Cabra Cabriola

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rambo.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!

Além de cantar, Cabra Cabriola também dança (e como dança).

Cquote1.png Você quis dizer: Bicho-papão? Cquote2.png
Google sobre Cabra Cabriola
Cquote1.png Experimente também: Homem do saco Cquote2.png
Sugestão do Google para Cabra Cabriola
Cquote1.png Eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Cabra Cabriola
Cquote1.png Noob! Cquote2.png
Bicho-papão sobre Cabra Cabriola
Cquote1.png Não se parece com uma cabra isso! Cquote2.png
Qualquer um sobre Cabra Cabriola

Apresentação[editar]

A Cabra Cabriola é uma lenda nordestina cabra macho, sim sinhô, que foi inventada começada por pais sem nenhuma moral, mas que tinham os filhos mais atentados do mundo e precisavam de alguma coisa que amedrontassem os pestes, afim de fazê-los pelo menos se aquietarem por cerca de cinco minutos no mínimo. Como o Saci Pererê e outras lendas, que causavam o maior pavor antigamente, estavam ficando fracas (sabe como é a globalização), eles tiveram que apelar para uma estrangeira e modificá-la para um estilo mais abrasileirado e que, realmente, parecesse bastante assustador para tais criaturinhas encapetadas, e assim surgiu a Cabra Cabriola, uma mistura do Bicho-papão (que você encontra em qualquer parte do mundo) com uma cabra (sabe-se lá o porquê de uma cabra), apesar dela parecer bem mais um bicho-papão do que com uma cabra em sí (mas quem se importa no final, o objetivo é somente meter medo na mulecada mesmo).


Conteúdo do cabeçalho[editar]

A Lenda[editar]

Essa é a Cabra Cabriola, ainda não ví de onde tiraram o "cabra" dessa criatura.

Surgida no nordeste brasileiro (por isso o "cabra", que veio de "cabra macho"), mais precisamente pelas bandas do Piauí (piauienses adoram uma boa lenda) e de Pernambuco, a Cabra Cabriola não é nenhuma lenda da atualidade, tipo as lendas urbanas, que datam dos anos 90 pra frente, ela já está datada desde o século XIX por aí (pra você ver que, desde o passado, as crianças sempre foram atentadas). A Cabra Cabriola é uma criatura mágica assustadora, na forma de uma enorme monstro misturado com cabra (apesar de ser mais monstro do que cabra). Seu objetivo nas Terras brasilis é a de caçar, matar e comer as crianças desobedientes, entrando na casa delas a noite (tipo um delinquente qualquer), sequestrando-as e as carregando dentro de um saco, onde as levaria para o seu covil e as devoraria sem dó nem piedade (nada melhor do que uma lenda dessas para assustar e educar a pirralhada).

Saltando fogo e fumaça por todos os seus buracos (como nariz, boca cu e outros mais) qualquer peste que escultava o seu nome logo morria de medo, sem falar que as sextas-feiras à noite era o seu melhor dia de caça e de encher a cara também, quando atacava até mesmo as pessoas que apareciam nas ruas, zanzando sozinhas. Além disso, a Cabra Cabriola ainda tinha um aviso próprio de sua chegada, sem falar que era também usada para mostrar os seus dons artísticos, para ver se conseguiria entrar em algum Reality Show por aí, caso alguém a escutasse e não fugisse de seu som que era mais ou menos assim:

Cabra Cabriola pelada, agora bem mais longe de se parecer com uma cabra.

Eu sou a Cabra Cabriola
Que como meninos aos pares
Também comerei a vós
Uns carochinhos de nada

Acredita-se que, mesmo que fosse o pai quem cantasse essa música em algum momento, era suficiente para qualquer moleque parar com a peraltisse imediatamente. Quando chegava a noite, as praguinhas não desgrudavam de seus pais a qualquer barulho que fosse feito dentro da casa, afinal, mesmo que fosse qualquer outra coisa, também poderia ser armação da Cabra Cabriola, e não era bom arriscar (MWAHAHAHAHAHA!).

Quando a noite chegava, e todos os habitante da cidade já estivessem dormindo, se houvesse algum despertar de choro de criança, só podia ser coisa da bendita Cabra que fez mais uma vítima. Diferentemente de outras lendas e assombrações, a Cabra Cabriola não tem nenhum ponto fraco como uma estaca de madeira e um martelo, bala de prata ou algo que a mate de verdade. A única coisa que se sabe é que em casa de criança que se comporta ela nem sequer chega perto. Bom, se a criança (que é sua fonte de alimentação) começa a se comportar, ela não tem mais o que comer, se não tem o que comer passa fome, se passa fome morre e se morre vai a merda deixa de existir. Taí, pirralhada, já é algo a se pensar.

Ver também[editar]