Cadmo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada e provavelmente contém informações sobre animais grotescos que capturam sua alma.

Cquote1.svg Você quis dizer: Inútil? Cquote2.svg
Google sobre Cadmo

Cquote1.svg É cartman em grego Cquote2.svg
Você sobre Cadmo

Cquote1.svg Já vi artigos melhores Cquote2.svg
Sua avó sobre Cadmo

Cquote1.svg É aquele deus lá ? Cquote2.svg
Deuses Gregos sobre Cadmo.

Foi aí que a desgraça começou.

Cadmo foi um herói pouco conhecido ( ou não ) da mitologia grega, fundador da cidade grega de Tebas e prof na Grécia.

Filho de Agenor e irmão mais velho de Europa, Cílix e Fênix ( tá muito wikificado essa porra ). Quando Europa foi raptada por Zeus (imagina pra que) , o pai ordenou aos três filhos que fossem à sua procura e que não voltassem sem ela ( porra mais essa filha deve ser gostosa em ? ) .

Segundo ao cara que conta toda essa bosta, o oráculo havia mandado Cadmo escolher o local seguindo uma vaca até que ela ficasse cansada ( tem duplo sentido sabe... ). Ao encontrar uma vaca com um sinal diferente, Cadmo a seguiu até uma cidade de merda ae e decidiu fundar a cidade no local onde ela pariu parou . Antes, pra beber água de uma fonte próxima, teve de matar a pedradas um dragão ( Toda essa merda por causa da porra da vaca ) que guardava um parquinho bem legalzinho.

Devido à morte do dragão, Cadmo foi condenado pelos deuses a servir Ares durante 8000 anos. Só não entendi uma coisa, ele foi condenado por fazer o bem ?

Na Terceira Idade, Cadmo entregou o trono de Tobas Tebas a Pentelho Penteu o cabelo, filho de Agáve e Equion (um dos 3000 espartos), e retirou-se com Harmonia para a Ilíria, onde se tornou rei e teve outro filho, Ilírio. Viveu ainda algum tempo e, no final da vida, foi transformado pelos deuses em cobra, juntamente com Sua Sogra ( HI! RIMOU!) .

CADMO FEZ TUDO ISSO POR PORRA NENHUMA