Pinga

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Cachaça)
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Cachaça carai!.
Pinga: Uma bebida refrescante e revigorante.


Cquote1.png Snoo PINGAS usual i see Cquote2.png
Eggman sobre pinga
Cquote1.png PINGA MOLE PINGA DURA, TANTO BEBE ATÉ QUE CURA. Cquote2.png
Médico especialista sobre terapia etílica.
Cquote1.png Me Dá Uma Amostra Grátis De Todas Pra Mim Ve Se é bom, dotor Cquote2.png
Seu pai sobre comentario acima.
Cquote1.png Cê bebeu hoje? Cquote2.png
Repórter sobre Pinga
Cquote1.png Altas, grazadeus! Cquote2.png
Cabelo Tillai sobre Citação acima
Cquote1.png TOMA CACHAÇA CARAI!!!!!!! Cquote2.png
Leonaldo mucho louco sobre cachaça
Cquote1.png Você traiu o movimento dos alcóolicos anônimos, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre pinga
Cquote1.png Prefiro vodka Cquote2.png
Boris Yeltsin sobre Pinga
Cquote1.png ...ela bebe fica louca, e ai o bicho pega até umas hora... Cquote2.png
Doni de Guaianazes sobre os efeitos da pinga nas mulheres
Cquote1.png Dell recomenda. Cquote2.png
Dell sobre Pinga
Cquote1.png Minha companheira infeparável naf horaf daf difífeif defivõef. Cquote2.png
Lula sobre Pinga
Cquote1.png Tem culpa eu,tem culpa a catia, a desgramada da cachaça... Cquote2.png
Latino falando pra mulher por que ele chegou em casa tarde
Cquote1.png Eu curto um mé... Cquote2.png
Mussum sobre cachaça
Cquote1.png CACILDES ! Cquote2.png
Mussum sobre Pinga
Cquote1.png Sef eu tenhof 10 canas e façof cachaça com trêis delasf, quantasf canas me restam? Cquote2.png
Lula estudando para uma prova de matemática
Cquote1.png É uma bebida refrescante e revigorante...para todos os momentos. Cquote2.png
Oscar Wilde ao bar, serrando pinga
Cquote1.png Mas nessa casa tem goteira, Pinga ni Mim, Pinga ni Mim. Cquote2.png
Sergio Reis em prosa, cantando a pinga
Cquote1.png Bebo porque é líquido. Se fosse sólido, comê-lo-ia. Cquote2.png
Jânio Quadros sobre a razão de beber tanto.
Cquote1.png Quem não bebe não vê o mundo girar... Cquote2.png
Psicóloga de Entrevista sobre a pinga
Cquote1.png Na Holanda, a Pinga se Bebe sozinha, não precisa de VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Holandesa sobre Pinga
Cquote1.png Na União Soviética, a pinga toma VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Pinga
Cquote1.png Na União Européia, a pinga toma-nos JUNTOS!!! Cquote2.png
União Européia sobre Pinga
Cquote1.png What happened to the whiskey in the jar? Cquote2.png
Metallica sobre Pinga
Cquote1.png Umas quatro... Cquote2.png
Leonaldo sobre Pinga
Cquote1.png Uma bebida da pesada que é capaz de causar altas confusões na boca de uma galerinha trapalhona Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Pinga
Cquote1.png É a base da fabricação do Ácido Sulfúrico Cquote2.png
Sabido sobre Pinga
Cquote1.png Eu Só Tomo Latinha... Cquote2.png
Leonaldo sobre Pinga
Cquote1.png Eu decreto, apoiado na lei Lei nº9.279/96, que o nome seja Cachaça... Cquote2.png
FHC sobre Pinga
Cquote1.png Aê cumpadi Precizzzzo dum drink Cquote2.png
Naruto Uzumaki sobre Pinga
Cquote1.png A cachaça é uma substância afro-enganadora Cquote2.png
Gil Brother sobre Pinga
Cquote1.png Aff, que coisa pobre! Cquote2.png
Viado do Pânico sobre Pinga
Cquote1.png Polaco, me vê um mé e uma choxixa! Cquote2.png
Mussum pedindo a marvada

Comercial de pinga onde vemos seu efeito excessivo


A pinga é uma bebida estimulante e revigorante, criada pelo gênio e imortal Velho Barreiro lá pelos idos de 1600.

