Césio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Césio-137)
Ir para: navegação, pesquisa
Metalman.jpg Este artigo é metálico!

Ele é revestido ou banhado a algum metal ou liga que se encontra na tabela periódica. Se você corroer este artigo, Mordekaiser vai exterminá-lo!

Assistente.jpg
Este artigo é relacionado à química.

Se você acha que o átomo de ferro é resistente, vá a merda.

Estrutura química de Césio
Césio
Nome IUPAC
Césio
Fórmula química Cs
Sinônimos Pó Renew
Informações gerais
Efeitos em mafagafos Sim, coceira
Efeitos alucinógenos Não, é azul
É comestível? Nem fudendo
Pode ser usado como
tempero em pizzas?
Em pizzas de pequi
Informações físico-químicas
Massa molar Muitos g/mol.
Densidade Muitos g/cm3.
Ponto de fusão 301 °C.
Ponto de ebulição 944 °C.
Solubilidade em água 0 mg/mL (20°C).
Informações de segurança
Metabolismo Com Biotônico
Toxicidade 1 (a partir do 2 é tudo no plural)
Inflamabilidade Acelerado pelo sol do ferro-velho
Meia-vida 30 anos de idade
Excreção Urina azul
Cquote1.png Você quis dizer: Counter Strike? Cquote2.png
Google sobre Césio

Cquote1.png Experimente também: Cério Cquote2.png
Sugestão do Google para Césio
Cquote1.png Olha, mamãe, meu braço brilha! Cquote2.png
Criança goianense sobre césio.
Cquote1.png Olha que lindo, filho... Agora coloca o braço de volta no ombro Cquote2.png
Mãe sobre citação acima.
Cquote1.png Um dia você... bom, você não entende... Cquote2.png
Shakespeare

Césio é o mais phoderoso dos metais alcalinos daquela tabela periódica nefasta, de símbolo Cs e isótopo mais relevante Cs-137 utilizado para a cura do Câncer. Em seu estado sólido mais comum é um pozinho muito bonito, utilizado como maquiagem pelas moças menos favorecidas.

História[editar]

Uma porção de césio, fazendo pose heroica para a foto.

O césio foi descoberto por Robert Wilhelm Bunsen e Gustav Kirchhoff, dois espiões soviéticos infiltrados na Alemanha, pelo método secreto da análise sintática. ele não gosta de tomar banho por isso é fedorento e quanto tocar na agua fica com nojinho que nem justin biber quando vê mulher sem roupa.

Características[editar]

O césio é um metal de vários espectros, pode ser azul, vermelho, amarelo ou verde. Ou seja, é um metal lisérgico. É o mais eletropositivo, mais alcalino e mais bonitinho dentre os metais, mas ninguém se importa.

O césio é um metal pouco abundante. Foi altamente explorado pela indústria dos cosméticos. Vem logo atrás do frâncio, descoberto na caverna de Lascou-se, por franceses enrustidos. Ainda não saiu do armário, visto que há apenas trinta gramas em toda a Terra.

É altamente explosivo em água fria. Por isso, após passar isso no rosto, se você for tomar banho ligue o aquecedor da banheira, especialmente se você for goiano.

Aplicações[editar]

O césio tem diversos usos inúteis, como relógios atômicos e getter (?) em tubos de vácuo. Também é usado no catalisador do carro e como forma de tratar o cancro mole. O povo do centro-oeste brasileiro também usa o césio como maquiagem.

Há também o hidróxido de césio (CsOH), tão macho que ataca o vidro. Mas isso nem é vantagem, visto que a maioria dos cientistas usam óculos feitos de vidro de fundo de garrafa e perdem 101% da visão sem essas lentes.

Acidente com césio[editar]

Um homem do ferro velho de Goiânia sentindo os efeitos do césio, 3 minutos após passá-lo no corpo.

Antigamente o césio era considerado um metal muito seguro. Devido a sua eficiência na fabricação de armas nucleares, tal segurança fez com que começasse a ser utilizado no tratamento do câncer.

Em 1987, um hospital de Goiânia teve que mudar de endereço. Até aí tudo bem, mas a gerência era tão burra que esqueceu uma máquina hospitalar abandonada para Deus e o mundo. Então se aproximaram catadores de papel ultra-pobres que viram que podiam ganhar alguns trocados vendendo a máquina para o ferro-velho. Eles abriram a máquina e encontraram uma caixa de chumbo lacrada, com pó brilhoso.

Cquote1.png Sô, isso deve ser maquiagem de rico! Cquote2.png
Catadores de papel ao encontrar o césio

Como eram primatas, conseguiram abrir o chumbo, e como eram mais caipiras ainda, começaram a passar o pó no corpo. Resultado: 7 mortes, inclusive de uma menina chamada Leide das Neves que comeu césio com ovo, uma grande fonte de nutrientes. Em virtude disso, foi construída a primeira cidade no mundo com a finalidade de ser um lixão nuclear: Abadia de Goiás.

No mais, tudo isso serviu apenas para tornar a cidade de Goiânia mais conhecida, entrando para a história como um dos episódios mais fail pelo qual a ciência já passou.