Caetano Veloso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Caetano veloso)
Ir para: navegação, pesquisa


Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.


Emblem-sound.svg.png Caetano Veloso
Caetanoooo.jpg
Caê num ataque de macheza
Nome Caetano Emanuel Hebert Viana Teles Sena Veloso
Origem Bahia
Sexo Zoófilo, prefere Tigresas, Leõezinhos, Vacas (profanas) e Camaleoas.
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
{{{instrumentos}}}
Gênero {{{genero}}}
Influências Bob Dylan, Led Zeppelin, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Emílio Médici
Nível de Habilidade Sub-intelectual de miolo mole, segundo o próprio.
Aparência {{{aparencia}}}
Plásticas {{{plasticas}}}
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Maconha, Mulheres e Homens, e animaizinhos também.
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Gilberto Gil & Paula Lavigne


Cquote1.png Você quis dizer: Caetano Meloso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Cai cantando Veloso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Caetano Velhoso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Caetano Vê-Bozo Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Caetano Feioso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Caetano Medroso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Você quis dizer: Cai tanto Veloso Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso

Cquote1.png Você quis dizer: Pedro Bial Cquote2.png
Google sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Na União Soviética, a vaca profana VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Éli non é acteu. Issu non ecxiste! Cquote2.png
Padre quevedo sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Profana é o CARAAAAAAAAAAAALHO!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Fui muito influenciado por Bob Dylan, ficava ouvindo aquilo, aquela torrente de imagens, sem entender nada porque não sabia inglês. Acho isso lindo... Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Bob Dylan
Cquote1.png Caetano Veloso transcende esses conceitos, as pessoas tem necessidade de colocar tudo no no preto ou no branco. Caetano é multifacetado, ele pode gostar disso e daquilo outro e de coisas mais, e não precisar da satisfação a ninguém. Cquote2.png
Heldo Sampaio sobre a ambigüidade sexual de Caetano Veloso
Cquote1.png Eu adoro esse cara! Mas não jogaria uma partida de futebol de botão com ele Cquote2.png
Lobão sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Ô pessoal da emetevê! Botá essa porra pá funcionar, porra! Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Prêmio da VMB da MTV
Cquote1.png Sou o seu bezerro gritando mamãe Cquote2.png
Caetano Veloso no Roda Viva
Cquote1.png De Sampa o mais completo tradutor! Cquote2.png
Rita Lee sobre Caetano Veloso
Cquote1.png Não,cê é burro cara. Que loucura, como você é burro, que coisa absurda, isso aí que você disse é tudo burrice,burrice Cquote2.png
Ele mesmo sobre os burros
Cquote1.png Você fala de uma maneira burra Cquote2.png
Ele mesmo sobre os burros

Caetano Emanuel Hebert Viana Teles Sena Veloso, ou apenas Caetano Veloso é um músico baiano*, nascido em 7 de agosto de 1942 em Santo Amaro da Purificação, filho de Dona Canô, irmão mais velho (mais velho!?) de Maria Bethânia, de uma das famílias mais influentes do Estado da Bahia. É igualmente amigo dos falecidos Fidel Castro e ACM, de Gilberto Gil, de Carlinhos Brown e de Chico Buarque. Tem características andróginas, embora escreva poesia de forma sexualmente depravada, há quem diga que é assexuado e quem diga que é homossexual, e há quem diga que é heterosexual.

Há quem diga que é pedófilo, devido ao fato do rapto de uma menina de uma família carioca, Paula Lavigne, na época com 13 anos, que veio a ser sua esposa. Passados muitos e muitos anos resolveu agregar ao seu casamento mais uma Paula, quando já suspeitava-se que tinha um caso com o Gilberto Gil. Há insinuações de que ele é zoófilo por causas de suas músicas. Está atualmente divorciado e acabou de passar a Luana Piovanni segundo as más línguas. O realacionamento com sua ex-esposa é muito bom, e bastante aberto. Na minha sincera opinião, eu acho que ele é muito malandoro, porque já pegou muita mulher curiosa* que ficou com vontade de tirar as dúvidas.

Cquote1.png Ou não Cquote2.png
Caetano Veloso

(*) Estes pleonasmos são plenamente justificados por meio dos fins didáticos.