Alguns nomes inusitados e engraçados de cachaças

Além de ser uma ótima fonte energética (motivo pelo qual pessoas da construção civil habitualmente a bebem), a pinga é uma bebida refrescante e ao mesmo tempo revigorante, motivo pelo qual os brasileiros alegremente se reúnem todos os dias nos Bares para apreciar a saudosa bebida.

Origens[editar]

Como as primeiras pingas eram feitas

A PINGA FOI FEITA DA CANA TORTA. PASSOU NO ENGENHO, FOI DE IDA E VOLTA E AGORA DESCE NA MINHA GUELA E NEM ME IMPORTA...

ACEITE E TOME POIS É IGUAL A LEITE...

AHÊ AMBROSA

(Elvercio Kran)

O Sr. Velho Barreiro, na época conhecido com Sr. Peterson Hofer, costumava beber muito vinho. Ele também era dono de um engenho de cana, usado para a produção de açúcar, coisa bastante comum entre os jovens empreendedores da época.

Certa vez, em uma de suas homéricas bebedeiras, o Sr. Peterson esqueceu parte do caldo usado para a confecção da rapadura em uma grande vasilha de barro. Coincidência ou obra do destino, o burro (o animal) do Sr. Peterson acabou também "obrando" na vasilha, juntando assim esterco na mistura.

Passado-se alguns dias (e após a grande ressaca de vinho do Sr. Peterson), ele lembrou-se da burrada que havia feito, esquecendo parte da sua produção de açúcar, que já poderia estar perdida, e foi ver o que ainda poderia ser salvo. O que o Sr. Peterson encontrou foi uma massa de rapadura em avançado estado de fermentação.

Grande conhecedor dos processos químicos, o Sr. Peterson resolveu então coar o que havia sobrado da mistura, para tentar aproveitar o resto do açúcar. A segunda parte deste milagre ocorreu quando o Sr. Peterson desmaiou, talvez ainda pela ressaca do vinho, talvez pelo forte odor desta mistura em ebulição após ser aquecida.

Embalagem de 20 litros:uma novidade

Um Milagre Acontece: A invenção do processo de destilação[editar]

Após desmaiar, o sr. Peterson teve uma visão, considerada por alguns hoje uma lenda, e por outros uma legítima profecia.

O Sr. Peterson, após desmaiar (ou entrar em transe) acordou em um bar paradisíaco, entre diversos espíritos. Não sabia quem eram, pois nunca os havia visto antes, mas ouviu deles, os nomes pelos quais se chamavam, como Whisky, Gin, Dreher, entre outros. Todos estavam alegres e contentes, bebendo uma bebida divina chamada 'Álcool'.

Então, ao Sr. Peterson foi oferecido um cálice deste álcool. Da pureza mais sublime, apenas um gole foi o suficiente para deixar o pobre Peterson completamente embriagado.
É assim que se começa...

Então os espíritos, ao perceberem seu apreço e respeito pelo álcool, e pelo cordial gesto de Peterson, decidiram fazer lhe uma revelação.

Os espíritos revelaram ao Sr. Peterson que ao aquecer a mistura que ele havia colhido, ele deveria sobre a fervura construir uma coifa, que ao invés de conduzir os gases para cima, os conduziria para um barril através de um cano. E que desta forma, Peterson seria o primeiro mortal a produzir o precioso álcool.

Ao acordar o Sr. Peterson fez o que havia sido instruído no seu sonho. Com isso, ao notar as gotas escorrendo deste rústico destilador, Peterson batizou essa bebida com um nome singelo: Pinga.

A advertência: o limite dos 40º[editar]

Efeito colateral que a pinga causou na banda NOFX
Um tipico cachaceiro

Ao provar desta nova bebida, o Sr. Peterson mal pode acreditar no incrível poder alcoolizante. Apenas um copo era capaz de derrubar o mais forte estivador. Tanto que em seu sonho, os espíritos haviam profetizado:

"Provarás da bebida dos deuses, de incrível poder alcoolizante. Porém diluila-a-á em água, até o limite de 40º. Aos que se atreverem a teores alcoólicos mais elevados, uma terrível maldição irá se abater".

Com o tempo, a bebida do Sr. Peterson começou a se popularizar, principalmente por ser capaz de embebedar a todos rapidamente, e sem as complicações e dificuldades da ressaca do vinho.

