora as “patricinhas” é VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre "patricinhas"
Cquote1.png Quando eu me tornar Hokage vou cumer todas, Dattebayo!!! Cquote2.png
Naruto sobre "patricinhas"
Cquote1.png E Deus disse: lá vein merda, e então criou Brejo Santo!!! Cquote2.png
A bíblia sobre Brejo Santo
Cquote1.png Isto non Ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Brejo Santo
Cquote1.png Éééééééééé... Num sei... Cquote2.png
Casagrande sobre a localização de Brejo Santo
Cquote1.png O que é um um fudido dentro de um fiat mille com um real e um telefone E71 da china no bolso? um habitante de Brejo Santo! Kkkkk Cquote2.png
eu sobre uma piada ridícula que acabei de inventar.
Cquote1.png Ai dento!!! Cquote2.png
habitante sobre o comentário acima.
Cquote1.png O que é isso? Cquote2.png
Nerd pobre de Brejo santo sobre sexo
Cquote1.png Eu queria chegar ao level 32 de Tíbia, mas as meninas não deixam. Cquote2.png
Nerd Rico de Brejo santo sobre sexo
Cquote1.png Eu tava apenas ensinando ele a tirar leite Cquote2.png
Tião sobre o dia em que o pai do gayboyzin pegou os dois no curral de madrugada.

Brejo Santo é uma cidade cearense qualquer, conhecida no mundo todo por ser a única cidade onde a população não caga, e também por sua plantação de pequi, a única do Ceará.

História[editar]

Cidade que surgiu no século XIX quando exploradores que procuravam o mítico Acre desbravavam o Cariri e se perderam por lá. Acabaram criando seus barracos e por ali se estabelecendo. Originalmente havia um córrego por ali, mas já secou há muito tempo desde o paleoceno, o que deixa a cidade largada no meio do nada.

Apesar de toda secura, o nome 'Brejo Santo' foi escolhido meramente por motivos de bom humor e ironia, pois não há nenhum brejo, muito menos algum que seja santo.

Clima[editar]

Quente pra caralho!

Economia[editar]

A principal fonte de economia da “cidade” é a produção de pequi, cujo a colheita feliz vai do dia 15 de novembro a 2 de dezembro, no auge da produção o pequi chega a valer o incrível valor de 100 por 1 real.

Os peões de obra são responsáveis pelos outros 49% da renda da cidade e gastam tudo nos bares com cerveja e tira gosto. Por isso é que quando se anda nos sítios tem um bar a cada duas casas. O negócio é lucrativo.

Política[editar]

Igual a todo Brasil, se é que você me entende!

População[editar]

Moderna rodoviária de Brejo Santo.

A maioria da população de Brejo Santo é composta por gente boçal, que não tem um tostão no bolso, e vive querendo ser rica. Todo mundo tem uma moto ou um carro Pokémom para andar, mas andam cinco pessoas numa moto, e só uma pessoa no carro com o "som" ligado.

Os principais moradores dessa "cidade" são:

  • Gayboyzin - São os meninos nascidos com o cu virado pra lua, normalmente filhos de quenga doutores e políticos filhos da puta. A maioria dos boyzin de Brejo Santo são encubados, são aqueles viados que gostam de outro macho, mas não contam pra ninguém. Quando crescem eles se comem ficam amigos e conhecidos na cidade, andando de carro com o paredão ligado pra pagar de pegador. Com a desculpa que vai jogar futsal aos 15 anos, pegam a moto biz parcelada com medo do pai descobrir do que realmente gosta. Obs.: seu pai é descendente de alemão e sua mãe de japonês. Aos 15 anos começa a pegar a Pajero de seu pai, e pra disfarçar sua verdadeira sexualidade comem todas as quengaspatricinhas” da “cidade” sem precisar usar seu Tim Infinity, já que são elas que ligam pra eles.
  • Maconheiro - Representam 10% da população. Normalmente comem as coroas e se juntam com as Gurias retardadas, o resto nem preciso falar né?!
  • Azamiga - São as gay da cidade que todo mundo conhece. A maioria é assumida, e as assumida são as mais avacalhada muito excêntricas e todo mundo sabe que queima a rosca conhece. Outros são mais reservados e calados só que todo mundo sabe do que gosta.
  • As retardadas - Representam 5% da população, eram 8%, mas 3% cometeram suicídio.

Normalmente fãs de RBD e Luan Santana, passam a vida toda se guardando para dá pra seus ídolos, e de tanto esperar aos 17 anos se apaixonam por um maconheiro e se ajuntam com ele.

  • Patricinha - Representam 21% da população. São putas meninas fudidas que passam a vida inteira estudando no Liceu, Padre Pedro ou no Padre Viana, e ainda ficam juntando dinheiro pra comprar um vestido na casulo, por que viu um igual em malhação e que dão o cu se acham o ultimo pequi da estação, sempre normalmente dão pra os bozinhos, passam o dia se arrumando pra ir pra pracinhas dos idiotas da Aldeota, fazem a volta 20 vezes pra ver se dão o cu encontram algum gayboyzin desocupado pra da o cu umas voltinhas na pajero dele.
  • Coroas - Representam 33,3333...% da população, inclusive sua irmão. São “patricinhas” vencidas, que os gayboyzins não comem mais, nunca normalmente não perdem uma festa e bebem pra karai, e no final da festa encontram um maconheiro que num tá nem ai pro cheiro de cana e pra camisa toda vomitada e come ela.
  • Rebeldes Representam 7% da população. A maioria são os que andam de skate o dia todo na Pracinhados idiotas da Aldeota. Ninguém sabe de onde saiu tanto roqueiro assim. Mas são também os caras que mais trabalham e estudam na “cidade”, mas como o pai não dá nada e não andam de carro, então são normalmente conhecidos como vagabundos, não comem ninguém da “cidade”, mas quando vão para as “cidades” vizinhas são tratados como Deus, e arroxam meninas 1000 vezes mais gatas que as do poço de lama Brejo. Alguns são viciados em Naruto, charges.com, e Desciclopédia e perdem seu tempo, ao invés de tá estudando pra ganhar dinheiro e comer pegar todas as putas meninas do esgoto Brejo, ficam escrevendo besteiras coisas engraçadas sobre seu Özil ódio de sua merda amada “cidade” nesse site.
  • Babãos de gayboyzins - Representam 25% da população. São os babãos que tentam comer as “patricinhas” rejeitadas pelos gayboyzins, mas nunca conseguem, sempre normalmente formado por bombados burros que não tem porra nenhuma, e se pregam como carrapatos nos gayboyzins tentando ser como eles, em troca de favores sexuais.

Ainda tem os Peão de obra que vem de fora e trabalham a semana toda pra gastar o salário com cachaça no final de semana. Alguns deles tem um carro velho, colocam um som peba e saem comendo as novinhas que se engraçam pro lado deles. Essa classe é a que mais enche a vaquejada em agosto. Aliás, essa vaquejada só é conhecida em todo o Brasil porque os peão de obra divulgam e vem de onde estiverem.

Cultura[editar]

90% dos chupões digníssimos habitantes, gostam de passar o dia escultando forró, e acabam se influenciando, tornando a cultura local uma bosta um excelente motivo pro turismo sexual.

6% dos moradores praticam a modalidade Nike Olympikus flamengo olímpica de enfiar bufa na agulha.