História[editar]

Bicha velha? Eu???
A tal Vaca Profana do Caetano...
A irmã inglesa de Caetano, Maria Britânica.
Caetano Veloso com a barba por fazer

Na infância, Caetano Velloso - tinha dois "l" nessa época - inventa a psicanálise com seu primo austríaco Sigmundo Fóda, justamente para explicar a sua vontade irreprimível de cometer incesto com sua mãe, irmã e seu pai ao mesmo tempo. Desde de pequeno se interessa em aperfeiçoar a arte de falar baianês - isto é: cantar.

Sempre muito inteligente, aos doze anos já tinha sozinho se autodeclarado "lindo", numa técnica de auto-reforço positivo, que mais tarde começou a praticar com amigos, o que originou coisas como Carlinhos Brown, pois quando este fazia uma batucada de macumba, Caetano falava "lindo! lindo!" e este achou que todo mundo gostava do Axé. Iniciou sua carreira, acredite, como dançarino de Bossa Nova (Uau! Como se dança Bossa Nova?), pois gostava muito de João Gilberto.

Como todos os jovens baianos desta época, Caetano estudou na UFBA e lá, motivados pela foça tropical das ervas naturais, junto com Gal, Bethânia e Tom Zé, fundam a Tropicália, está foi dos primórdios de um estilo musical que ficou conhecido como MPB ou Música Para Bossais (Bossal: Subintelectual de Merda). Nessa mesma época ele conheceu Gilberto Gil, negão com quem perdeu a virgindade.

Nessas músicas eles brincavam de fazer duplo sentido, falando de ativismo político e de conscientização social em ambiguidade com sexo, ou seja, a música falava de sacanagem (política é uma puta sacanagem, não?). Esse movimento baiano mais tarde daria origem ao movimento Axé que simplesmente não têm conotação política, mas só apelo sexual - sacanagem explícita. O movimento mais tarde se simpatizou com os hippies no final dos anos 1960 e às canções do movimento passaram a ter ar psicodélico.

Conheceu o diretor e drogado baiano Glauber Rocha, com o qual começou a escrever críticas cinematográficas a diretores de filmes de verdade, essas críticas não eram muito entendidas, pois costumavam escrever após uma sessão de LSD e Chá de Cogumelo. Ao mesmo tempo começou sua carreira musical com a irmã, dançando e fazendo back vocal em um grupo de forró elétrico chamado "Leite do Pau" e gravou uma canção da autoria no primeiro disco, "Vem nos pegar" que era um dueto com Gal Costa.

Nessa época ele fez a música "Coração Vagabundo", que o título original era "Coração Prostituto", mas a gravadora o achou imoral e disse que só colocaria o LP a venda se ele mudasse a letra. Nesse mesmo ano ele cantou pela primeira vez a canção "Alegria, Alegria" num Festival de Música Brasileira.

Ficou associada a este contexto a canção "É Proibido Proibir", da sua autoria, que ocasionou um dos muitos episódios antológicos da eliminatória do 3º Festival Internacional da Canção (TV Globo), no Teatro da Universidade Católica (São Paulo, 15 de setembro de 1968). Vestido com roupa de plástico de drag queen, todo maquiado como o David Bowie, ele lança de improviso um histórico discurso contra a platéia e o júri, falando sobre "Metafísica da música como escape para exarbação dos instintos primitivos de fazer sexo".

E com as vaias da platéia púdica, gritava tirando a roupa: "Vocês não estão entendendo nada!", ele acabou expulso a base de socos e pontapés. Caetano Veloso e Jorge Mautner foram os primeiros andróginos da Música Popular Brasileira. Em seu primeiro show na volta ao Brasil, em 1972, Caetano encarava o público de brincos de argolas, tamancos, batom e tomara-que-caia.

Caetano Veloso é a maior referência para o artista Ney Matogrosso - que mais tarde estrearia no grupo Secos & Molhados.

Ditadura Militar[editar]

Desde o início da carreira, Veloso sempre demonstrou uma posição ativa, politicamente falando - de outros modos, tanto faz - e esquerdista, ganhando por isso a inimizade da Ditadura militar instituída no Brasil em 1964 e cujos governos perduraram até 1985. Por esse motivo, as canções foram frequentemente censuradas neste período, algumas até banidas - as letras foram colocadas em aviões e mandadas pra fora do país, e foram cantadas por outros músicos como Bob Marley, Bob Dylan e Joan Baez.