Porém, jovens descuidados resolveram violar o primeiro mandamento da pinga. E assim fizeram uma bebida com mais de 40º de álcool, bebida que antes apenas os deuses e o Velho Barreiro tiveram a honra de beberem.

Neste momento, o céu se escureceu, e dele uma voz horrivel disse:

- Nossa Aliança foi traída. E da bebida que era para todos e para todos os momentos vocês abusaram."

Agora, todos que beberem mais do que uma dose insignificante por dia, sofrerão de uma terrível doença, que causará dores agudas, e que não lhes permitirá tomar, nem ao menos mais uma dose...

E neste momento, sobre a ira dos deuses, foi criada a Cirrose.

A Pinga Hoje[editar]

Conhecida também como branquinha, cachaça, boa, firulinha, caninha, oncinha, velho, cagibrina entre outros nomes populares, água doce, boa de briga, aquela que maô u veiu, marvada, vagabunda e vagabunda suja, armadera, fala mansa, pica mais num doi a pinga hoje é a bebida número 1 do Brasil.

Ficam atrás em consumo da pinga:

  • água,
  • cerveja e
  • Dreher, seguidos de perto do
  • guaraná Dolly.
  • Chimarrão Margoso do Sul
  • Leite de cabra

A média de consumo per capita de pinga do Brasileiro é de 666 litros, ou seja, é pinga pra diabo por pessoa.

A Pinga e a dDificudadi de escRrevver[editar]

Mutus acreditão e afirmão (dizendo que e´ verdade), que deposi de dá umas bicada, moiá a garganta, di encharca´ o corassão, vo^ce pode ficar com algum dif´ICUDADE DE CONCENTRAÇão e condenação motora o que por consequente calzaria perca parcial e MOnmentanea da habilidade pra escrever. O que é redondamenti MENTIRA! como eu acabo de provar além do fato de que POrque se não essa deswikipedia não ia ter nada nela também.

Poema da Pinga[editar]

Eu tinha lá em casa dez garrafas de pinga, da boa.

Mas minha mulher me obrigou a jogar tudo fora.

Peguei a primeira garrafa, bebi um copo e joguei o resto na pia.

Peguei a segunda garrafa, bebi outro copo e joguei o resto na pia.

Peguei a terceira garrafa bebi o resto e joguei o copo na pia.

Peguei a quarta garrafa, bebi na pia e joguei o resto no copo.

Peguei o quinto copo, joguei a rolha na pia e bebi a garrafa.

Peguei a sexta pia, bebi a garrafa e joguei o copo no resto.

A sétima garrafa eu peguei no resto e bebi a pia.

Peguei no copo, bebi no resto e joguei a pia na oitava garrafa.

Joguei a nona pia no copo, peguei na garrafa e bebi o resto.

O décimo copo, eu peguei a garrafa no resto e me joguei na pia.

A Pinga e a Música[editar]

Cantar coisas boas e maravilhosas da vida é muito comum na cultura. Por isso as músicas foram feitas para idolatrar essa saudável bebida. Como por exemplo:

Cachaça Amiga[editar]

Consequências do consumo excessivo de álcool.

Oh! Cachaça amiga
Não há quem me diga
Que não tem valor
Por ela ser tão boa
Vive assim à toa
Sem saber se impor

Ela dá coragem
Ela dá vontade
Dá disposição
E não admite
falta de apetite
Numa refeição

A moça solteira
Que por brincadeira
Toma seu pifão
Que gosta da cana
Debaixo da cama
Tem um garrafão

Dizem que eu sou uva
Dizem que eu sou chuva
Por ser bebedor
A vida nada vale
A boemia sabe
Quando exprime a dor

Pinga que atende a outro tipo público.

Quando é meia-noite
Pela fechadura de um botequim
Eu controlo as tripas
Namorando as pipas
Que gostam de mim

Quando estou bebendo
Só em ti pensando minha doce amada
De saudade eu morro
Vem ao meu socorro
É mais uma lapada!

Marchinha de Carnaval[editar]

Se você pensa que cachaça é água
Cachaça não é água não
Cachaça vem do alambique
E água vem do ribeirão...

Pode me faltar tudo na vida
Arroz, feijão e pão
Pode me faltar manteiga
Que tudo isso não faz falta não

Pode me faltar o amor
Isso eu até acho graça
Só não quero que me falte
A danada da cachaça

Marvada Pinga[editar]

A Pinga sempre faz você acordar em lugares estranhos.

