Burger King

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg United $tate$ of McDonald'$

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..

Cquote1.png Você quis dizer: McDonald's Cquote2.png
Google sobre Burger King

Cquote1.png Primeiro nós vamos derrotar o McDonald's , e depois, dominar o mundo! Cquote2.png
Cérebro sobre Burger King

Cquote1.png Vocês irão afundar! Cquote2.png
McDonald's sobre Burger King

Cquote1.png Fala sério, o lanche até que é bom, mas a batata parece que foi frita semana passada! Cquote2.png
Zina sobre Burger King

Cquote1.png Nos Estados Unidos o cara ser preso se chamar isso de hambúrger! Cquote2.png
Gringo sobre Burger King do Brasil

Cquote1.png É gostoso pra c******! Cquote2.png
Cliente Fanático sobre Musiquinha da propaganda do Burger King

Cquote1.png "IxxOO nAUm TeEeEm IgUaAaAal!!! X. x O. o okopkopkpo! Cquote2.png
Emo sobre Qualquer sanduba do Burger King


Cquote1.png Ecziste ainda, mas em breve não vai mais eczistir! Mwahahaha! Cquote2.png
McDonald's sobre Citação acima

Cquote1.png Na União Soviética, o Whopper come VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Burger King

Cquote1.png Se eu pudesse, eu comia mil! Cquote2.png
Jeremias sobre Hambúrguer do Burger King

Cquote1.png Quem nasceu big, nunca será King! Cquote2.png
McDonald's sobre Burger King

Cquote1.png O que que é içuu? Cquote2.png
Pobre que mora em São Gonçalo e nunca viu um Burger King na vida

Cquote1.png McDonald's é para os fracos. Cquote2.png
Chuck Norris sobre Burger King

Cquote1.png Criamos um hambúrguer maior que o seu! HAHA ! Cquote2.png
Burger King tirando onda com o Big Mac pelo seu hambúrguer quádruplo

Cquote1.png É bom sim, é bem maior que o do Mcdonald's, por isso que eu gosto. Cquote2.png
Mão de vacas sobre Burger King

História de um quase fracasso[editar]

Era uma vez num reino armamentista muito distante, onde dinheiro é poder, onde a beleza exterior é cultuada, onde os ricos só ficam mais ricos e os pobres mais pobres. Um lugar tranquilo, bem pacífico, onde 60% dos seus cidadãos tem porte de armas e pelo menos umas três em casa, onde a obesidade é uma mentira (assim como o bolo) e trolls e nerds vivem em perfeita harmonia, James McLamore e David Edgerton estavam sem dinheiro e morrendo de fome. A única coisa que sabiam fazer era hambúrguer. Apesar de não terem nascido aqui, eles bem que tinham um pouco do Djêito brasileiro e como nós, precisavam comer o seu Big Mac de cada dia. Seguindo os princípios do "Te-Virismo", fundaram em 1954 o Rei do Burgão, ou para os gringos, Burger King.

No começo foi difícil, porque uma força superpoderosa do mal dominava os Estados Unidos e inúmeros outros países. Havia boatos que até na falecida União Soviética, esta força aterradora tinha subdivisões. As vendas eram de cerca de 10% menos do que eles esperavam e o desespero começava a bater à porta dos amigos Burger Kingeiros. Uma medida drástica era necessária e eles deviam vencer seu maior pesadelo...o palhacinho adorável Ronald McDonald.

Após dias e noites de meditação, os dois chegaram à conclusão que deveriam fazer algo que desbancasse seu concorrente. Algo novo...diferente. Um hambúrguer diferente...um Super-Hambúrguer! Assim depois de muito pensar, ranger de dentes e frio, foi criado o conceito do Ultimate Hamburger...o Whooper!

A salvação do BK (ou não), o Whooper![editar]

Um Super-Hamburguer tinha que ter tamanho e peso superiores. E foi o que os pacatos gringuinhos fizeram: o Whooper.

Cquote1.png O conceito de Whooper...do Latim Whooperus, Grego: Κράζων, do Alemão: Singschwan Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre Whooper

Para competir com o Grande Mac o Whooper precisava ser no mínimo gostoso. E ele é, pois era feito de carne de verdade. Com incríveis 110g e preço arrasador de 2 reáu 0,99 cents, o sanduíche rapidamente cresceu nas paradas, e na pança dos norteamericanos, assustando o The Yellow and Red monopoly.

Os famigerados sanduíches eram produzidas em bases secretas de segurança máxima, afim de esconder ao máximo o jogo da concorrência. O nome desses temíveis locais de diversão alimentícia eram os Whooper Bars. Os locais eram tão secretos que apenas famílias de todas as partes dos EUA, estudantes, menininhas e menininhos branquinhos gordinhos que adoram hambúrguers, senhores e senhoras de todas as idades podiam frequentar o lugar, católicos, evangélicos e muçulmanos de todas as cores, raças e crenças (exceto hinduísmo, pois para eles era horrível ver seu animal sagrado ser sacrificado e virar 110g de pura suculência).

