Cachoeira Dourada (Goiás)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cachoeira Dourada (Goiás) Fujam para as colinas!!
Cachoeira Dourada.jpg
Bandeira
'Chuááááá...'
Hino "Onda, onda, olha a onda..."
Local Na bundinha de Goiás
Idioma Ugauganês
Geografia
Clima Mais quente que o inferno
Locais de Referencia Inexistente, afinal, todos os turistas acabam morrendo afogados nas cachoeiras
Economia Venda de órgãos dos turistas mortos
Produtos Exportados Nenhum
Política
Governo
Nuvola apps core.png
Monarquia
Atual Prefeito
Nuvola apps core.png
Bear Grylls
Vice-Prefeito
Nuvola apps core.png
Steve Irwin Richard Rasmussen
Mídia
Cidadãos Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Tumbleweed.gif
Esporte Símbolo Pólo Aquático
Santo Local Nossa Senhora da Bicicletinha

Cquote1.png Você quis dizer: Cidade localizada na bundinha de Goiás Cquote2.png
Google sobre Cachoeira Dourada (Goiás)
Cquote1.png Tive que fugir de lá, pois não aguentei o calor Cquote2.png
Diabo sobre Cachoeira Dourada
Cquote1.png Eu gostaria de mandar chuva para essa cidade, mas esqueci a localização dela em 1930 Cquote2.png
São Pedro sobre Cachoeira Dourada

Cachoeira Dourada é uma tribo indígena cidade que fica localizada bem no interior do estado de Goiás. Apesar de ter esse nome bonitinho, todas as cachoeiras da cidade já secaram faz mais de 8000 mais de 100 anos. Isso se deve ao fato do calor infernal, este que faz parecer o inferno um lugar com temperatura amena. Apesar de todos esses contras, os moradores de lá (aproximadamente 24) não abandonam a sua cidade, e acreditam que, algum dia, São Pedro finalmente irá encontrar a cidade no mapa e irá mandar chuva.

História[editar]

Na verdade, Cachoeira Dourada não tem história. De acordo com fontes fiáveis [carece de fontes], ela foi fundada em 1982. Ou seja, ela é mais recente do que a sua mãe (apesar de isso não ser muito difícil, afinal, nada é mais antigo do que ela). Dizem as lendas que Cachoeira Dourada foi fundada por alguns índios, que, cansados de serem feitos de escravos pelos caraíbas quando moravam na cidade grande de Goiânia, resolveram se mudar para onde atualmente é Cachoeira Dourada.

Uma cachoeira local, que secou devido ao calor infernal. De acordo com alguns estudiosos cearenses especialistas em seca, essas cachoeiras só irão voltar à jorrar água no dia de São Nunca.

No princípio, os índios tiveram muitas dificuldades para sobreviver naquele "novo mundo", afinal, nada do que eles plantavam nascia, afinal, o calor era de 69° na sombra, e nunca chovia (aliás, esse é um fenômeno inexistente nessa cidade até os dias atuais). Para tentar resolver essa situação, os índios resolveram batizar a cidade como "Cachoeira Dourada", pois esse nome sugestivo poderia dar um pouco de sorte para a cidade. Essa tentativa falhou.

Um típico morador de Cachoeira Dourada, pronto para defender a sua cidade das invasões do MST dos caraíbas.

Assim, o tempo foi passando, e nada de chover por aquelas bandas. Então, como não tinham absolutamente nada para comer, os índios resolveram apelar para o canibalismo, sendo que eles comeriam qualquer um que aparecesse por lá. Bem, eles não conseguiram muita comida, até porque ninguém consegue chegar até lá, porém, com os poucos idiotas aventureiros que chegavam lá, os índios faziam um belo banquete.

Com essa alimentação balanceada, os índios conseguiram sobreviver por bastante tempo (apesar que as coisas estavam ficando cada vez mais difíceis, visto que o número de moradores da cidade estava cada vez maior. Bem, quando eles não conseguiam fazer a sua alimentação na própria aldeia cidade, eles iam para a cidade grande, e por lá eles traziam os corpos. Isso durou muito tempo, até...

Certo dia, um aventureiro corajoso chegou em Cachoeira Dourada. Assim como faziam com todos os outros invasores caraíbas, os índios estavam prontos para usar a peixeira e matá-lo. Porém, esse aventureiro era especial: Ele se chamava Bear Grylls, e era especialista em sobrevivência no meio do mato. Logo quando chegou, Bear teve que fugir dos índios, assim como o Diabo foge da cruz, porém, após algum tempo de sobrevivência, Bear conseguiu convencer os índios que ele estava apenas querendo ensiná-los como se pode sobreviver no meio do mato com muito pouca comida.

Após ter ensinado todos os truques de sobrevivência para os índios, Bear Grylls foi eleito o novo cacique prefeito da cidade, afinal, ele poderia ajudar na integração entre os índios e os homens brancos. Bem, isso deu certo, visto que a população de Cachoeira Dourada acabou aumentando de 24 para 666 em poucas semanas. E a perspectiva é que esse número apenas subisse. A população vem aumentando até os dias atuais, sendo que, hoje em dia, possui uma população de mais de 8000 habitantes.

