Cachoeira de Goiás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cachoeira de Goiás... o que falar disso?... tem uma cachoeira... fica em Goiás... é um tédio... ninguém conhece... você vai perder seu tempo lendo isso aqui, sendo que provavelmente o leitor desse artigo não seja desta "cidade", uma vez que não há Internet em Cachoeira de Goiás, afinal, o nome da cidade não é "Internet de Goiás", lá só tem cachoeiras!

História[editar]

Toda a imponência de uma cachoeira local.

Fundada em 1982 por Manoel Fernandes Pereira, um mercenário e visionário que decidiu criar no cu do mundo uma igreja secreta para a prática do ocultismo. A ideia deu certo e meia dúzia de desavisados aderiram ao plano, criando o início da cidade.

Recebeu o nome inicialmente de Cachoeira da Fumaça, devido ao tradicional fato da população inteira de todas as idades e sexos terem o costume hábito de fumar capim na cachoeira próxima. Nessa época era apenas um minúsculo e irrelevante condado da Capitania Hereditária de Goiás.

Em 1938 é anexada à Paraúna durante as Guerras Clônicas, e tem seu nome modificado para Moitu, que significa no dialeto indígena "vá toma no cu!", algo muito relacionado à Cachoeira de Goiás.

Em 1948 vira distrito de Aurilândia depois que ninguém nos arredores estava afim de ficar com os domínios daquela aldeia e gastar dinheiro a toa. Então rapidamente, em 1953, Aurilândia dá um jeito de transformar Cachoeira de Goiás num município, e assim a sua pequena população pode ficar feliz com a sua autonomia e pobreza extrema.

Atualmente a cidade só vira notícia devido a sua corja de prefeitos corruptos eleitos pela população analfabeta que vende seus votos...

Economia[editar]

Economia é uma palavra que nem existe no dialeto de Cachoeira de Goiás... Aquele povo no máximo vende parte do milho para ser produzida cachaça e pinga, as únicas coisas que alguém compra por lá.

Turismo[editar]

Quem visita Cachoeira de Goiás, só vai para lá, ou para comer putas de graça (98% dos casos) ou para apreciar as belas e agradáveis cachoeiras repletas de mosquitos transmissores da febre amarela.

Curiosidades[editar]

  • Você sabia que em Cachoeira de Goiás não há cachoeiras que prestem?