A partir de 1979, novos produtos foram introduzidos guela abaixo dos clientes (que adoraram). Entre esses diversos produtos estão as variações:

  • Café da Manhã feliz do Rei do Burgão em 1979 - Como os estadunidenses adoram comer algo saudável para começar o dia cheios de energia e disposição, o Whooper virou café da manhã e passou a ser servido com café com leite e manteiga Qualy ao invés de Maioneggs.
  • Croissant Wich em 1983 - Os frescos franceses queriam algo que reMetesse a amada França. Logo bateram o pé, e fizeram tanto xilique que veio o Croissant Wich. Um sanduíche semelhante ao Whooper, mas feito de frescura croissant, ao invés de pão com gergelim. Ao lanche também foi adicionado Batatinha Fritinha cheia de frescurinha empanada e mini-bolinhos. Nota: o menu foi copiado pelo "Yellow and Red monopoly".

A partir de 1987 o Burger King começou a espalhar filiais pelo mundo inteiro saindo um pouco dos Iunáitedi Istêites. A cada país que chegava o Burger King trazia festa e esperança de mais gosto nos lanches de fim-de-semana e do almoço diário de algumas almas saudáveis.

Eis as principais variações ao redor do mundo:

  • "Japão" - Os japoneses gostam de avacalhar seus pratos e metem teryiaki no Whooper, virando '"Whooperu-San"', ou Senhor Whooper. Atualmente o Senhor Whoper ficou meio aguado devido a acontecimentos no país.
  • Arábia Saudita, UAE, Iraque e Oriente Médio - Os árabes também gostam de expandir seus dotes culinários a outros extremos. Quando o Burger King chegou eles quiseram fazer as modificações que achavam necessárias, mesmo que fosse na base da AK-47. Adicionaram Khalyia ao hambúrguer, que nada mais é do que carne passada do prazo de validade com ovos mexidos à mão (delicioso, hein...).
  • Alemanha - Ainda de ressaca depois de tomar uma surra dos aliados depois da Primeira Guerra Mundial 2 - O retorno de Jedi, os nossos irmãos loiros de olhos azuis que adoram um chucrute, receberam suas primeiras filiais da Burger King. E como nossos irmãos comedores de Sauerkraüten também adoram um , eles adicionaram ao menu Café da Manhã feliz do Rei do Burgão, um enorme caneco da mais famosa cerveja alemã.
  • Itália - Os italianos como não podiam fazer nada sobre a chegada do Burger King, aceitaram o Cazzo sem reclamar. E também meteram cerveja no menu Café da Manhã feliz do Rei do Burgão, além de beterraba e ovos fritos. Também foi desenvolvido o La colazione di Burger King con pasta e sugo, que nada mais é do que um Whooper com macarrão com molho do Spoleto junto do Hambúrguer.
  • Rússia - É isso mesmo! Até a Rússia se rendeu à invenção de McLemore e Edgerton. A recepção, embora tardia (porra...2010!!!), foi positiva, e os russos se renderam aos encantos de um hambúrguer feito de carne de verdade. Lá o famoso Whooper foi batizado de Whooperowski e recebeu variações diversas, entre elas a mais famosa o Strogonoff Whooperowski.

Cquote1.png Skavurska! Garrrrante!! Cquote2.png
Russo de raiz sobre Whooperowski

Recepção no Brasil[editar]

Como tudo no Brasil demora a chegar, 50 anos depois (em 2004 para os ignorantes da Matemática) foi fundada as primeiras filiais em Roubalândia e na Terra dos Mano. Como brasileiro baba por tudo que vem de fora (principalmente dos EUA), eles reverenciaram a chegada e fizeram fila com direito a barracas de praia, muito Xôps e dois pastel em São Paulo e em Brasília, à base de muita pizza. A espera foi recompensada com muito hambúruguer, carne de primeira e diversas veias entupidas de gordura. Houve relatos não oficiais de overdoses alimentícias, mas nada confirmado.

Com o passar dos anos, em 2005 e 2006, filiais em Blumenau, Natal e, finalmente, Rio de Janeiro (até que enfim!!) foram fundadas para que o povo brasileiro se delicie com esta jóia rara da culinária estadunidense.

Há rumores que a Burger King planeja fundar uma filial no Acre em 2012. Um feito quase impossível, mas para os Gringos...nada é impossível (eles que pensam...). Eles tentarão...mas quem disse que conseguirão? ushuashuashsau

O futuro do BK[editar]

Ninguém sabe. Mas atualmente o Burger King, como uma certa pessoa que vive aqui no Brasil e é um grande esportista e sabe perder como ninguém com grande profissionalismo e espírito esportivo, está atrás do "The Yellow and Red ex-monopoly", em segundo no ramo alimentício mundial. Em outros países como Austrália, o Burger King está disfarçada de Hungry Jack, ou Jack Estripador Faminto (o.o) e já atua em mais de 60 países. O monstro de carne inventado pelos namorados amigos e sócios James McLamore e David Edgerton tem tudo para dominar o mundo e fazer história. Quizá um dia, no futuro, filiais interplanetárias não sejam fundadas...? É um mistério. Enquanto isso assistamos a Dr. House.

Um forte abraço...e até algum dia.

Sim! É ele! O famoso King do Burger!.
Um avião da FABK (Força Áerea Burger Kingeira) explodindo no ar após levar o tiro de um canhão do McDonald's.



Ver também[editar]

[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Burger King no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
v d e h
A gordurosa série temática do Fast Food
Macpodre.jpg

Empresas: McDonald's - Burger King - Subway - Giraffa's - Bob's - Wendy's - Taco Bell - KFC - Chick-Fil-A - Burger Shot - Cluckin' Bell

Coisas famosas: Big Mac - Whopper - Comercial censurado do Burger King - Buga King - McLanche Feliz - Receitas do McDonald's - X-Monstro - Ronald McDonald - Donaldo