Bruno Senna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruno Senna em seus tempos de kart.

Cquote1.png Você quis dizer: Ayrton Senna Cquote2.png
Google sobre Bruno Senna
Cquote1.png Você quis dizer: Vencedor Cquote2.png
Google sobre Bruno Senna
Cquote1.png Seu melhor resultado na Fórmula 1 foi um 14º lugar, só corre por ter o sobrenome Senna. Posso saber porque ele é vencedor? Cquote2.png
Qualquer um que entende de Fórmula 1 sobre a citação do Google
Cquote1.png Desculpe, confundimos ele com o tio Cquote2.png
Google sobre o comentário acima
Cquote1.png Vê se vocês não matam esse aí também! Cquote2.png
Ron Dennis para Frank Williams
Cquote1.png Que infelicidade do Bruno, seu carro quebrou de novo! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre o óbvio
Cquote1.png Se ele corresse em um carro melhor seus resultados apareceriam! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre o óbvio NOVAMENTE
Cquote1.png Tá querendo roubar meu cargo, seu Zé Ruela? Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre o seu genérico Galvão Bueno
Cquote1.png Bruno Senna chegou hoje atrás de seu companheiro de equipe Cquote2.png
Jornal de segunda-feira escondendo o fato de que Bruno chegou em último
Cquote1.png É,faltou pouco para entrar no Q3,o ritmo tava bom mas eu cometi um pequeno errinho no final ali,mas o Pastor foi para o Q3 e é sinal de que o carro estava bom pra corrida Cquote2.png
Bruno Senna se explicando depois de todo treino de classificação
Cquote1.png Idiota! Cquote2.png
Schumacher sobre Bruno Senna

Bruno Senna e Ayrton Senna: Seria o primeiro caso brasileiro de clonagem?

Bruno Senna é um pseudo-piloto de Fórmula 1 que, por sempre ficar embolado lá no meio da turma do fundão, seria apenas mais um figurante sem a mínima importância no mundo do automobilismo. Sim, seria, se não fosse por um pequeno detalhe: Ele é o sobrinho de Ayrton Senna! Isso mesmo, apesar de Ayrton já ter morrido, ainda sobrou um representante da família Senna para tentar apagar a péssima impressão causada pelos atuais pilotos brasileiros, que são Rubinho Barrichelo e Felipe Massa.

Apesar de constar nos anais que Bruno Senna é sobrinho de Ayrton Senna, muita gente acha que, na verdade, Bruno é o filho da lenda. Isso é bem compreensível, pois as semelhanças entre os dois são assustadoras! Parece até que Bruno é um clone de Ayrton. Pena que Bruno só herdou a aparência, pois a habilidade de pilotagem que é bom é extremamente diferente da do seu finado tio.

Mesmo não tendo sequer 1% da habilidade de seu tio, não podemos culpar Bruno Senna pelas suas temporadas medíocres. Os diretores da HRT mal deixaram que Bruno corresse direito no kart, e já o puxaram pelo pescoço, lhe entregaram uma cadeira elétrica que eles chamam de carro e o mandaram se virar, competindo com diversos pilotos experientes e totalmente excelentes. E depois, quando Bruno já estava queimado no mundo da Fórmula 1 pelo péssimo desempenho, foi puxado pelo pescoço outra vez, dessa vez pela Lotus Renault, que lhe entregou um liquidificador ambulante e mandou ele se virar. Obviamente, como Bruno Senna não é milagreiro, ele não conseguiu tirar muito leite de pedra, e teve uma temporada ridícula.

História[editar]

Bruno Senna andando de bicicleta, pois ela é muito mais rápida que os seus carros da Hispania, Lotus Renault e da Williams

Bruno Senna nasceu em uma boca de fumo, localizada lá no fundão de São Paulo.

Durante a infância, como o seu tio Ayrton Senna estava limpando a bunda com notas de 100 dólares, devido aos sucessos que obtinha nas corridas de Fórmula 1, Bruno Senna teve condições de se mudar para uma localidade melhor, mais precisamente para uma fazenda em Campos do Jordão, que era conhecida na região por conta da alta produtividade quando se tratava de mandiocas e batatas.