Com a marvada pinga é que eu me atrapaio
Eu pego no copo e já dou meu taio
Eu chego na venda e dali não saio
Ali memo eu bebo, ali memo eu caio
Só pra carregar nunca dei trabaio

Oi lá

Sempre bebo a pinga porque gosto dela
Bebo da branquinha, bebo da amarela
Eu bebo no copo, bebo na tigela
Bebo temperada com cravo e canela
Seja em qualquer tempo vai pinga na goela

Oi lá

Venho da cidade, já venho cantando
Trago um garrafão que venho chupando
Venho pro caminho, venho trupicando
Chutando o barranco, venho cambetiando
No lugar que eu caio, já fico roncando

Oi lá

Filme feito pra quem curte mesmo a coisa.

Não largo da pinga nem que eu tome pito
Que é de inclinação eu acho bonito
O cheiro da pinga fico meio aflito
Bebo uma garrafa e já quero um litro
Já fico babando crio dois espírito

Oi lá

Pinga temperada eu não modifico
Quem manda no bule eu chupo no bico
Vou rolar na pueira que nem tico-tico
Vou de quatro pé destripando o bico
Junta a mosquiteira mas eu não implico

Oi lá

A muié me disse, ela me falou
Largue dessa pinga, peço por favor
Prosa de muié nunca dei valor
Bebo no sol quente pra esfriar o calor
E bebo de noite pra fazer suador

Oi lá

A muié me disse, largue de beber
Pois eu com essa pinga hei de combatê
Você fique quieto largue de tremer
Depois que se embriaga não levanto ocê
Vô deixá da pinga so quando eu morrê

Outros usos[editar]

Além de ser uma bebida leve, revigorante e refrescante, a pinga também é conhecida por outras inúmeras utilidades, difundidas entre o povo. Entre elas podemos destacar:

  • Acendedor de churrasqueira: Basta acender um papel com fogo na churrasqueira e atingi-lo com um esquicho de pinga. As mais indicadas para isso são as marcas de pinga envasadas em garrafas de plástico, como a Pinga Rosa.
  • Antisséptico: A pinga pode ser usada como antisséptico em varias ocasiões, desde cortes e luxações, ate fraturas expostas e cirurgias cerebrais.
  • Anestésico: A pinga foi usada durante muitos anos como o melhor analgésico e anestésico, inclusive para cirurgias.
  • Desencalhador de Baleias e Afrodisiaco: Para as baleias e fubangas que não conseguem fazer sexo com ninguém, a pinga age como ótimo desencalhador, se oferecida em grades quantidades, na forma de embelezador aos homens.
  • Psicólogo engarrafado: Nada como uma boa dose de pinga com seus amigos no balcão do bar para resolver todos os problemas psicológicos, afetivos, cornos e sociais.
  • Desmemorizante: Se você quer esquecer o que pretende fazer numa dada circunstância, pinga em doses cavalares é um santo remédio. Mas lembre-se: em relação àquilo que já fez, o efeito é nulo.
  • Alucinógeno: Há quem garanta que a pinga, ingerida além de uma certa conta, produz sensações e desatinos semelhantes aos do LSD, chá de cogumelo e congêneres.
  • Mediúnico: Para tanto, é preciso beber para cacete. Convém, contudo, não empolgar-se: só baixa exu e, às vezes, pomba-gira.
  • Fortificante Muscular: Quando você quer fazer um grande esforço fisico, seja sendo agressivo com seus amigos, ou fazendo um serviço mais pesado como encanador ou ajudante de pedreiro, a pinga é ideal, devido ao seu alto teor energético.
  • liberador de rosca: Basta alguns copos e pronto, você tem um ataque emo e libera a rosca por aí, é triste, mas cu de bêbado não tem dono...
  • Pega Mulher: Basta um copo e você pega qalqer mulher... basta dois copos e você pega mulher, homem cachorro, sua tia... caso isso acontecer beba 3 copos que você esquece tudo. Vide Garrincha, que bebia com força pra poder encarar a Elza Soares.
  • Encorajador:Algumas doses e qualquer um tem coragem de chamar até o Vanderlei Silva de Filho da Puta.

Veja também:[editar]

Bebida-em-excesso 2.gif