Em 27 de dezembro de 1968, Veloso e o parceiro Gilberto Gil foram presos, colocados em uma cela isolada chamada "casa de borracha". Alguns acreditavam que ali começou o affair romântico entre os dois. Estavam sendo acusados de terem desrespeitado o hino nacional e a bandeira brasileira, pois usavam cuecas com uma e cantavam outra fazendo sons de orgasmo em show. Foram levados para o quartel do Exército de Marechal Deodoro, no Rio, e tiveram suas cabeças e sobrancelhas raspadas e foram lançados no pátio ao grito de "Pedófilo!".

Ambos foram soltos em 19 de fevereiro de 1969, quarta-feira de cinzas, e seguiram para Salvador, onde tiveram de se manter em regime militar, sem aparecer nem dar declarações em público, o que matou os dois, que já gostavam de chamar atenção vestidos com collants brancos, mostrando o corpo como se fosse uma puta.

Em julho de 1969, após dois shows de despedida no Teatro Castro Alves, nos dias 20 e 21, Caetano e Gil partiram com suas mulheres, respectivamente as irmãs Dedé e Sandra Gadelha, para o exílio na Inglaterra. O espetáculo, precariamente gravado, se transformou no disco Barra 69, de três anos mais tarde.

Antes de partir para o exílio, em abril e maio de 1969, do qual voltaria um dia (infelizmente!) Caetano gravou as bases de voz e violão do próximo disco, I'll Be Back, que foram mandadas para o futuro para serem gravadas por Arnold Schwarzenegger e serem usadas na trilha do filme Conan, O Doce Bárbaro.

Ao chegar em Londres, viu que se fudeu porque não falava inglês e os britânicos não tinham interesse nenhum em suas presepadas artísticas, pois já havia para os ingleses Mick Jagger e David Bowie, dos quais Caê sempre tentava ser uma completa tradução. Caetano então tentou ganhar a vida como flanelinha de disco voador, ficava sempre procurando por eles nos céus de Londres.

O tempo sempre ruim de Londres dificultava muito o tráfego de discos voadores, o que obrigou Caê a passar fome durante muito tempo. Nesse período, compôs Vaca Sagrada em homenagem a Fafá de Belém, e Embaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos em homenagem a Cláudia Ohana.


Caetano Veloso sobre Caetano Veloso, comentado[editar]

Caetano Veloso

Nessa parte do artigo iremos comentar as frases do modesto Caetano Veloso sobre ele mesmo. E deixaremos as perguntas para serem respondidas com suas próximas afirmações...

Cquote1.png Eu sou muito cosmópólíta, vocês não iriam entender... (balançando a mãozinha) Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Caetano Veloso

Verdade Caetano... O que é Cosmópólíta? E porque tanto acento numa palavra só?

Cquote1.png O Caetano é uma coisa linda. O Caetano é a Bahia e é o Brasil... Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Caetano Veloso

Mais uma vez, Caê dando um show de humildade...

Cquote1.png Sou um subintelectual de miolo mole Cquote2.png
Caetano Veoloso sobre Caetano Veloso

A Desciclopédia concorda e assina embaixo. Não! Embaixo do da frase... Não em outro "embaixo". Mente sem escrúpulos...

Cquote1.png Não sou branco, nem sou homem Cquote2.png
Caetano Veloso sobre ele mesmo, em relação a crítica que o retrata como "um homem marcado pela culpa de ser branco"

Nós concordamos em parte. Você não é homem, tudo bem, mas não é branco? E quem é branco então? O Gilberto Gil?

Cquote1.png O Gil era suficientemente claro para ser considerado branco em Salvador e eu era suficientemente moreno para ser considerado negro em São Paulo Cquote2.png
Caetano Veloso sobre a frase aí de cima, em seu livro Vereda Tropical

Cquote1.png Eu sou neguinha! Cquote2.png
Caetano Veloso sobre ele mesmo, em inacreditável ataque de sinceridade, mas esqueceu-se da brancura

"Eu sou a vaca louca e profana" Caetano Veloso

Fatos[editar]

Caetano Veloso tempos atrás, fez uma demonstração de ocultismo em pleno palco. Cantando uma canção chamada "Força Estranha". Ele invocou maus espíritos que o empurraram palco abaixo. confira no video; http://www.youtube.com/watch?v=40tcT_TA69E&feature=player_detailpage

Ver também[editar]

Vídeo[editar]

O que o jovem Caetano dos anos 70 acha de quem escreveu esse artigo:

 

MarcoFeliciano.png Este artigo se trata de uma personalidade mortalmente, incrivelmente e filhadaputamente odiada!
Provavelmente ele(a) é um(a) idiota que só faz merda!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.