Cássio Ramos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Feia-001.jpeg Este artigo é sobre algo ou alguém com falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.
Alguma foto da Marisa Letícia pode estar neste artigo.

Alfássio Ramos
Cassionataca.jpg
Presença constante na lista dos mais feios do futebol nacional
Nascimento 6 de Junho de 1987
Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Mão de alface e carburador furado
Influências Tite, pai; Walter e Zidanilo, sósias
Vícios Espalmar bolas pro meio da área, assustar o Diego Souza

Cássio Ramos (6 de Junho de 1987) é o queixudo que defendeu o chute de Diego Souza na Libertadores de 2012. E só.

É conhecido pelas suas boas contribuições em prol do futebol brasileiro. A maior delas, ser o pai de Pedro, atacante da seleção brasileira, que herdou o queixo de sapato social de Cássio.

História[editar]

Nasceu em Veranópolis, uma cidade na bundinha do Rio Grande do Sul. Assim como seus conterrâneos gaúchos, sempre foi um macho virgem. A diferença é que, ao invés de se dedicar ao esporte capoeira de gaúcho, decidiu dedicar-se ao futebol.

Na infância, era zoado pela feiura e pelo tamanho do queixo, mas não se importava, dizia que um homem de verdade deve ser feio, forte, formal e bom na bola aérea. Ele já era feio, faltava apenas ser forte, formal e bom na bola aérea, coisas que não conseguiu até hoje.

Não conseguindo pegar as minas com aquele queixo de sapato social, Cássio resolveu ser jogador de futebol, pois se até o Amaral com aquela cara de quem pegou fogo e apagaram na pedrada conseguiu pegar alguém depois de virar jogador, ele conseguiria também, ou não. Assim, ele matriculou-se nas categorias de base do Grêmio.

Carreira[editar]

Grêmio e PSV

Cássio, um dos maiores ídolos do Guaraní do Paraguai.

Após alguns partidas pífias, levando gols até do gandula, Cássio foi promovido para a equipe profissional. Em sua partida de estreia, frangou várias vezes, levando gols de Tião Cacetada (2), Juca Martelo (1) e do Morrinho Artilheiro (4). Após essa apresentação de gala, foi esquentar o banco de reservas gremista, daonde nunca mais saiu.

Apesar da falta de técnica demonstrada em suas primeiras partidas, Cássio foi vendido para o PSV, já que seu empresário é bom de lábia. Por conta de seus 1.95cm, os holandeses levavam fé de que ele seria um bom goleiro, mas após levar gols de tudo quanto é jeito, foi substituído por um cone, cuja média de gols levados em uma partida era menor.

Após um período no banco, o empresário de Cássio mostrou novamente a sua força, e conseguiu negociá-lo com o Corinthians, que precisava de um substituto para Júlio César, que não aguentava mais frangar em clássicos e pediu pra sair.

Corinthians

Em suas primeiras partidas, Cássio frangou bastante, mas pelo menos não falava merda nas entrevistas, o que já era um diferencial. No Brasileirão de 2012 não teve um desempenho muito melhor do que um cone, servindo apenas para fazer cera quando o time tava ganhando, e a torcida já estava planejando queimar o seu carro após mais uma derrota. Não querendo perder a sua querida Mercedes, na Libertadores do mesmo ano, Cássio fez a única defesa de sua carreira, segurando o chute de Diego Souza cara a cara.

No Mundial de Clubes de 2012, assim como os outros jogadores, foi carregado como uma mochila por Paolo Guerrero, que fez os únicos 2 gols da equipe paulista na competição. Foi mal no mini torneio, mas como os outros conseguiram ser piores, Cássio ficou entre os 3 menos piores da competição.

Depois disso teve várias atuações impecáveis, como frangar contra o Fluminense (só ele mesmo consegue tomar gol do Ganso), frangar contra o Inter, frangar contra o São Paulo, tomar gol besta de bola lançada na grande área, tomar gol olímpico do Thiago Galhardo e fazer uns milagres pra ganhar alguns paulistinhas.

Seleção Brasileira

Cássio é constantemente convocado por seu padrinho e amigo de churrascos Tite para integrar a Seleção Brasileira, tendo ido para a Copa do Mundo de 2018. Sua função é ser o terceiro goleiro, ou seja, ele só foi pra Rússia pra abraçar o treinador quando o time fazia gol e pra assustar uns comunistas com sua cara feia, porque jogar mesmo com certeza ele não iria, ainda bem.

Apesar de Cássio não ser lá aquelas coisas, muitos acreditam que com ele em campo o Brasil não levava aquele gol do de Bruninho, o goleiro com certeza assustaria o belga e ele chutaria a bola lá no Kremlin.

Atualmente[editar]

Ainda tá frangando no gol do Corinthians, levando gol sempre que uma bola é cruzada na área.

Pra piorar, o Corinthians sempre monta umas defesas merda pra jogar na frente do Cássio, como a entre Henrique e Manoel, que não ganham uma bola aérea e conseguem ser piores que Betão e Zelão, a dupla dinâmica. A sorte de Cássio é que o Corinthians só tem técnico retranqueiro, que bota os 11 caras do time pra jogarem dentro da pequena área, assim ele quase não toma gol e sai como herói, mesmo sem fazer quase porra nenhuma.

Links[editar]

Cassio xingando os cones da zaga do Corinthians: https://www.youtube.com/watch?v=S5vSojosnOs

Cassio falando arabe: https://www.youtube.com/watch?v=SljLNaet_60

As Cinco "Maiores" defesas do Cassio: https://www.youtube.com/watch?v=6nA93wa_eIM