Como não tinha muita coisa para fazer, até porque estava morando em uma cidade localizada na fronteira da Casa do caralho com o Cu do mundo, Bruno Senna passava os dias jogando Top Gear em seu Super Nintendo. De vez em quando ele também desenhava alguns carros da Lotus e tentava (sem sucesso) solar Smoke on the Water.

Certo dia, um daqueles parentes do interior que aparecem apenas no Reveillon para filar a comida disse para Bruno Senna que, se ele tentasse entrar no automobilismo, ele poderia ser até melhor do que o seu tio Ayrton (HAHAHAHAHAHAHA MWAHAHAHAHAHA! HAHAHAHAHAHAHA). O pior disso tudo é que Bruno Senna acreditou nisso, e foi procurar por uma equipe de kart para iniciar a sua escalada até o sucesso.

Nessa mesma época, infelizmente, Ayrton Senna morreu, naquele acidente que até o Stevie Wonder já viu, pois já foi reprisado pela Rede Globo umas trocentas vezes, numa tentativa desesperada de ganhar audiência.

Com a morte de seu tio, Bruno Senna ficou ainda mais convencido que tinha que entrar no mundo do automobilismo, pois assim, ele poderia continuar com a bela tradição automobilística da família Senna. Porém, como ainda era apenas um pirralho que cagava nas calças e queria fazer cocô no Banheiro do Pedrinho, nenhuma equipe em sã consciência o aceitaria como piloto. Por conta disso, ele teve que esperar cerca de 10 anos para entrar em sua primeira equipe de kart.

Conseguir começar a carreira no kart foi a coisa mais fácil do mundo para Bruno Senna, pois bastou ele dizer o sobrenome que todas as equipes se interessaram nele. Em meio a tantas propostas, Bruno Senna decidiu qual equipe ele ia defender usando o moderno e eficaz método do palitinho. Após escolher uma equipe aleatória lá, ele já estava pronto para começar a correr.

Apesar das altas expectativas, em suas primeiras corridas no kart, Bruno Senna acabou mostrando ter a Síndrome de Rubinho, e ficou o campeonato inteiro brigando por pontos lá no meio da zona intermediária. Mesmo assim, todos os diretores de Fórmula 1 achavam que ele possuia algo enrustido. Por conta desse "achar", um desses diretores, que era o chefe da HRT, decidiu fazer uma proposta putaqueparivelmente tentadora para Bruno Senna, que consistia em duas paçocas + um pacote daqueles salgadinhos com cheiro de chulé. Com uma proposta tentadora dessas, Bruno Senna não teve alternativas, e aceitou sem pensar duas vezes.

Carreira na Fórmula 1[editar]

Bruno Senna possui uma técnica bastante apurada para fazer curvas...

No princípio, apenas por ser sobrinho de Ayrton Senna, Bruno Senna achava que conseguiria vencer facilmente as corridas. Porém, após o começo da temporada, ele viu que estava redondamente enganado.

Após ter comido a poeira de um monte de gente, inclusive do figurante que ninguém gosta Jaime Alguersuari, Bruno Senna percebeu que teria extrema dificuldade, pois além de não ter experiência, ainda tinha que fazer milagres para conseguir que o seu ferro-velho da Hispania andasse.

Na metade da temporada, por não ter conseguido o feito de fazer com que seu Hispania andasse, Bruno Senna sofreu a maior humilhação para um piloto de Fórmula 1, que é ser substituído por um kamikaze japonês, mais precisamente por Sakon Yamamoto.

Na temporada que se seguiu, como estava desempregado, Bruno Senna estava aceitando qualquer coisa que aparecia. Por conta disso, ele aceitou a proposta feita pela Lotus Renault, uma equipe bostinha que estava quase falindo.

Como a equipe não tinha dinheiro nem para comprar uma suspensão, obviamente, o carro era uma bela porcaria, e Bruno Senna conseguiu ser ainda pior do que tinha sido na Hispania. Mesmo assim, como é o sobrinho de Ayrton Senna, todo mundo acha que Bruno Senna algum dia irá conseguir conquistar alguma coisa.

Atualmente, após ter trocado a toba por uma renovação de contrato com a Lotus Renault, Bruno Senna continua se ferrando nessa equipe, ao lado de Vitaly Petrov.

Schumacher dick vigarista.jpg
Buildphotoims4vd.jpg
v d e h
Pilotos da Fórmula 1