População[editar]

Assim como já foi dito, o número de habitantes de Cachoeira Dourada é de mais de 8000, sendo que destes, metade vive no meio do mato, e caça para comer, e a outra metade... Também. Bem, apesar disso, Cachoeira Dourada é considerada uma cidade muito boa para se morar, afinal, sempre que alguma pessoa fica doente, ela é rapidamente curada pelo pajé local, que é muito prestativo pelo menos quando está sob o efeito da maconha.

As ofertas de trabalho em Cachoeira Dourada também são bastante altas, visto que o povo está sempre procurando por novos caçadores para trazer carne para a cidade. Em termos de serviço, Cachoeira Dourada é uma das melhores cidades para se conseguir emprego, afinal, os caçadores de lá duram, no máximo, duas semanas. Mas apesar de serem comidos pelas onças e pelos leões, todos os caçadores são homenageados quando morrem.

Geografia[editar]

Localizava-se a uma latitude 18º29'30" sul, e a uma longitude 49º28'30" oeste, porém, por falta de pagamento do IPTU, a cidade foi usucapionada pelo MST, sendo que eles invadiram uma boa parte da terra e levantaram os seus barracos de madeira. Assim como já foi dito anteriormente, a população é de mais de 8000 habitantes, contabilizando todos os patos, vacas, bois, cavalos e outros animais que os habitantes utilizam para se alimentar.

A cidade possui uma estrada de terra de, aproximadamente, 69 km, sendo que, dentre estes, apenas foram asfaltados... Bem, nenhum centímetro foi asfaltado, o que faz com que as estradas dessa cidade sempre se tornem uma cilada para os visitantes desavisados, que sempre acabam tendo os pneus de suas carroças seus carros.

Turismo[editar]

Placa da entrada da cidade. Ela foi atualizada pela última vez em 1930, quando a cidade ainda nem havia sido fundada.

Na verdade, não existem muitos pontos turísticos em Cachoeira Dourada, visto que lá só tem mato e mais mato. Porém, existem alguns pontos que, apesar de não chamarem lá muita atenção, possuem bastante história, e, mesmo nos dias atuais, em que eles estão totalmente abandonados e sem graça, ainda são muito visitados pelos índios, que utilizam estes pontos para fazerem os seus sacrifícios. Confira comigo os principais pontos turísticos:

  • Lago de Cachoeira Dourada: Um lago que fica localizado no Rio Paranaíba, e que é muito utilizado pelos índios para nadar e para mijar despistando os manja-rolas. Por conta de todo esse "cuidado" dos índios com o lago, ele já está mais fedido do que o Rio Tietê, mas o cacique jura que algum dia o lago ainda vai ser limpo... Bem, ele já diz isso faz mais de 3 anos. Além desse lago ser usado para o que já foi mencionado, ele também funciona como ponto de caça dos índios, sendo que eles sempre lançam as suas flechas precisas nos animais que estão bebendo água por lá.
  • Cavernas: Outro ponto turístico que desperta bastante interesse dos visitantes, pois possui incríveis 24 anos de conhecimentos passados pelos índios para os moradores atuais. Porém, os próprios moradores já advertem aos visitantes, com uma placa na entrada das cavernas, que eles não se responsabilizam por eventuais soterramentos ou por ataques de animais ferozes. Para evitar que isso aconteça, alguns moradores vendem arco-e-flecha na entrada das cavernas, o que não adianta muito, visto que a maioria dos visitantes nunca pegaram num arco-e-flecha...
  • Usina da Endesa: cujas várias pessoas vão lá para ver os trabalhadores,como foi fundada e saber seus 50 anos de história.

= Datas comemorativas[editar]

  • Carnaval: Em fevereiro, onde muita gente se embebeda, sambeia, faz Snu-Snu com a namorada! Mas com Camisinha, senão depois acordam de ressaca ou com um filho nas mãos, no hospital machucados etc..
  • Aniversário da cidade: Realizado em maio dia 14, as lojas fecham e tem passeatas, bebedeira e muita ressaca.
  • São João: Comemorado em junho, onde faz um frio de lascar em torno de uns 14ºC (O que esperava? -5ºC?) onde todo mundo dança country e Quadrilha, bebem 5 litros de cachaça 51, cerveja Skol, refrigerantes etc... e acaba dia 28.
  • Férias: Festejada em julho, onde que a maioria dos adolescentes entopem todas as lan-house para jogar GTA:San Andreas, GTA:Vice City, Halo 2, entre outros videogames. Falam no Facebook até a meia-noite, assistem TV até os olhos incharem, dormem até 14:00h da tarde e as crianças a mesma coisa e em janeiro no verão.
  • Festa de Nossa Senhora Aparecida: Realizada em outubro cujas Mais de 8000 católicos enche a igreja para rezar.
  • Dia das crianças: É em outubro cujos vários pais compram uma quinzena de brinquedos e roupas para os filhos menores: de 5 até 10 e os maiores: de 12 até 21.
  • Halloween: É em outubro, mas pouquíssimos comemoram. As crianças comem doce até morrerem de diabete, já os adolescentes comemoram com festas da fantasia ou alugam um filme de terror cheio de carnificina e sanguinolência.