Brida

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rede Manchete.jpg

Brida é da falida Manchete!!!

E tal como ela, foi pro buraco!

Clique aqui pra ver quem também foi junto com ela.

Paulo Coelho se concentrando pra escrever Brida.

Cquote1.png Droga, acabaram com minha emissora! Cquote2.png
Adolpho Bloch sobre essa novela miserável

Brida era um livro de magia de Paulo Coelho, escrito quando ele estava numa metamorfose ambulante sem ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Entretanto, o troço deu certo, como todos os livros idiotas dele, e acabou que a Rede Manchete "a televisão do ano 2000" (que faliu em 1999...) decidiu fazer uma novela com isso, acreditando que iria enfim voltar aos tempos de Pantanal, mas...

História[editar]

Na Irlanda, Harry Potter decide arranjar um namoro enfim. Entretanto, a sua namorada, Brida, tinha uma maldição: ela era a única que poderia matar o Lord Voldemort. Pra isso, ela teria que ir ao mundo dos duendes da Xuxa e pegar o anel de Frodo antes que Sauron pudesse voar com ele para a Fantástica Fábrica de Chocolate, onde o Cavaleiro Sem-Cabeça aguardava ansiosamente. Por fim, o Dr. Estranho acabou fazendo uma magia negra e o Mandrake acabou levando Brida pro País da Queijada Pustilenta (A.k.a: PQP).

Novela fracassada[editar]

A novela não tinha pé nem cabeça (ué, os livros de Paulo Coelho nunca tiveram isso...) e pra piorar a Manchete enfiou todo o dinheiro que tinham no cofre nessa droga de novela, que só foi assistida pelo próprio Paulo Coelho.

Nem os atores da novela assistiam a mesma. Pra piorar, eles começaram a passar fome e sede, por falta total de dinheiro, então decidiram fazer uma greve contra a emissora.

Tempos depois a infeliz acabou antes do fim (isso mesmo! Igual a novela Como Salvar meu Casamento da TV Tupi) e foi trocada pelo Pantanal mais uma vez (eita novelinha pra ter reprise hein...). Por fim, as piranhas comeram a Manchete.